Hollowmind: peso do Heavy e musicalidade do Prog

Resenha - Soundscape Of Emotions - Hollowmind

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ben Ami Scopinho
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 9


O Hollowmind passou de 1993 a 1996 tocando pela região metropolitana de São Paulo até dar por encerrada suas atividades, sem ao menos deixar um álbum para a história. Mas, mesmo participando de outros projetos, Roberto Gutierrez (voz e baixo) continuou se dedicando desde então à criação de canções, até que em 2002 o Hollowmind foi reformulado, com Alexandre Silveira (guitarra), membro da primeira formação, novamente integrando o conjunto.

AC/DC: como Angus responde a um copo de cerveja atirado?Stoner Rock: Um guia básico para o estilo

A dupla finalizou as composições e entrou em estúdio para registrar seu álbum de estréia, longo processo que foi de 2004 a 2006, cuja produção, gravação e mixagem ficaram ao encargo de Udo Stramm, na própria capital paulista. E somente no final de 2007 é que chega ao público o fruto de tanto trabalho: "Soundscape Of Emotions", cujo acabamento é tão caprichado que a Die Hard Records não perdeu tempo, assinou com a banda e liberou esta belíssima versão em digipack.

São 10 faixas relativamente longas, onde o próprio Hollowmind diz investir em uma sonoridade que mescla o peso do Heavy Metal e a musicalidade do Rock Progressivo clássico, influenciada por Iron Maiden, Rush e Megadeth. As referências são válidas e de respeito, mas o grande lance aqui é que as mesmas são exploradas com bom senso e sensibilidade, longe de causar aquele conhecido sentimento de 'deja-vu' meio forçado no ouvinte.

São várias mudanças de andamento cujas transições são bem suaves; e até mesmo Roberto, com sua voz de timbre simples, sabiamente não se arrisca além do necessário e acaba soando de forma extremamente agradável. Vale mencionar que a bateria é seqüenciada, pois foi somente ao término das gravações que a formação se completou como um verdadeiro power trio, com a entrada do baterista Felipe Gomes.

Participam do CD os convidados José Cardillo (Eterna, Abstract Shadows), Kadu Averbach (Wizards), entre alguns outros. No que diz respeito às letras, o álbum foi concebido como uma pequena trilha sonora dos diversos sentimentos humanos. Sentimentos... É esta a palavra que define sua música, derrubando a necessidade de rotulá-la - basta dizer que é um álbum de Heavy Metal um tanto quanto peculiar e repleto de elegância. Muito bom!

Hollowmind - Soundscape Of Emotions
(2007 / Die Hard Records - nacional)

01. Cry - The Song Of Nonconformism
02. Future Black - The Song Of Hopelessness
03. Beyond The Distance - The Song Of Confidence
04. Shallow Room - The Song Of Introspection
05. The River - The Song Of Affection
06. Shame On Youth - The Song Of Disbelief
07. When The Heavens Enrage - The Song Of Righteousness
08. Inner Strength - The Song Of Frustration
09. Days Of Dying Peace - The Song Of Anguish
10. Fleeing Soul - The Song Of Deliverance

Homepage: www.hollowmind.com.br




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Hollowmind"


AC/DC: como Angus responde a um copo de cerveja atirado?AC/DC
Como Angus responde a um copo de cerveja atirado?

Stoner Rock: Um guia básico para o estiloStoner Rock
Um guia básico para o estilo

Ultimate Classic Rock: os 100 maiores clássicos do rockUltimate Classic Rock
Os 100 maiores clássicos do rock

Massacration: saiba quem é o baterista que tocava de verdadeMassacration
Saiba quem é o baterista que tocava "de verdade"

Rock In Rio: por que ladrões agem menos no dia do Metal?Rock In Rio
Por que ladrões agem menos no dia do Metal?

Roberto Carlos: Pink Floyd quebra relógio, o Rei manda consertarRoberto Carlos
Pink Floyd quebra relógio, o Rei manda consertar

Mastodon: Brent Hinds foi expulso da cerimônia do GrammyMastodon
Brent Hinds foi expulso da cerimônia do Grammy


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336