Matérias Mais Lidas

imagemCinco discos de heavy metal para ouvir sem pular nenhuma faixa

imagemTitãs: traído, o baterista destruiu o quarto; Paulo Ricardo viu na TV a traição

imagemMarko Hietala anuncia retorno ao mundo da música e fãs pedem volta ao Nightwish

imagemWandinha, da Netflix, resgata banda icônica do Rock em canção com letra sacana

imagemO maior álbum de todos os tempos, na opinião do saudoso Ronnie James Dio

imagemMetallica: se você achou caro o pacote do Titãs, fuja dos preços da turnê de Hetfield & Cia

imagemO curioso ritual do Fleetwood Mac antes de subir ao palco, revelado por Christine McVie

imagemEx-vocalista do Mötley Crüe não bota fé na aposentadoria de Mick Mars

imagemTony Iommi não queria mandar Ozzy Osbourne embora, mas demissão foi inevitável

imagem"Não há reunião do Pantera sem Vinnie e Dime", afirma espólio de Vinnie Paul

imagemIggor Cavalera diz que o metal às vezes é muito conservador

imagemFãs não perdoam e reclamam da bateria de Lars Ulrich em novo single do Metallica

imagemJohn Lennon sentia que seu filho Julian "queria que Paul McCartney fosse seu pai"

imagemA bonita homenagem que Angra fará a Andre Matos em novo álbum, segundo Fabio Lione

imagemKiko Zambianchi foi proibido de ir no Silvio Santos após apresentador errar seu nome


Stamp
Summer Breeze

Resenha - Motriz - Edu Gomez

Por Rafael Carnovale
Postado em 26 de junho de 2005

Nota: 8

Oriundo de Natal (RN), o guitarrista Edu Gomez possui um vasto caldeirão de influências, que vão desde o blues, passando pelo hard rock, e flertando com o heavy metal. Citar Joe Satriani, Vai, Santana e Buddy Guy como seus mentores musicais não seria erro nenhum. Após participar de algumas bandas, o mesmo dá início a seu trabalho solo, que foi candidato ao Prêmio Claro de "Melhor álbum independente".

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Cd’s de guitarristas são uma incógnita. Ou o cara é um "virtuose" mala e enche seu CD de solos intrincados e "riffs" complementares ou esbanja cuidado nas composições, ou ambos. É duro ser guitarrista... mas (como diria o bordão), Edu é brasileiro e não desiste nunca!!! "Motriz", a faixa, de longe se destaca por ser um trabalho conjunto de banda e pela levada hard, com belas bases, alternadas com solos que variam do simples ao sofisticado. "Cafeinado" já tem uma pegada que lembra os momentos mais suaves de Joe Satriani, mas com bases bem colocadas, e "licks" de fazer inveja. Eddie Van Halen adoraria ouvir "Cavalo do Cão", aonde Edu faz bem o serviço. O mais legal é que ele investe pesado nas bases e "riffs", não ligando só para os solos.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Outros destaques ficam para a acústica "Gramundo", a cadenciada e alto-astral "Circus" (novamente bases maravilhosas), a boa "Passarinhando" (que remete ao clássico "Another Brick in the Wall Part II") e a pesada "Arena" (uma das melhores, com influências do elegante Joe Satriani).

Um belo CD. Uma investida de guitarrista? Sim... indicado para músicos? Sim... mas se você não é músico, não quer ser um, e der de cara com este CD, dê uma conferida... garanto que vais gostar.

Site Oficial: http://www.edugomez.com.br

Material Cedido Por:
Mudernage Discos
http://www.mudernage.com.br
Natal (RN)

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Siga Whiplash.Net: Facebook | Instagram | Twitter | YouTube

Receba as novidades do Whiplash.Net por WhatsApp


Samael Hypocrisy


[an error occurred while processing this directive]
[an error occurred while processing this directive]
[an error occurred while processing this directive]

Históricas: Fotos de encontros inusitados entre rockstars

Raul Seixas: O clássico inspirado em Dylan que driblou censura e criticou Roberto Carlos


Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale.