Resenha - Recipe For Disaster - Brand New Sin

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ben Ami Scopinho
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 9


Senhores, aqui temos um disco como poucos que apareceram nos últimos anos... Brand New Sin possui todas as características para se firmar como um dos grandes nomes do rock pesado norte-americano e mundial. Contando com os tatuadíssimos Joe Altier (voz), Kenny Dunham (guitarra), Kris Wiechmann (guitarra), Chuck Kahl (baixo) e Kevin Dean (bateria), a banda vem adquirindo muito respeito desde 2002, época de seu primeiro disco.

Tradução: The Dark Side Of The Moon, do Pink FloydPink Floyd: dupla sertaneja desvirtua clássico da banda

"Recipe For Disaster" é seu terceiro registro e traz uma mistura de rock'n'roll, hard rock sulista e heavy metal que impressiona pela energia bruta, carisma e sujeira. Para se ter uma idéia da qualidade de sua arte, o Brand New Sin vem excursionando com bandas do calibre do Slayer, Black Label Society, até Breaking Benjamin e Saliva, ou seja, conjuntos que na teoria seriam incompatíveis. O resultado inesperado é que tem conquistado de maneira merecida fãs das mais variadas platéias por onde tocam.

Não de todo pesado, não de todo veloz. Referências dos anos setenta e principalmente oitenta aparecem aqui e ali, mas nada soa datado. A voz pesada de Joe não tem nada de comercial, assim como os solos cheios de vida e os riffs ganchudos e ásperos com alguma influência de Zakk Wylde, tudo é envolto em um clima de muito respeito pela música.

Faixas como "Brown Street Betty", "Black And Blue" e "Freight Train", por exemplo, são verdadeiros hinos que representam a alma do rock'n'roll pesado, sujo e rebelde como tem que ser. "Running Alone", com todo seu jeitão de rock sulista à la Lynyrd Skynyrd, parece ser uma daquelas bombas prontas para explodir com seu violão todo nervoso. Praticamente as 13 faixas possuem refrãos tão expontâneos que farão a festa nas apresentações do Brand New Sin.

"Recipe For Disaster", com sua versatilidade, é um dos discos mais fortes deste ano e uma recomendação completa para aqueles que procuram algo realmente honesto no rock pesado, seja qual for sua vertente.

Um belo lançamento da Century Media para o Natal, mas... OPA! Mas o saco do Papai Noel aí só pode estar furado... Na caixa do CD há a informação de que há um vídeo clip para a faixa "Black And Blue", que infelizmente não existe! ... Cadê o vídeo, Century Media?

BRAND NEW SIN - Recipe For Disaster
(2005 - Century Media Records)

01. Arrived
02. The Loner
03. Brown Street Betty
04. Black And Blue
05. Runnin' Alone
06. Freight Train
07. Vicious Cycles
08. Another Reason
09. Days Are Numbered
10. Once In A Lifetime
11. Dead Man Walking
12. Gulch
13. Wyoming

Home page: www.brandnewsin.org




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Brand New Sin"


Tradução: The Dark Side Of The Moon, do Pink FloydTradução
The Dark Side Of The Moon, do Pink Floyd

Pink Floyd: dupla sertaneja desvirtua clássico da bandaPink Floyd
Dupla sertaneja desvirtua clássico da banda

Capas de álbuns: 30 das piores artes da históriaCapas de álbuns
30 das piores artes da história

Fotos de Infância: Cradle Of FilthFotos de Infância
Cradle Of Filth

Lars Ulrich: As mulheres da vida do bateristaLars Ulrich
As mulheres da vida do baterista

Scorpions: o que tornou Wind of Change tão especialScorpions
O que tornou "Wind of Change" tão especial

Axl Rose: a primeira ficha policial aos 18 anosAxl Rose
A primeira ficha policial aos 18 anos


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336