Harmony: banda sueca surpreendentemente agradável

Resenha - Chapter II: Aftermath - Harmony

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Júlio Oliveira
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 8


Apesar de ser relativamente conhecida aqui na Suécia, eu nunca havia me dado o trabalho de escutar sequer uma música até que esbarrei em seu My Space através de ligações de um amigo que tem um amigo que já tocou com alguém da banda e então pensei: é hora de escutá-los. E quão agradável não foi a minha surpresa?!?!

Satanismo: O que pensam os que acreditam que rock é coisa do demo?Motorhead: Segundo Lemmy Kilmister, "Rap não é música"

Desde o início de "Chapter II: Aftermath" percebe-se influências de Stratovarius (mais recente), Kamelot e até mesmo seus conterrâneos do HammerFall, Mind's Eye e Nocturnal Rites, mas o Harmony não limita-se a fazer apenas um 'melodicão' contando também com influencias nítidas do Symphony X seja no uso de linhas de teclado ou na complexidade de algumas de suas composições.

A banda de fato rotula-se como Metal Melódico e isto é nítido no transcorrer das suas 11 faixas, mas apesar disso, não esperem encontrar músicas tocadas à velocidade da luz pois embora haja algumas composições uptempo, a banda prima pela qualidade e bonitas melodias que tornam "Chapter II" um trabalho coeso, tendo os vocais de Henrik Båth como o grande destaque durante todo o disco. Embora a banda funcione como um time (um time vencedor), o trabalho das guitarras de Markus Sigfridsson também se sobressai seja pela sua forma simples de tocar, seja pelas melodias por ele criadas e que permeiam todo o trabalho.

Não resta dúvidas de que a banda conseguirá (de acordo com seus objetivos para o vindouro ano) agregar mais fãs à sua já notável legião de seguidores.

Harmony - Chapter II: Aftermath
(Ulterium Records - 2008)

Formação:
Tobias Enbert - Drums
Markus Sigfridsson - Guitars
Magnus Holmberg - Keyboards
Henrik Båth - Vocals

1. Prevail
2. Aftermath
3. Rain
4. Don't Turn Away
5. Kingdom
6. Silently We Fade
7. Inner Peace
8. Weak
9. I Run
10. Hollow faces
11. End Of My Road

http://www.harmonymetal.net




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Harmony"


Satanismo: O que pensam os que acreditam que rock é coisa do demo?Satanismo
O que pensam os que acreditam que rock é coisa do demo?

Motorhead: Segundo Lemmy Kilmister, Rap não é músicaMotorhead
Segundo Lemmy Kilmister, "Rap não é música"


Sobre Júlio Oliveira

Recifense, atualmente divide seu tempo entre trabalhar em Copenhague (Dinamarca) e morar/estudar em Malmö (Suécia). Começou a escutar Metal no início dos anos 90 com os companheiros do Colégio da Polícia Militar e desde então não parou mais, mas nunca se restringindo a um estilo, mas à qualidade da musica em questão. Resolveu começar a colaborar com o site depois de anos lendo as noticias trazidas por outros. "Tava na hora de eu dar minha colaboração também...".

Mais matérias de Júlio Oliveira no Whiplash.Net.

adClioIL