Resenha - Somewhere Along The Highway - Cult Of Luna

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ben Ami Scopinho
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 8


A cada lançamento, este conjunto sueco vem desenvolvendo uma sonoridade bastante peculiar, sem limites à criatividade no momento de compor. Formado em 1999, o Cult Of Luna está chegando ao seu quarto registro e, conforme seus próprios integrantes informaram há tempos, "Somewhere Along The Highway" se afasta um pouco do doom, está menos pesado e com uma maior presença de teclados.

Classic Rock: as 10 melhores baladas dos anos 80Roqueiros conservadores: a direita do rock na revista Veja

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A forma como o Cult Of Luna consegue elaborar melodias envolventes realmente chega a impressionar, a atmosfera é tal que evoca imediatamente as mais variadas imagens ao ouvinte, e são poucos os conjuntos que conseguem atingir este nível, onde o sentimento está inteiramente aflorado. E o que esta banda toca? Difícil definir sua fórmula... E isto é ótimo numa época onde quase tudo precisa ser rotulado para ser viável comercialmente.

Suas canções estão impregnadas de distorção e muita emoção, com freqüentes e longas seções instrumentais, muitas vezes arrastadas. O peso das guitarras é constantemente interrompido por passagens delicadas, conseguidas através de programações e até mesmo pelos famigerados "loops", que visam incutir mais força às músicas.

As canções se sucedem numa linearidade fantástica, mas os melhores momentos deste disco estão reservados ao seu final. "Dim" traz riffs muito bons, efeitos eletrônicos e estruturas densas que variam entre o obscuro e o otimista, além de ótimos vocais gritados. E fechando o álbum, a gigantesca "Dark City Dead Man", com seus quase 16 minutos de crescimento progressivo e guitarras realmente grandes. Impossível deixar de citar também a bonita balada cantada com vozes limpas "And With Her Came The Birds", cujo tempero country mostra o quão eclético é o Cult Of Luna.

Tanta elaboração e atenção aos detalhes tornam "Somewhere Along The Highway" um disco mais voltado à arte propriamente dita. Deve ser absorvido aos poucos e fica a certeza de que será totalmente apreciado por aqueles que buscam sonoridades requintadas, experimentais e, por que não dizer, difíceis.

Formação:
Klas Rydberg: voz
Fredrik Kihlberg - guitarra e voz
Johannes Persson - guitarra e voz
Erik Olòfsson - guitarra
Andreas Johansson - baixo
Anders Teglund - teclados e samples
Thomas Hedlund - bateria

Cult of Luna - Somewhere Along The Highway
(2006 / Earache Records - importado)

01. Marching To The Heartbeats
02. Finland
03. Back To Chapel Town
04. And With Her Came The Birds
05. Thirtyfour
06. Dim
07. Dark City, Dead Man

Homepage: www.cultofluna.com




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Cult Of Luna"


Stoner Doom: 10 Bandas para conhecer o estiloStoner Doom
10 Bandas para conhecer o estilo


Classic Rock: as 10 melhores baladas dos anos 80Classic Rock
As 10 melhores baladas dos anos 80

Roqueiros conservadores: a direita do rock na revista VejaRoqueiros conservadores
A direita do rock na revista Veja


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336