Tribuzy: estrelas do metal mundial em show histórico

Resenha - Execution Live Reunion - Tribuzy

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Clóvis Eduardo
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 9


A proposta de lançar um CD com um grande número de convidados ilustres é uma tarefa complicada. Ter Ralph Scheepers, Roland Grapow, Roy Z, Kiko Loureiro e Bruce Dickinson no mesmo disco, então, nem se fala. Agora, convidá-los para participar de um show para gravação de um DVD é sim, uma loucura praticamente impossível.

Metallica: a capa do "Death Magnetic" lembra uma vagina?Batismo: Os nomes verdadeiros dos artistas do Rock e Metal

E não é que veio todo mundo? Sem esquecer de Chris Dale e Mat Sinner que também apareceram, o show de Renato Tribuzy e banda tinha obrigação de ser para lá de especial. Dividir o palco com grandes estrelas do Heavy Metal mundial teria um gostinho de ineditismo, e para que isso ficasse para a eternidade, nada melhor do que aproveitar este momento para a gravação de um DVD.

Com som e imagem de primeira, "Execution Live Reunion" já leva o crédito pela atuação de Renato nos vocais e os companheiros Gustavo Silvera e Frank Schieber nas guitarras, Ivan Guilhon no baixo e Flávio Pascarillo na bateria. As quatro primeiras músicas do show gravado em São Paulo nos dias 11 e 12 de novembro de 2005 contam apenas com a formação original da banda, o que já é uma atração inquestionável. Enquanto a dupla nas seis cordas arrebenta nos riffs pesados e marcantes, Flávio e Frank dão continuidade na base das canções presentes no primeiro álbum de Tribuzy. E Renato, que não pára um segundo, fica responsável pela cantoria.

É verdade que alguns detalhes fazem a diferença, inclusive para os vocais de Renato. Em alguns momentos parece que quem está cantando é outra pessoa, principalmente nas partes mais rasgadas, onde ele precisa forçar os tons mais graves. Os tons mais altos também impressionam, justamente pela diferente maneira dele cantar.

Mas o show, por merecimento de todos, fica melhor a cada instante. Desde a participação de Kiko Loureiro em "Forgotten Time", Mat Sinner em "Nature of Evil" e Ralph Scheepers e Roland Grapow em "Absolution", não há o que tirar nem por. Principalmente esta última, onde o ex-guitarrista do Helloween e atual Masterplan, atropela qualquer vontade de olhar para o lado do público que aparenta estar um pouco frio, talvez inebriado pela constelação que está à poucos metros de distância.

Os convidados sobem ao palco, anunciados por Renato como se fossem amigos de boteco. E por que não haveria tanta intimidade? Afinal, o vocalista conta toda a história em um documentário no mesmo DVD, de como foi o primeiro contato com cada um dos participantes desta festa e como se tornaram amigos. Curioso é ver que tanto nas participações de Roland Grapow, Kiko Loureiro ou Roy Z, a banda fica com uma "parede" de três guitarras, causando ainda mais brilho para as canções ao vivo.

Tribuzy dá espaço ainda para Ralph cantar sozinho a música "Final Embrance", do Primal Fear. Bruce Dickinson também tem este direito, onde aproveita uma das mais famosas músicas da fase solo para deixar os brasileiros emocionados. "Tears Of The Dragon" ficou de arrepiar, ainda mais com o acompanhamento do polivalente guitarrista Roy Z e do baixista Chris Dale. Dickinson está muito à vontade, de tênis, bermudão, dispensando aquela correria que faz no Iron Maiden, entendendo que ele está realmente participando de uma festa ao lado dos amigos.

Após "Tears Of The Dragon", percebemos um pequeno corte na edição para adaptar uma seqüência de elogios que Bruce faz a Renato Tribuzy. Passada este comentário, eles iniciam "Beast In The Light", última música do DVD.

Na parte de extras, um documentário com cerca 20 minutos está repleto de entrevistas com Renato e toda a banda, além do depoimento de cada um dos convidados, contando como foi participar da gravação do cd e do show em São Paulo, além de "puxar um pouco" a corda do idealizador do projeto: Renato Tribuzy. No encarte, há várias fotos da reunião, inclusive com Andreas Kisser, guitarrista do Sepultura, que não é registrado nas gravações do show.

É neste documentário que percebemos que o show foi ainda mais interessante do que pudemos conferir no DVD. Momentos esses como quando Renato, Bruce, Ralph, Mat e Roland estão à frente do palco fazendo gracejos com o público, ou quando Bruce Dickinson toca bateria. Afinal, duas noites de show não seriam suficientes para entrar em apenas um DVD.

Mas não há o que reclamar. A qualidade de som, imagem e dos próprios músicos está acima de qualquer expectativa. Este DVD é uma ótima maneira de ver que o Heavy Metal nacional está bem representado pela banda de Tribuzy, e que pode ficar ainda melhor quando convidados ilustres dão o ar da graça.


Outras resenhas de Execution Live Reunion - Tribuzy

Tribuzy: DVD para qualquer pessoa que curta heavy metalTribuzy: DVD bem feito contendo um show coesoTribuzy: registro de um dos melhores shows do BrasilTribuzy: na história do Heavy Metal brasileiro




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Tribuzy"


Andre Matos: covers de Iron e Manowar com Dreadnox e Tribuzy em 1995Andre Matos
Covers de Iron e Manowar com Dreadnox e Tribuzy em 1995

Heavy Metal: 50 lições para ser um vocalista brasileiro do gêneroHeavy Metal
50 lições para ser um vocalista brasileiro do gênero


Metallica: a capa do Death Magnetic lembra uma vagina?Metallica
A capa do "Death Magnetic" lembra uma vagina?

Batismo: Os nomes verdadeiros dos artistas do Rock e MetalBatismo
Os nomes verdadeiros dos artistas do Rock e Metal

Axl Rose: como ele pegava todas as garotas que Slash conquistavaAxl Rose
Como ele pegava todas as garotas que Slash conquistava

Planno D: 10 coisas que irritam metaleiros (vídeo)Planno D
10 coisas que irritam metaleiros (vídeo)

Fotos de Infância: SlayerFotos de Infância
Slayer

System Of A Down: 10 álbuns que mudaram a vida de Serj TankianSystem Of A Down
10 álbuns que mudaram a vida de Serj Tankian

Metallica: trio de garotos toca músicas da banda e bomba na webMetallica
Trio de garotos toca músicas da banda e bomba na web


Sobre Clóvis Eduardo

Clóvis Eduardo Cuco é catarinense, jornalista e metaleiro.

Mais matérias de Clóvis Eduardo no Whiplash.Net.

adGoo336|adClio336