Matérias Mais Lidas

imagemAndreas Kisser pede doação de sangue para sua esposa Patricia

imagemCinco músicas que são covers, mas você certamente acha que são as versões originais

imagemRock in Rio 1991, Maracanã lotado, e o Guns N' Roses ameaçou não subir ao palco...

imagemO baterista que não tinha técnica alguma e é um dos favoritos do Regis Tadeu

imagemOs únicos quatro assuntos das conversas nos EUA que enchiam saco de Fabio Lione

imagemCopa do Mundo do Rock: uma banda de cada país que vai disputar a Copa do Catar

imagem"Ninguém imaginava que o Metallica seria maior que o Iron Maiden", diz Scott Ian

imagemTúnel do Tempo: 25 músicas que mostram por que 1991 é um ano tão celebrado

imagemRafael Bittencourt se sentiu traído e cancelado após saída de Edu Falaschi

imagemSupla explica por que fala sempre misturando português com inglês

imagemDave Mustaine diz que perdoa Ellefson, mas nunca mais fará música com o baixista

imagemYngwie Mamlsteen diz que ex-vocalistas de sua banda sentiam como se fossem Elvis Presley

imagemJohn Frusciante responde qual foi o motivo de seu retorno ao Red Hot Chili Peppers

imagemNovo clipe do Megadeth ultrapassa meio milhão de visualizações no Youtube

imagemNoel Gallagher sobre sua preferida do Pink Floyd: "Adoraria conhecer Roger Waters"


In-Edit

Resenha - New Times - Dragster

Por Thiago Sarkis
Em 12/02/02

Tiago Torres (Vocais, Guitarras)
Gabriel Spazziani (Guitarras)
Armando Benedetti (Baixo)
Evandro Júnior (Bateria)

O Brasil é mesmo uma terra bem fecunda para o thrash metal. Poucos são os países que desfrutam de número tão expressivo de bandas nesse estilo. E o melhor de tudo, a maioria delas de altíssimo gabarito.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O envolvimento dos brasileiros nessa vertente vem dos áureos tempos da Bay Area, e persiste até hoje, com grupos competentes como o Dragster.

Os paulistanos fazem sua estréia com a demo "New Times", trazendo à tona, de maneira única e distinta, as essências do thrash. Os principais fatores para o uso de tais adjetivos são as melodias marcantes e intrincadas de guitarra, freqüentemente presentes em meio a riffs poderosos e levadas extremamente precisas e pesadas de bateria.

O disco contém quatro faixas, em pouco mais de vinte minutos, que mostram potencial e agradam bastante, especialmente pela boa produção e instrumental conciso. Infelizmente, os vocais não são tão eficientes e merecem retoques para o álbum debute. Todavia, não é nada que ofusque o bom material apresentado. Com algumas modificações e mais trabalho no vocal, o Dragster vai longe.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Exodus: "Rick Rubin é uma verdadeira fraude", diz Gary Holt


Sobre Thiago Sarkis

Thiago Sarkis: Colaborador do Whiplash!, iniciou sua trajetória no Rock ainda novo, convivendo com a explosão da cena nacional. Partiu então para Van Halen, Metallica, Dire Straits, Megadeth. Começou a redigir no próprio Whiplash! e tornou-se, posteriormente, correspondente internacional das revistas RSJ (Índia - foto ao lado), Popular 1 (Espanha), Spark (República Tcheca), PainKiller (China), Rock Hard (Grécia), Rock Express (ex-Iugoslávia), entre outras. Teve seus textos veiculados em 35 países e, no Brasil, escreveu para Comando Rock, Disconnected, [] Zero, Roadie Crew, Valhalla.

Mais matérias de Thiago Sarkis.