Matérias Mais Lidas

imagemO que mais impede Kiko Loureiro de voltar ao Angra? (Não tem nada a ver com o Megadeth)

imagemHumberto Gessinger faz símbolo do "L" do Lula com a mão em show e fãs vibram

imagemBill Hudson diz que tatuagem pode ter sido entrave para entrar no Megadeth

imagemMarcos Mion conta história de encontro (e manjada) com Bon Jovi no banheiro

imagemEdgard Scandurra, do Ira!, explica atual sumiço do rock nas rádios brasileiras

imagemLuísa Sonza posta fotos com camiseta da banda de death metal Morbid Angel

imagemA curiosa opinião de Ozzy sobre cover do Metallica para "Sabbra Cadabra"

imagemBruce Dickinson diz o que o surpreendeu quando retornou ao Iron Maiden

imagemTaylor Hawkins: Ele estava cansado e pronto pra abandonar o Foo Fighters

imagemO erro geográfico na letra de "All Star", música que Nando Reis fez para Cássia Eller

imagemA curta e interessante lista de músicas do Iron Maiden escritas por Dave Murray

imagemDavid Gilmour surpreende ao responder se o Pink Floyd pode voltar a fazer shows

imagemBeatles: Paul McCartney conta a história por trás de "Ob-La-Di, Ob-La-Da"

imagemOzzy Osbourne revela o único integrante de sua banda que saiu "do jeito certo"

imagemAutor de "God Save The Queen", Johnny Rotten diz que sente orgulho da Rainha Elizabeth


Stamp

Resenha - Lightnin' To The Nations - NWOBHM - 25th Anniversary Collection

Por Rodrigo Werneck
Em 27/01/06

Nota: 8

O termo NWOBHM ("New Wave Of British Heavy Metal", ou, em português, "Nova Onda do Heavy Metal Britânico") foi cunhado em 1979 pelo jornalista Geoff Barton, que escrevia para o semanário inglês "Sounds". Um quarto de século depois, várias bandas surgidas nessa época acabaram, e outras tantas alcançaram sucesso mundial, como o Iron Maiden e o Def Leppard. A coletânea em questão dá uma geral no cenário do rock pesado inglês daquele período.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Após a cena punk ter dominado o prolífico celeiro inglês de música por alguns anos, foi a vez do heavy metal ressurgir, na virada dos anos 70 para os 80. Mesclando os ingredientes oriundos de bandas clássicas como Black Sabbath, Deep Purple, Judas Priest, etc., com a crueza dos grupos punks, as novas bandas metálicas começaram a surgir em todos os cantos do Reino Unido. Cerca de 25 anos depois, a Sanctuary lança oportunamente agora em 2005 esta coletânea tripla, contendo uma faixa de cada banda que teve alguma importância no cenário em questão (com algumas ausências importantes, vale ressaltar!). Um encarte caprichado contém texto do jornalista Dave Ling, da revista inglesa "Classic Rock", um expert no assunto.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

O primeiro CD abre logo com alguns petardos de respeito. O primeiro é "Vice Versa", do grupo Samson, que incluía não somente o líder e guitarrista Paul Samson (RIP), como também um certo vocalista apelidado de Bruce Bruce, mas que se tornaria famoso mais adiante já utilizando seu sobrenome Dickinson. A seguir, temos uma música do White Spirit, grupo que incluía o guitarrista Janick Gers, que logo em seguida seria convidado a participar da banda Gillan (não por coincidência, o White Spirit bebeu muito na fonte do Purple!), e por fim integraria as fileiras do Maiden, onde está até hoje. Outras bandas clássicas completam este primeiro CD, entre elas várias cujos discos chegaram a sair no Brasil, e/ou cujas músicas eram apresentadas com uma certa freqüência em programas de rádio "malditos" (tal como o "Guitarras", na rádio Fluminense do Rio de Janeiro). O trio infernal Raven, as garotas do Girlschool, mais o Blitzkrieg, o Satan, o Avenger, o Heavy Pettin, e o Bronz do vocalista Max Bacon, que viria a se juntar mais tarde aos guitarristas Steve Howe (do Yes e do Asia) e Steve Hackett (do Genesis), no GTR. Pausa para algumas curiosidades... Ouçam a faixa "Hard Man", do Bastille, e verifiquem de onde possivelmente surgiu a inspiração para o riff da música "Two Minutes To Midnight", do Iron Maiden. E a banda Persian Risk incluía entre seus membros o guitarrista Phil Campbell, hoje no Motörhead.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

