Resenha - Jupiters Darling - Heart

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ricardo Seelig
Enviar correções  |  Ver Acessos

publicidade

Nota: 8

Uma das grandes bandas do rock de arena americano dos anos 70 e 80, o Heart lançou em junho de 2004 "Jupiters Darling", que agora ganha versão nacional pela ST2.

Heart: banda toca "Stairway To Heaven" em show; assistaMilho Wonka: quem são os Posers do Rock hoje em dia?


Primeiro álbum com canções inéditas do grupo desde "Desire Walks On", de 93, "Jupiters Darling" retoma a principal característica que transformou o Heart em uma das maiores, senão a maior, influência de artistas como Lita Ford, Concrete Blonde, Vixen, 4 Non Blondes e outros: o equilíbrio entre o hard rock extremamente competente e baladas repletas de influências country e folk.

Liderado pelas irmãs Ann (vocais) e Nancy Wilson (vocais e guitarra, e também esposa do cineasta Cameron Crowe, diretor de filmes como "Quase Famosos", "Vida de Solteiro", "Vanilla Sky" e "Jerry Maguire"), o Heart conta neste álbum com uma formação muito forte, com Craig Bartock nas guitarras (ele também divide a produção, ao lado de Nancy), Darian Sahanaja nos teclados (ex-Wondermints e Masticators), Mike Inez no baixo (ex-Alice In Chains, Slash's Snakepit e Ozzy Osbourne, entre outros) e Ben Smith na bateria, Natural de Seattle, a banda também chamou Jerry Cantrel (Alice in Chains) e Mike McCready (Pearl Jam) para participarem do álbum, em uma ligação direta ente o som feito nos anos setenta e noventa na cidade natal de Jimi Hendrix.

O álbum abre com "Make Me", que começa acústica e desemboca em um refrão pegajoso. "Oldest Story In The World", a faixa seguinte, apresenta riffs pesados em um hard rock cadenciado, onde a voz de Ann Wilson é o grande destaque.

"Things" vem a seguir, e retoma a ligação da banda com o Led Zeppelin, em uma faixa que parece vir direto do "Led Zeppelin III". Nancy Wilson parece incorporar Robert Plant nos vocais, nos levando de volta aos início dos anos setenta. Aliás, Nancy e a irmã Ann já haviam deixado bem clara a influência do Zeppelin no som do Heart quando regravaram "Battle Of Evermore", do "Led Zeppelin IV", para a trilha do filme "Vida de Solteiro".

Já "The Perfect Goodbye" nos traz para os anos oitenta, em uma bela e agradável balada. "Move On" é hard rock dos bons, e em alguns momentos lembra Joan Jett.

Nancy Wilson volta aos vocais mais uma vez em "I Need The Rain", que em seu início nos remete a "Going To California", do quarto álbum da banda de Jimmy Page e Robert Plant. Ela também faz a voz principal em "Led To One" e "I'm Fine", ambas com participação do guitarrista do Pearl Jam, Mike McCready.

Outros bons momentos do álbum são as faixas "I Give Up", a pesadona "Vainglorius", "Down The Nile" e a bela acústica "Lost Angel" (nesta última o clima é semelhante à coletânea de b-sides do Concrete Blonde, "Still In Hollywood"). O álbum fecha com "Hello Moonglow" e com duas faixas bônus: "How Deep It Goes" e a versão acústica de "Fallen Ones".

Além de tudo isso, merece destaque também o belo encarte com 24 páginas, com diversas ilustrações psicodélicas, fotos do grupo e todas as letras.

No final, "Jupiters Darling" nos oferece uma audição agradável, e recarrega as baterias do Heart por mais alguns anos, mostrando que as irmãs Wilson ainda tem o que mostrar. Um bom álbum, que merece ser ouvido.

Se você gostou do som e se interessou pela banda, vá atrás dos dois primeiros discos, "Dreamboat Annie" de 1976 e "Little Queen" de 77 (que contém a clássica "Barracuda", um dos maiores hinos do grupo), além de "Heart" de 85 ("If Looks Could Kill", famosa no Brasil por ter sido usada em um comercial de cigarro nos anos oitenta, é deste álbum).

Faixas:

1. Make Me
2. Oldest Story In The World
3. Things
4. The Perfect Goodbye
5. Enough
6. Move On
7. I Need The Rain
8. I Give Up
9. Vainglorious
10. No Other Love
11. Led To One
12. Down The Nile
13. I'm Fine
14. Fallen Ones
15. Lost Angel
16. Hello Moonglow

Bonus Tracks:

17. How Deep It Goes
18. Fallen Ones (Acoustic)

Ouvindo:
Bruce Dickinson, Devil On A Hog.


Outras resenhas de Jupiters Darling - Heart

Resenha - Jupiters Darling - Heart




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Heart"


Heart: banda toca "Stairway To Heaven" em show; assista

Heart: não fiquei surpresa com a morte de Chris CornellHeart
"não fiquei surpresa com a morte de Chris Cornell"

Heart: banda mostrou a Lzzy Hale que dava para fazer rock sendo mulherHeart
Banda mostrou a Lzzy Hale que dava para fazer rock sendo mulher

Heart: a agressão que congelou a banda e separou as irmãs WilsonHeart
A agressão que congelou a banda e separou as irmãs Wilson


Milho Wonka: quem são os Posers do Rock hoje em dia?Milho Wonka
Quem são os Posers do Rock hoje em dia?

Teoria da Conspiração: Slipknot troca membros em shows ao vivo?Teoria da Conspiração
Slipknot troca membros em shows ao vivo?

Heavy Metal: as 10 capas mais de macho de todos os temposHeavy Metal
As 10 capas mais "de macho" de todos os tempos

Motley Crue: Atriz pornô comenta sua relação com Tommy LeeMotley Crue
Atriz pornô comenta sua relação com Tommy Lee

Dream Theater: semelhanças na capa de álbum?Dream Theater
Semelhanças na capa de álbum?

Nikki Sixx: Sebastian Bach tem que sair dessa de ex-Skid RowNikki Sixx
"Sebastian Bach tem que sair dessa de ex-Skid Row"

Guns N' Roses: O caminho até o recomeçoGuns N' Roses
O caminho até o recomeço


Sobre Ricardo Seelig

Ricardo Seelig é editor da Collectors Room - www.collectorsroom.com.br - e colabora com o Whiplash.Net desde 2004.

Mais matérias de Ricardo Seelig no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336