Resenha - Imaginations Through the Looking Glass - Blind Guardian

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rafael Carnovale
Enviar Correções  

10


Mesmo quem não é fã do metal trabalhado, orquestrado em boas partes e com forte temática medieval dos alemães do Blind Guardian vai acabar mais cedo ou mais tarde dando uma conferida neste DVD, o primeiro da banda, que capta músicas gravadas no "Blind Guardian Open Air Festival" em 2003, na cidade alemã de Coburg. Para muitos parece exibicionismo a banda fazer um festival com seu nome, mas exemplos como o OZZFEST mostram que essa empreitada é muito funcional, principalmente na Europa, aonde o Blind Guardian tem uma forte reputação.

Quem conferiu os shows no Brasil em 2002 não irá estranhar as músicas aqui apresentadas. Com algumas exceções (como por exemplo a longa "And then There was Silence") o repertório é bem similar aos shows aqui apresentados. Como a "Intro" com "War of Wrath", "Nightfall", "Lord of The Rings", "Bright Eyes" e "Mirror Mirror" (que fechou os dois dias do festival. Uma outra diferença fica por conta da música de abertura. No festival "Time stands Still" foi o "opening-act", enquanto que "Into the Storm" (a primeira a ser tocada aqui) aparece apenas como bônus.

publicidade

O show mostra o que eu mesmo já afirmara há muito tempo quando resenhei o show carioca da banda: ao vivo o Blind Guardian é bem mais pesado e bem mais heavy metal. Hansi Kursch procura dosar bem sua voz, entre seus tons mais limpos e seus ataques mais rasgados, mas se sai muito bem como "frontman". As guitarras de Andre Olbrich e Marcus Siepen soam bem mais pesadas e presentes, assim como o baixo do eterno convidado Oliver Holzwarth. A bateria competente de Thomas Stauch completa o show, numa performance bem mais metal, e mais agressiva, mas mantendo o toque clássico que o conjunto gosta de imprimir em suas músicas.

publicidade

Outros bons momentos podem ser vistos na parte ao vivo: "The Spirit of My Requiem" e "Imaginations from the Other Side", além de "Lord of the Rings" e "Valhalla". Um show completo, com vinte petardos bem executados. Destaque para a belíssima produção de palco e os efeitos de luz e fogos, que dão o brilho necessário ao festival. Uma idéia louvável por parte da banda não vincular este DVD ao cd "Live", lançado ano passado, o que dá a chance de conferirmos diferentes performances.

publicidade

Nos extras ainda temos algumas músicas executadas em festivais como o Wacken ("Majesty", "Into the Storm", "Welcome to Dying" e "Lost in the Twilight Hall"), além de uma boa entrevista com a banda e um making-off dos dois dias do festival, com bons detalhes de como foi organizar esse mini-mega evento.

Um excelente DVD. Um bom produto para os fãs e para os que acham que o Blind Guardian é só um bando de alemães marrentos que se metem a complicar suas músicas. Chances de ser lançado por aqui??? Não sei... tomara que alguém pense nessa idéia.

publicidade

Century Media USA - 2004

Site Oficial: http://www.blindguardian.com


Outras resenhas de Imaginations Through the Looking Glass - Blind Guardian

Resenha - Imaginations Through The Looking Glass - Blind Guardian

Resenha - Imaginations Through The Looking Glass - Blind Guardian

Resenha - Imaginations Through the Looking Glass - Blind Guardian




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Blind Guardian: confira vídeo da edição de 25 anos do Imaginations From The Other SideBlind Guardian
Confira vídeo da edição de 25 anos do Imaginations From The Other Side

Blind Guardian: banda anuncia tour comemorativa com Somewhere Far Beyond na íntegraBlind Guardian
Banda anuncia tour comemorativa com "Somewhere Far Beyond" na íntegra


Power Metal: os dez álbuns essenciais do gêneroPower Metal
Os dez álbuns essenciais do gênero

Loudwire: em vídeo, dez bandas clássicas que ainda detonam!Loudwire
Em vídeo, dez bandas clássicas que ainda detonam!


Álbuns ao vivo: 10 grandes registros da história do rockÁlbuns ao vivo
10 grandes registros da história do rock

Marilyn Manson: ele removeu costelas para praticar autofelação?Marilyn Manson
Ele removeu costelas para praticar autofelação?


Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin