Resenha - Visions - Ian Parry

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ben Ami Scopinho
Enviar Correções  

9


O holandês Ian Parry é um músico muito talentoso que realmente nunca caiu nas graças do público brasileiro... Veterano até o osso (seu primeiro disco é de 85, da banda de hard rock Hammerhead), já participou de um número espantoso de projetos, tendo como os mais lembrados o Elegy e a trilogia ópera-rock progressiva Consortium Project.

Há dez anos sem liberar um disco-solo, "Visions" traz novamente muita classe na fusão de rock clássico, hard rock e heavy metal, já tão conhecida na música de seus solos anteriores. E a presença de membros do Kamelot, Within Temptation, Vanden Plas, entre outros, vem aumentar ainda mais o nível de interesse que este disco possa causar.

publicidade

Este seu quarto disco-solo traz uma aura mais moderna, incluída de maneira bastante consciente por Ian, mas nunca em detrimento do lado cru de suas composições. Sua voz continua inconfundível e passional em canções de arranjos complexos mesclados a momentos bem acessíveis, com refrãos realmente grandiosos, merecendo citação as vozes femininas, que dão um toque todo especial nos momentos em que aparecem.

publicidade

"Innocent Minds" começa de forma bem moderna, com teclados dramáticos e tendo Ian Parry ao lado de uma belíssima uma voz feminina, tanto que esta e "Anything So Easily" são as canções mais diferentes do CD. Há boas baladas, tendo como destaque "Another Day", cheia de feeling e, de resto, muito bom gosto que percorre faixa a faixa.

"Visions" é um trabalho digno de elogios, contemporâneo e totalmente indicado aos amantes de rock pesado que não façam questão em escutar melodias comerciais, destas que não ofendem de maneira alguma a inteligência do ouvinte. Se este é você, corra atrás, pois dificilmente haverá decepção!

publicidade

Músicos de "Visions":
Ian Parry – voz e teclados
Rosita Abbink, Kyra Dutrieux, Joyce Meuwissen, Judith Rijnveld e Christine Wolff – vozes
Joshua Dutrieux (Elegy, Consortium Project) – teclados e guitarra
Robert Finan (Consortium Project) - baixo
Casey Grillo (Kamelot, Consortium Project) - bateria
Ivar De Graaf (Within Temptation) - bateria
Stephan Lill (Vanden Plas, Consortium Project) - guitarra
Andreas Lill (Vanden Plas) - bateria
Torsten Reichert ( Vanden Plas) - baixo
Stefan Weismueller - teclados
Alfred van der Zwam - guitarra
Marcel van der Zwam - baixo
Mario Zapata - guitarra

publicidade

Ian Parry - Visions
(2006 / Escape Music – importado)

01. Innocent Minds
02. Anything So Easily
03. Fools Don’t Cry
04. Angels
05. Another Day
06. Fallin’
07. Smiley People
08. Slip Away
09. Lovin’ Stranger
10. No Man’s Land
11. Visions

Homepage: www.ianparry.com




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Guns e Sabbath: semelhança entre Zero the Hero e Paradise CityGuns e Sabbath
Semelhança entre "Zero the Hero" e "Paradise City"

Batom, laquê...: Como formar uma banda de Hard Rock em 69 liçõesBatom, laquê...
Como formar uma banda de Hard Rock em 69 lições


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin