Matérias Mais Lidas

imagemCinco músicas que são covers, mas você certamente acha que são as versões originais

imagemRock in Rio 1991, Maracanã lotado, e o Guns N' Roses ameaçou não subir ao palco...

imagemOs únicos quatro assuntos das conversas nos EUA que enchiam saco de Fabio Lione

imagemO baterista que não tinha técnica alguma e é um dos favoritos do Regis Tadeu

imagemDave Mustaine quis tirar foto com moça que usava vestido do Megadeth, mas...

imagemTúnel do Tempo: 25 músicas que mostram por que 1991 é um ano tão celebrado

imagemSupla explica por que fala sempre misturando português com inglês

imagemAndreas Kisser pede doação de sangue para sua esposa Patricia

imagem"Ninguém imaginava que o Metallica seria maior que o Iron Maiden", diz Scott Ian

imagemJohn Frusciante responde qual foi o motivo de seu retorno ao Red Hot Chili Peppers

imagemNoel Gallagher sobre sua preferida do Pink Floyd: "Adoraria conhecer Roger Waters"

imagemNovo clipe do Megadeth ultrapassa meio milhão de visualizações no Youtube

imagemAC/DC: Angus Young comenta a capa de "Highway to Hell" e a morte de Bon Scott

imagemDave Mustaine diz que perdoa Ellefson, mas nunca mais fará música com o baixista

imagemRaimundos: Digão acusa Instagram de censura após poucas curtidas em post


Stamp

Agathocles: começando a se repetir após duas décadas

Resenha - Grind Is Protest - Agathocles

Por Ben Ami Scopinho
Em 11/05/09

Nota: 6

Ainda que seja um osso verdadeiramente duro de roer, o Agathocles conquistou um público que o elevou à categoria de uma das mais cultuadas bandas extremas do underground, cuja discografia é tão extensa que está com quase 200 registros. E não é erro de digitação, não! O número é esse mesmo: praticamente 200 participações em LPs, Splits, CDs, Eps, coletâneas, etc. "Grind Is Protest" foi liberado no final de 2008, e, para se manter aquecido, neste ano o pessoal já encarou mais um split. Os caras conseguem gerar mais crias do que coelhos...!

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sua nova anarquia musical é dedicada ao companheiro baixista Tony, que, aos 35 anos, decidiu por fim à sua vida em agosto de 2008. O incansável e único membro da formação original, Jan Frederickx, trocou o baixo pela guitarra – obviamente continua cantando – e, juntamente com Nils Laureys (bateria) e o novato Bram Criekemans (baixo), o Agathocles dispara 40 faixas de seu famigerado Mincecore (a banda assim classifica sua música), cuja audição beira os 35 minutos.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

E, considerando que o conjunto praticamente não libera mais álbuns com uma sonoridade muito diferente desde o começo deste milênio, "Grind Is Protest" até consegue seguir uma linha mais old school. Com grandes doses de Punk em meio ao seu Grindcore e Heavy Metal, tudo continua com aquele jeitão descompromissado e ofensivo, como se pode esperar dos belgas.

Mas, ainda que o sobrecarregado Agathocles continue sendo honesto em sua proposta, infelizmente está começando a se repetir após mais de duas décadas insistindo em liberar registro após registro, sem dar tréguas. É claro que é muito difícil tornar um repertório realmente interessante, ainda mais quando ele é formado por tantas micro-canções... E as novas faixas nem são ruins, que fique claro. Possuem sua ponderada dose de energia, mas se o ouvinte não está dando muita atenção, é muito fácil perder a transição de uma canção para outra.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Em suma, parte do novo álbum está longe de ser realmente estimulante e passa mais longe ainda de causar aquela sensação de entorpecimento que, por exemplo, clássicos do porte de "Razor Sharp Daggers" (95) ou "Thanks For Your Hostility" (96) ainda conseguem, nos dias de hoje, causar no público que aprecia o estilo. Ainda que "Grind Is Protest" seja um disco ‘apenas’ decente, a banda já deu provas de que consegue fazer muito melhor.

Formação:
Jan Frederickx - voz e guitarra
Bram Criekemans - baixo
Nils Laureys - bateria

Agathocles - Grind Is Protest
(2008 / Displeased Records – importado)

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

01. Grind Is Protest
02. Only Friction
03. Bon Apetit
04. Legions Of Consumption
05. Pathetic
06. Bang Bang
07. Worthless
08. Open The Gates
09. Paula
10. Big Flat Cages
11. Run Whitey Run
12. Ministries Of Arms
13. Contradiction
14. Desk Armada
15. Liberal Cancer
16. Ring Tone Rip Off
17. Porcelain A
18. Hype And Go
19. Bad Ass Farmer
20. Electrifarce
21. Axe The Tax
22. Voor War Het Baat
23. Religious Fucking Dope
24. Hear More
25. VMO
26. Bank (Rupt) Cards
27. Todays Solution
28. Infoverdose
29. Knights Of The Cash
30. Too Fast
31. Tension
32. Horns Up - Fuck Off
33. Not A Bit
34. Monitored And Controlled
35. Abolition
36. Chronic Death
37. Necessity
38. Solution Or Prob
39. Arbeit Macht Krank
40. Arrows Of Death

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Homepage: www.agathocles.com

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

In-Edit
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Axl Rose: "ele é um fracassado", diz mulher de Slash


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre

Mais matérias de Ben Ami Scopinho.