Kingdom Come: bom e velho Hard Rock por demais escondido

Resenha - Magnified - Kingdom Come

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ben Ami Scopinho
Enviar Correções  

5


O leitor que acompanhou os lançamentos na década de 1980 deve se lembrar do alemão Kingdom Come, cujo debut auto-intitulado de 1988 gerou muita polêmica em função da incrível semelhança do timbre de voz de seu líder, Lenny Wolf, com o de Robert Plant, do Led Zeppelin. A crítica e os ofendidos fãs do extinto Zeppelin malharam o Kingdom Come a ponto de chamá-los de ‘Kingdom Clone’, o que foi um desperdício, pois sua música era de excelente qualidade.

A partir daí passaram-se uma infinidade de músicos pela banda, mas sempre tendo à frente um insistente Lenny que nunca deixou de liberar discos, geralmente mesclando ao seu Hard Rock algumas das tendências musicais do momento. Assim sendo, agora o Kingdom Come chega com "Magnified", cuja belíssima capa diz muito sobre os rumos que a Música vem tomando neste novo milênio, onde parte do público vem deixando de lado os discos propriamente ditos para simplesmente acumular arquivos compactados em seus computadores.

publicidade

"Magnified" é o décimo-primeiro álbum de estúdio que mostra agora um retorno mais acentuado àqueles arranjos com as características do rock pesado setentista, sendo apresentados de forma obscura e muito, mas realmente muito distorcidos. E é claro que tudo não deixa de ser esporadicamente pontuado por muitas ocasiões escancaradamente alternativas, seja com efeitos eletrônicos (quase) sutis ou passagens orquestradas.

publicidade

O resultado final é algo moderno e meio hipnótico, mas que fatalmente dividirá as opiniões em função da irregularidade de seu repertório, que consegue transmitir as mais variadas sensações ao ouvinte, indo desde uma empolgação que somente o bom e velho Rock´n´Roll pode proporcionar a uma melancolia quase doentia. Destaques? Talvez – e só talvez – as baladas "24 Hours" e "Unwritten Language", além de "So Unreal", rockaço que provavelmente será novamente comparado aos feitos do Led Zeppelin.

publicidade

A habilidade que Lenny Wolf desenvolveu como produtor vem sendo lapidada há décadas, e não há como questionar algo neste ponto em "Magnified". O Kingdom Come não teme seguir o caminho que ache o correto para sua música, tanto que a mesma mudou muito desde o início de sua trajetória. O bom e velho Hard Rock ainda está lá, mas o problema é que muitas vezes se encontra por demais escondido...

publicidade

Formação:
Lenny Wolf - voz e guitarra
Eric Foerster - guitarra
Frank Binke - baixo
Hendrik Thiesbrummel - bateria

Kingdom Come – Magnified
(2009 / Planet Music Media - importado)

01. Living Dynamite
02. No Murderer I Kiss
03. 24 Hours
04. So Unreal
05. When I Was
06. Over You
07. Sweet Killing
08. Unwritten Language
09. Hey Mama
10. The Machine Inside
11. Feeding The Flame

publicidade

Homepages:
http://www.kingdomcome.de
http://www.myspace.com/lennywolf




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


James Kottak: ex-Scorpions diz que todos os policiais devem ser homensJames Kottak
Ex-Scorpions diz que todos os policiais devem ser homens

Scorpions: James Kottak admite que é um alcoólatra em recuperaçãoScorpions
James Kottak admite que é um "alcoólatra em recuperação"


Mustaine: Aos 15 entrei na magia e conheci o lado negro!Mustaine
"Aos 15 entrei na magia e conheci o lado negro!"

Rammstein: Se alguém rir das gordinhas, eu quebro a cara dele!, diz Till LindemannRammstein
"Se alguém rir das gordinhas, eu quebro a cara dele!", diz Till Lindemann


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin