Rhapsody: registro ao-vivo indicado para fãs

Resenha - Live In Canada 2005; The Dark Secret - Rhapsody of Fire

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rodrigo Simas, Fonte: Rhapsody - Site Oficial
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 6


Lançado em 2006, Live In Canada 2005 - The Dark Secret, é o primeiro registro ao vivo do Rhapsody Of Fire, que no início da carreira tomou a polêmica decisão de não fazer shows (depois voltando atrás, com passagem inclusive pelo Brasil), principalmente pela dificuldade em reproduzir todos os arranjos pomposos e passagens orquestrais registradas em estúdio.

Rhapsody: o metal melódico sinfônico da banda italiana (vídeo)Heavy Metal: O início do movimento e a origem do termo

E é exatamente isso que salta aos olhos: tudo parece muito bem feito e, na medida do possível, os milhares de samplers e bases pré-gravadas funcionam de maneira bastante satisfatória, fazendo a alegria dos defensores do banda e conseguindo reproduzir com eficiência toda a carga sonora que antes só era possível com overdubs, orquestras e corais.

Além disso, Fabio Lione mostra porque é considerado um dos melhores vocalistas do estilo. Convincente, sua interpretação dá o tom épico que as composições de Luca Turilli e Alex Staropoli criaram e necessitam, mesmo com alguns exageros (que passam desapercebidos dentro de todos os outros exageros da massa sonora do Rhapsody of Fire).

Para os detratores, há espaço para as críticas, já que as músicas são tão rápidas e tudo é tão grandioso que acaba soando parecido demais. Os solos são na velocidade da luz e acabam perdendo em melodia, Lione parece ter que cantar tudo em tons altíssimos e perde em versatilidade, a bateria tem pouquíssima variação e os riffs não mostram criatividade. Para o ouvinte casual, depois da terceira ou quarta faixa, tudo parece uma repetição do que já foi feito.

E edição especial vem com um DVD bônus com cenas promovendo o primeiro lançamento desse formato do grupo, mas a qualidade é baixa e não acrescenta muito no pacote. A arte gráfica é razoável, mas poderia ter sido bem mais trabalhada, principalmente com fotos melhores, que parecem amadoras.

É indicado apenas para os fãs, já que dificilmente alguém que não gosta da banda vai passar a gostar ouvindo este "Live In Canada 2005 - The Dark Secret". Se por um lado o Rhapsody of Fire mostra que consegue fazer ao vivo o que cria em estúdio, tarefa dificílima, por outro mostra que tantos exageros e uma grandiloqüência quase excêntrica acabam por limitar sua música de forma negativa, se prendendo a um formato e uma pompa que eles mesmos criaram.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Rhapsody"


Rhapsody: o metal melódico sinfônico da banda italiana (vídeo)Rhapsody: o ápice da primeira fase no brilhante Dawn of VictoryTurilli-Lione Rhapsody: banda anuncia quatro shows no Brasil em 2020

Heavy Metal: clipes de metal que marcaram uma geraçãoHeavy Metal
Clipes de metal que marcaram uma geração

Angra: Fabio Lione saiu do Rhapsody porque queria ficar no AngraAngra
"Fabio Lione saiu do Rhapsody porque queria ficar no Angra"


Heavy Metal: O início do movimento e a origem do termoHeavy Metal
O início do movimento e a origem do termo

Angra: versões bizarras de músicas da bandaAngra
Versões bizarras de músicas da banda


Sobre Rodrigo Simas

Designer, carioca e tricolor. Começou a ouvir música aos 11 anos, com Iron Maiden, Metallica e Rush. Tem como hobby quase profissional, a música. Além de produzir shows e eventos, trabalhou por 5 anos em loja especializada em Heavy Metal, e já escreveu para alguns sites e revistas de música. Hoje escuta de tudo um pouco, e cada vez mais descobre que existem apenas dois tipos de música: a boa e a ruim, independente do estilo. Bandas e artistas favoritos: Dave Matthews Band, Peter Gabriel, Rush, Iron Maiden, Led Zeppelin, Ben Harper, Radiohead, System of a Down... e a lista continua...

Mais informações sobre Rodrigo Simas

Mais matérias de Rodrigo Simas no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336