Resenha - Anthrology: No Hit Wonders (1985-1991) - Anthrax

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rodrigo Simas
Enviar correções  |  Ver Acessos


Junto da série de lançamentos surgidos com a reunião da formação clássica da banda, "Anthrology: No Hit Wonders" é mais um ítem obrigatório para os fãs. Caça-níqueis? Talvez, mas serve como um registro importante, reunindo todos os clipes da fase Belladona. A grande maioria das músicas, se não sua totalidade, são clássicos absolutos da época e servem para, no mínimo, uma coletânea digna do Anthrax.

Iron Maiden: Steve Harris pensou em acabar com a banda em 1993Túmulos: alguns dos jazigos mais famosos do Metal nos EUA

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Se a fama de "engraçadinhos" já era notória, os clipes, o visual (as bermudas e bonés, contrariando totalmente a indumentária heavy metal) e o comportamento dos músicos não deixa dúvidas: eles tinham esse diferencial e levavam isso a sério. Mesmo que muitas vezes beirassem o ridículo.

Os clipes começam com uma versão ao vivo de "Metal Trashing Mad" (com Belladona nos vocais logicamente) na Alemanha, passando pelo bizarro "Madhouse", "Indians" (já bem mais produzido - com a banda alcançando relativo sucesso depois do lançamento de "Among The Living"), "Armed and Dangerous", "Among The Living" e Caught In a Mosh (as três gravadas no mesmo show, em Londres - já mostrava a frenética performance de todos os integrantes, principalmente os insanos Frank Bello e Scott Ian), "I am The Law" (gravada na turnê do disco "State Of Euphoria"), a divertidíssima "I'm The Man" (gravada no mesmo show de Londres, mas com som de estúdio), a socialmente politizada "Who Cares Wins", "Belly Of The Beast" (nessa época, Scott Ian já com a cabeça raspada), "Got The Time", "In My World" e "Bring Tha Noize" (com o Public Enemy).

Nos extras, comentários da banda, mais versões de "Madhouse" e "I'm The Man" e o excelente "personal playlist" onde você pode alterar a ordem dos clipes e assistí-los da maneira que quiser. O som, com opção de 5.1 e DTS, varia muito, principalmente nas músicas ao vivo. A imagem também não é das melhores, mas vale pela raridade dos vídeos e pelo documento da fase clássica de uma das melhores bandas de metal de todos os tempos.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Anthrax"


Metallica: Scott Ian explica se tem inveja do mega sucesso da bandaMetallica
Scott Ian explica se tem inveja do mega sucesso da banda

Queen: e se Dio, Serj, Dickinson e outros cantassem Bohemian Rhapsody?Queen
E se Dio, Serj, Dickinson e outros cantassem "Bohemian Rhapsody"?


Iron Maiden: Steve Harris pensou em acabar com a banda em 1993Iron Maiden
Steve Harris pensou em acabar com a banda em 1993

Túmulos: alguns dos jazigos mais famosos do Metal nos EUATúmulos
Alguns dos jazigos mais famosos do Metal nos EUA


Sobre Rodrigo Simas

Designer, carioca e tricolor. Começou a ouvir música aos 11 anos, com Iron Maiden, Metallica e Rush. Tem como hobby quase profissional, a música. Além de produzir shows e eventos, trabalhou por 5 anos em loja especializada em Heavy Metal, e já escreveu para alguns sites e revistas de música. Hoje escuta de tudo um pouco, e cada vez mais descobre que existem apenas dois tipos de música: a boa e a ruim, independente do estilo. Bandas e artistas favoritos: Dave Matthews Band, Peter Gabriel, Rush, Iron Maiden, Led Zeppelin, Ben Harper, Radiohead, System of a Down... e a lista continua...

Mais informações sobre Rodrigo Simas

Mais matérias de Rodrigo Simas no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336