Matérias Mais Lidas

imagemO hit da Legião Urbana cuja letra fala sobre esperança de Renato em se curar da AIDS

imagemResenha - Max e Iggor Cavalera; Return to Roots (Rio de Janeiro, 05/08/2022)

imagemA lenda do Rock que se arrepende de nunca ter dormido com Jimi Hendrix

imagemQuando Slash tentou entrar pro Kiss mas foi rejeitado por um motivo cruel

imagemPodcast diz que prática comum no black metal hoje seria "coisa de esquerdomacho"

imagemPrika explica critérios para entrar na Nervosa: "Fascista na minha banda não toca!"

imagemO hit dos Engenheiros do Hawaii que faz uma dura crítica à panelinha do rock nacional

imagemO sensato conselho que Lulu Santos deu para o novato Herbert Vianna

imagemBittencourt começou a fazer tai chi chuan no camarim após beque de Mariutti bater forte

imagemDez clássicos do rock e do heavy metal que não têm bateria

imagemMúsicos famosos fizeram teste para o AC/DC sem que ninguém soubesse, conta baterista

imagemPearl Jam: guitarrista se empolga e destrói equipamento e site faz conta do prejuízo

imagemIron Maiden, Nervosa e Megadeth estarão na edição de 2023 do Wacken Open Air

imagemSlayer: Dave Lombardo surpreende ao eleger suas três músicas favoritas

imagemO álbum do Megadeth que parecia ser do Metallica, até que um fã enquadrou Mustaine


Dream Theater 2022

Resenha - Trials And Punishments - Laudany

Por Ricardo Seelig
Em 27/08/06

publicidade

Nota: 8

A música brasileira está passando por uma fase excepcional, e não estou me referindo a nada ligado as tradicionais sonoridades associadas ao nosso país. Esta afirmação está baseada total e exclusivamente no surgimento de um número elevado de excelentes novas bandas que executam o som que aprendemos a amar ao longo dos anos: o rock, o rock and roll, o heavy metal, o hard rock, ou seja qual for a denominação que resolveram dar ao estilo esta semana.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Basta uma pequena lista para comprovar isso: Henceforth, Mindflow, Perpetual Dreams, Scars, além de novos gigantes como Krisiun, estão ateando fogo no cenário musical nacional, e isso faz um bem danado para todos os envolvidos, passando por fãs, jornalistas e músicos. Pois agora mais um nome surge e tem tudo para figurar lado a lado com os citados acima: Laudany.

Investindo em uma sonoridade pesada, e que busca por um caminho único, o grupo mostra personalidade em "Trials And Punishments". Ainda que o rótulo "gothic metal" seja recorrente nas matérias sobre o Laudany, a banda transcende esta denominação. Influências do estilo podem ser sentidas em todas as faixas, assim como pitadas de hard rock, metal tradicional e até progressivo. Para efeitos de comparação, o som da banda me trouxe à mente o grupo finlandês The 69 Eyes, principalmente pelas generosas doses de hard rock.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Mas ficar neste papo de estilos e rótulos é perda de tempo. O que vale é colocar o trabalho para rolar, e daí a coisa muda de figura. O profissionalismo dos caras salta aos ouvidos, com músicas muito bem elaboradas, arranjos que passam a sensação de terem sido muito bem pensados e discutidos, execução impecável e uma produção excelente. Os vocais de Moysés Prado são uns dos destaques do álbum, assim como o trabalho do tecladista Wellington Moreira. Guitarras pesadas são presença constante, o que torna o som do Laudany muito agradável, e fácil, de se ouvir.

De uma maneira geral as dez faixas que compõe "Trials And Punishments" soam bastante homogêneas, com a qualidade nivelada pelo alto (bem pelo alto, diga-se de passagem). A abertura com "Learning To Fall" poderia ser trabalhada perfeitamente como single que estouraria facilmente nas "rádios rock" do país. "Darkening The Youth" também merece destaque, assim como "The Almighty Ego", a linda balada "Unnatural Paradise", "Criminal" e "My Dying Seeds", mas o disco soa convincente do início ao fim.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Merece destaque também o belíssimo trabalho gráfico, de muito bom gosto e que agrada de imediato.

O Laudany mostrou algumas cartas na manga em "Trials And Punishments", e lançou um excelente disco. Este ano de 2006 está sendo pródigo em ótimos álbuns nacionais e tenho certeza de que continuará sendo assim, mostrando todo o talento que os músicos brasileiros possuem.

Um grande álbum, pode comprar sem medo.

Faixas:
1. Learning To Fall
2. Darkening The Youth
3. Foolishy Convinced
4. The Almighty Ego
5. Unnatural Paradise
6. Loosing Shelter
7. Invisible
8. Criminal
9. A Cold Whisper
10. My Dying Seeds

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

O Suprassumo do Superestimado: os 11 mais (ou menos) nacionais

Iron Maiden: o vocal que quase substituiu Bruce Dickinson em 93


Sobre Ricardo Seelig

Ricardo Seelig é editor da Collectors Room - www.collectorsroom.com.br - e colabora com o Whiplash.Net desde 2004.

Mais matérias de Ricardo Seelig.