Resenha - For Death & Glory - Thronar

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ben Ami Scopinho
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 10


O Thronar vem da Holanda e confesso que é uma excelente surpresa! Formado em 1998 sob o nome de Cerberus, lançaram duas demos com canções que eram uma mistura de black metal melódico com folk. Apesar da boa recepção destes trabalhos, resolvem mudar o nome para Thronar e seguir um estilo musical que a própria banda vem chamando de Battle Metal.

Em cana: os rockstars em suas fotos mais constrangedorasDead Fish: A proposta mais indecente que a banda já recebeu

Bom... Este tal de Battle Metal é basicamente uma boa mistura de viking com influências do heavy metal tradicional, tudo muito épico e com pitadas de folk, variando entre a agressão e as melodias, com mais presença nesta última. E o clima de barbarismo fica ainda mais reforçado pelo visual de guerreiros vestidos com peles e pintados de azul (alguém aí já assistiu Coração Valente?).

Tendo em sua formação Reamon Bloem (voz e guitarra), Otto van Beusekom (voz e guitarra), Bouke Braun (baixo), a amazona Nathalia Hoogkamer (sintetizadores) e Jarno Olinga (bateria), estes holandeses estão debutando por uma gravadora inglesa com "For Death & Glory". A maneira como mesclam a parte instrumental e lírica - obviamente sobre batalhas e guerras medievais - consegue realmente transportar o ouvinte para os antigos campos de batalha.

Um dos grandes trunfos desta banda é o uso de teclados muito bem encaixados e inspirados, seguindo a linha adotada pelo Bal Sagoth. Os riffs são galopantes e o trabalho com as vozes é excelente, se alternando entre vozes ásperas e limpas, em especial nos refrãos, tornando sua sonoridade ainda mais variada. Apesar de ser majestoso, nunca deixa de ser sujo, é puro heavy metal.

Quem curte Thyrfing, Amon Amarth e similares pode adquirir "For Death & Glory" no escuro, é um disco excelente e dificilmente o ouvinte se arrependerá da aquisição. E este visual bárbaro que é tão bizarro aos olhos de quem mora em países tropicais é com certeza levado a sério pelo Thronar, tanto que adivinhem quem é o personagem que aparece na página de abertura de seu site oficial?

Essa não é difícil ...

Thronar - For Death & Glory
(2005 - Seven Kingdoms - importado)

1. To Kill And Be King
2. Gift From The Gods
3. The Hunt For Vengeance
4. Crimnor Valora
5. Dainar's Last Rites
6. For Death & Glory
7. Screams Of Thunder
8. Where Sword, Axe And Bow Strike Together
9. The Butcher's Bill

Homepage: www.thronar.com




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Thronar"


Em cana: os rockstars em suas fotos mais constrangedorasEm cana
Os rockstars em suas fotos mais constrangedoras

Dead Fish: A proposta mais indecente que a banda já recebeuDead Fish
A proposta mais indecente que a banda já recebeu

Cradle Of Filth: Dani Filth explica seu conceito de religiãoCradle Of Filth
Dani Filth explica seu conceito de religião

Religião: os rockstars que se converteramReligião
Os rockstars que se converteram

Tico Santa Cruz: um comovente texto sobre suicídio de ChampignonTico Santa Cruz
Um comovente texto sobre suicídio de Champignon

Aerosmith: Tyler, Perry e coral infantil em Dream On (completo)Aerosmith
Tyler, Perry e coral infantil em "Dream On" (completo)

Marcio Guerra Canto: o extraordinário Ronnie James DioMarcio Guerra Canto
O extraordinário Ronnie James Dio


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336