Resenha - Requiem Aeternam Dona Eis - Requiem

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Paulo Finatto Jr
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 7


Para todos que já disseram que o doom/gótico poderia ser apenas uma moda passageira dentro do metal, vale ressaltar que em diversos lugares do mundo, boas bandas vêm surgindo, cada uma delas investindo em um estilo totalmente próprio. E este é o caso da banda portuguesa Requiem, que não só investe no doom e no metal gótico, como também nas influências bem características do black metal e do death metal em seu som. O line-up desta banda formada em 1996 conta com Miguel Bastos (vocal, guitarra, e teclado); Leonardo Guerra (baixo) e Luís Nunes (bateria, teclado e vocal), e eles investem muito nos vocais guturais do death metal, com muita melancolia em temas bem cadenciados, sem deixar de lado o uso de vocais limpos e de até uma voz "soprana" nesta demo. Pena que a gravação caseira não está lá grande coisas, mas não por isso o Requiem perde as suas qualidades em "Requiem Aeternam Dona Eis".

Guns N' Roses: a família brasileira de Axl RoseG.G. Allin: o extremo dos extremos

A demo abre com a faixa-título, uma introdução apenas de teclado. A segunda música, "Tormentor", investe muito bem em uma temática mais death/doom, bem melancólica. O interessante é que o instrumental desta música poderá remeter o ouvinte aos primórdios do grande Black Sabbath. A próxima música chama-se "Path to Perfection", e é a melhor composição deste trabalho, onde há momentos bem góticos e melancólicos e também partes com o instrumental bem quebrado e rápido. Aqui também há a participação de uma soprano, participando de alguns trechos durante a música. A demo segue com uma música 100% doom metal, "Abaddon's Wrath", que conta com vocais limpos, discursando frases em latim, acredito eu. Fecha a demo a música "Die Welt Ist Meine", uma música bem gótica, cheia de teclados, mas desta vez apenas com vocais limpos, onde quem canta é o baterista da banda.

Espero que eu ainda tenha que ouvir mais sobre a banda, que mesmo nesta primeira demo - em condições precárias, é verdade - pode se tornar um bom nome a nível internacional, neste estilo onde existem muitas bandas e não muita qualidade. E a banda já está pensamento em um próximo lançamento, que deverá ser um CD completo e melhor produzido.

Tempo: 26:18

Formação:
Miguel Bastos - vocal / guitarra / teclado
Leonardo Guerra - baixo
Luís Nunes - bateria / teclado / vocal

Faixas:

01. Requiem Aeternam Dona Eis
02. Tormentor
03. Path To Perfection
04. Abaddon's Wrath
05. Die Welt Ist Meine

Contatos: requiem@mail.pt

Distribuição em Portugal:
Thrash Publishing
A/C Mário Lino S. Faria. R. Tavares Canário 12, 9500-347. Ponta Delgada - Portugal.
http://www.go.to/metal_distro




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Requiem"


Guns N' Roses: a família brasileira de Axl RoseGuns N' Roses
A família brasileira de Axl Rose

G.G. Allin: o extremo dos extremosG.G. Allin
O extremo dos extremos

Metal: adolescentes que ouvem o gênero fazem mais sexo?Metal
Adolescentes que ouvem o gênero fazem mais sexo?

O Clube dos 27: 17 roqueiros que sucumbiram à idade fatídicaO Clube dos 27
17 roqueiros que sucumbiram à idade fatídica

David Bowie: muito mais assustador que Michael JacksonDavid Bowie
Muito mais assustador que Michael Jackson

Whiplash.Net: Como consegui viver de Rock e Heavy Metal sem saber tocar porra nenhumaWhiplash.Net
Como consegui viver de Rock e Heavy Metal sem saber tocar porra nenhuma

Quietos: os membros calmos de grandes bandas de rockQuietos
Os membros calmos de grandes bandas de rock


Sobre Paulo Finatto Jr

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Mais matérias de Paulo Finatto Jr no Whiplash.Net.