Resenha - Hostile - Hostile

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ricardo Seelig
Enviar correções  |  Ver Acessos

publicidade

Nota: 7

O Hostile é uma nova banda islandesa que faz um som com fortes influências do thrash metal americano, de nomes como Exodus e Testament. O primeiro álbum dos caras, auto-intitulado, mostra que é bom manter os olhos ligados no grupo, que tem bastante potencial.

Fotos de Infância: Marilyn MansonMônica Guedes: "seus heróis morreram de overdose, os meus morrem na estrada, trabalhando"


Contando com apenas seis canções, o disquinho apresenta uma boa produção (feita pela própria banda), com destaque para o peso das guitarras. Individualmente, os destaques vão para o vocal de Asgeir e para a dupla de guitarristas Jonni e Vilhelm.

A influência do som da bay area já dá as caras na intro acústica, em uma tradição que nos leva de volta aos anos oitenta. A faixa de abertura, "Shattered Blood", tem riffs bem interessantes. O grupo se arrisca e tenta sair dos clichês impostos pelo gênero em "Special", que conta com partes faladas entre as estrofes. O resultado final é bastante satisfatório.

Voltando às guitarras, o CD apresenta uma grande quantidade de riffs que incitam à bateção de cabeça. Mesmo assim, fazem falta os solos, o que é estranho, já que é evidente a influência do já citado thrash americano no som dos caras, mas isto acaba passando batido na maioria do tempo, visto o bom nível das canções.

Fechando, gostei bastante da apresentação gráfica. O CD vem em formato digipack de altíssima qualidade, contendo todas as letras, e o resultado final ficou muito bom. Um exemplo que deveria ser seguido pelas centenas de bandas novas não só brasileiras, mas de todo o mundo.

Quem gosta do estilo deve conferir.

Faixas:
1. Intro
2. Shattered Blood
3. Special
4. Suffer
5. World Keeps On Turning
6. Breaking Bones

http://www.hostile.is
http://www.myspace.com/hostiletheband




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Hostile"


Fotos de Infância: Marilyn MansonFotos de Infância
Marilyn Manson

Mônica Guedes: seus heróis morreram de overdose, os meus morrem na estrada, trabalhandoMônica Guedes
"seus heróis morreram de overdose, os meus morrem na estrada, trabalhando"

Reb Beach: Não me importo de dizer que Kirk Hammet é um bostaReb Beach
"Não me importo de dizer que Kirk Hammet é um bosta"

Ultimate Classic Rock: os 100 maiores clássicos do rockUltimate Classic Rock
Os 100 maiores clássicos do rock

Ramones: Perguntas e respostas e curiosidadesRamones
Perguntas e respostas e curiosidades

Steel Panther: a participação assustadora de um Zakk Wylde embriagadoSteel Panther
A participação assustadora de um Zakk Wylde embriagado

Megadeth: a quase entrada de Dimebag Darrell para a bandaMegadeth
A "quase entrada" de Dimebag Darrell para a banda


Sobre Ricardo Seelig

Ricardo Seelig é editor da Collectors Room - www.collectorsroom.com.br - e colabora com o Whiplash.Net desde 2004.

Mais matérias de Ricardo Seelig no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336