Resenha - Doomsday Rock 'N Roll - Chrome Division

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Ben Ami Scopinho
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Principalmente por ser encabeçado por Shagrath, do legendário Dimmu Borgir, e vir com uma proposta totalmente diferente de seu conhecido Black Metal, o Chrome Division vem recebendo ótima aceitação mundo afora. Com excelentes músicos em sua formação, sendo Eddie Guz (The Carburetors) nas vozes, Ricky Black na segunda guitarra, Luna (Ashes To Ashes) no baixo e Tony White (Minas Tirith) na bateria, seu debut “Doomsday Rock´n Roll” faz por merecer todos os elogios.
5000 acessosBreast of the Beast: Miley Cyrus paga peito com Iron Maiden5000 acessosMetallica: Trujillo e seus primos, membros de gangues

E Shagrath se mostra um músico pra lá de versátil. Como principal compositor do Chrome Division, este guitarrista impressiona pelos arranjos bem sacados e, apesar das óbvias referências ao rock´n roll sujo e saturado instituído pelo Motorhead, as canções são algo mais melódicas e fortemente influenciadas pelas bandas mais pesadas de Hard Rock que a década de 80 expôs ao mundo.

Inserindo muita distorção nestas influências, o álbum acaba soando atualizado e convencendo com sobras. Faixas como “Serial Killer”, “Here Comes Another One” e “Till The Break Of Dawn” lembram mesmo o já citado Motorhead, o que fica ainda mais reforçado pelo fato de Eddie Guz cantar de forma similar ao velho Lemmy. Mas também há Hard Rocks insanos e pegajosos como “Trouble With The Law”, “Breathe Easy” e “The Angel Falls” (que beleza de solo!!!), faixas incríveis cujas estruturas remetem diretamente ao Twisted Sister em sua melhor forma.

Simples, barulhento, malvadão e feito para se ouvir consumindo muita cerveja, isso é “Doomsday Rock´n Roll”. Se o caro leitor já tiver ouvido falar da grande força das bandas oitentistas e nunca tenha tido a oportunidade de escutá-las, confira cuidadosamente este Chrome Division. Mesmo pesadíssimo, suas músicas possuem boas doses da velha e saudosa energia que fez – e continua fazendo – história.

Chrome Division - Doomsday Rock 'N Roll
(2006 – Nuclear Blast Records / Rock Brigade Records – nacional)

01. Doomsday Overture
02. Serial Killer
03. Hate
04. Trouble With The Law
05. Chrome Division
06. Here Comes Another One
07. 1st Regiment
08. Breathe Easy
09. The Angel Falls
10. Till The Break Of Dawn
11. We Want More
12. When The Shit Hits The Fan

Homepage: www.chromedivision.com

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Chrome Division"

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Chrome Division"

Breast of the BeastBreast of the Beast
Miley Cyrus mostra peitinhos com camisa do Maiden

MetallicaMetallica
Trujillo e seus primos, membros de gangues

Fotos de InfânciaFotos de Infância
Os membros do Red Hot Chili Peppers antes da fama

5000 acessosSeparados no nascimento: James Hetfield e Mano Menezes5000 acessosNuno Bettencourt: Rihanna canta muito, mas ele não quer mais tocar com ela5000 acessosKurt Cobain: a teoria de assassinato do músico5000 acessosNME: os 50 álbuns com mais vendas na primeira semana5000 acessosDeep Purple: Ian Paice não sabe se ainda é amigo de Blackmore5000 acessosNightwish: Por que a Anette foi tão criticada pelos fãs?

Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online