O segundo CD começa em grande estilo, com 3 grupos seminais do movimento: o Diamond Head, que influenciou enormemente bandas que acabaram se tornando muito mais conhecidas do que eles (como o Metallica, que gravou covers para algumas de suas músicas), e que muitos jornalistas ingleses afirmavam serem os criadores dos riffs mais inventivos desde os primeiros discos do Black Sabbath. Seguem-se o Saxon de Biff Byford, velho conhecido dos brasileiros, e o Angel Witch, cujo álbum de estréia é até hoje aclamado como um dos mais importantes da NWOBHM. Mas os nomes conhecidos não param por aí. O Venom, que chegou a vir ao Brasil nos seus anos de ouro (juntamente com o Exciter), está presente, embora apresentasse um som bem mais pesado que a maioria das outras, mas mesmo assim é comumente incluído como participante do movimento. O Quartz, banda que foi inclusive produzida por Tony Iommi, do Black Sabbath, aparece com uma versão ao vivo para "Street Fighting Lady". Outra banda que teve disco lançado no Brasil é o Tysondog, que bebia na fonte do Judas Priest, embora houvesse quem dissesse na época que seu vocalista era mesmo influenciado pelo Paul Stanley, do Kiss.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Enfim, o terceiro CD. Da mesma forma que nos dois primeiros, algumas bandas de destaque foram guardadas para abrir este CD. Começando, o Tygers of Pan Tang, que entre outros incluiu o guitarrista John Sykes (mais conhecido pelos seus trabalhos com o Thin Lizzy e o Whitesnake), seguido pelo Praying Mantis, que incluiu em diferentes épocas o guitarrista Dennis Stratton (também com passagem pelo Maiden), o vocalista Bernie Shaw (que depois seguiu para o Uriah Heep), entre outros. Curiosamente, a próxima música incluída nesta compilação é da banda Streetfighter, cujo guitarrista era... sim, John Sykes! Justamente sua banda antes de se mandar para os lados dos Tygers. Outra faixa ao vivo incluída é "Killing Time", com a banda Sweet Savage, da qual fez parte um tal de Vivian Campbell, mais conhecido por seu trabalho posterior com Dio, Whitesnake e finalmente com o Def Leppard, com quem está até os dias atuais. Outros grupos dignos de menção são o Warfare (que contou com produtores do naipe de Lemmy, do Motörhead, e Cronos, do Venom), o Savage, o Jaguar, e o Horsepower (eram na realidade norte-americanos da Filadélfia radicados em Londres!). Por fim, mais um ponto de ligação com o Iron Maiden: a última música da compilação, "Rock Out", do grupo Steel, começa de forma muito parecida com "Running Free".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Resumindo: um lançamento histórico, fundamental para quem quer entender um pouco mais sobre o renascimento do heavy metal britânico e – por que não dizer, sem exagero algum – mundial.

Tracklist:

CD 1

1. Vice Versa - Samson
2. High Upon High - White Spirit
3. Don't Need Your Money - Raven
4. Sledgehammer - Sledgehammer
5. Always Ready - Bitches Sin
6. Blitzkrieg - Blitzkrieg
7. Take It All Away - Girlschool
8. Chevy - Chevy
9. Ridin' High - Persian Risk
10. Trial By Fire - Satan
11. Lady Of Mars - Dark Star
12. On The Rocks - Avenger
13. Love X Love - Heavy Pettin
14. Cutting Loose - Xero
15. Let's Get This Show On The Road - Hellanbach
16. Night Runner - Bronz
17. We Have Arrived - Saracen
18. Hard Man - Bastille
19. Rock N Roll Are 4 Letter Words – Silverwing

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

CD 2

1. Lightning To The Nations - Diamond Head
2. Motorcycle Man (Live) - Saxon
3. Angel Of Death - Angel Witch
4. If I Were King (Live) - Vardis
5. Name, Rank & Serial Number - Fist
6. Rock You Tonight - Marseille
7. Street Fighting Lady (Live) - Quartz
8. Future Warriors - Atomkraft
9. Black Ice - Aragorn
10. Give Me A Chance - Shy
11. In League With Satan - Venom
12. Piece Of The Action - Jess Cox
13. The Inquisitor - Tysondog
14. Laying Down The Law - Cloven Hoof
15. Hot Lady - Dedringer
16. Messiah - Axis
17. Nobody's Move - Lone Wolf
18. Rock Me - Mammath

CD 3

1. Don't Touch Me There - Tygers Of Pan Tang
2. Captured City - Praying Mantis
3. She's No Angel - Streetfighter
4. Killing Time ('96 Version) - Sweet Savage
5. One Of These Days - Trespass
6. Heavy Metal Mania - Holocaust
7. Hollywood Tease - Girl
8. Fight Back - Ethel The Frog
9. Let It Loose ('95 Version) - Savage
10. Axe Crazy - Jaguar
11. Knocked Out - Black Rose
12. Miracle Man - Sabre
13. Running - Turbo
14. Take It Or Leave It - Crucifixion
15. Burn Down The Kings Road - Warfare
16. You Give Me Candy - Horsepower
17. Feel The Power - Tarot
18. Never Surrender - S.H.E.
19. Rock Out - Steel

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

PRB
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp



Sobre Rodrigo Werneck

Carioca nascido em 1969, engenheiro por formação e empresário do ramo musical por opção, sendo sócio da D'Alegria Custom Made (www.dalegria.com). Foi co-editor da extinta revista Musical Box e atualmente é co-editor do site Just About Music (JAM), além de colaborar eventualmente com as revistas Rock Brigade e Poeira Zine (Brasil), Times! (Alemanha) e InRock (Rússia), além dos sites Whiplash! e Rock Progressivo Brasil (RPB). Webmaster dos sites oficiais do Uriah Heep e Ken Hensley, o que lhe garante um bocado de trabalho sem remuneração, mais a possibilidade de receber alguns CDs por mês e a certeza de receber toneladas de e-mails por dia.

Mais matérias de Rodrigo Werneck.