Resenha - Following The Sign - Dynasty

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Felipe Aleixo
Enviar correções  |  Ver Acessos


Notório é que em torno do Heavy Metal clássico, de caráter oitentista, penduram rótulos e paradigmas infundados, mas amplamente divulgados, tais como o "esgotamento criativo do metal", "a estagnação do estilo no tempo", a "ausência de originalidade e riqueza melódica", "a postura e a aparência das bandas necessariamente padronizadas" ou os mais genéricos "culto obrigatório ao diabo" e "o metal morreu".

Dynasty: Toda a versatilidade do álbum Motus PerpetuusMotörhead: Amy Lee no colo de Lemmy Kilmister

A demo "Following the Sign", da banda de White Metal DYNASTY (Nova Lima-MG), é mais uma contundente manifestação da falibilidade e da falsidade de tais conceitos estereotipados. Sem extravagâncias técnicas ou inovações revolucionárias, o terceiro e mais recente trabalho do DYNASTY manifesta que o Heavy Metal, executado genuinamente e dissociado de imposições comerciais, continua tocante e arrebatador.

"Following the Sign" apresenta três músicas (com 7 minutos cada aproximadamente), cuja qualidade e autenticidade ficam nítidas logo em uma primeira audição. Como características comuns às três, destacam-se as melodias apuradas, a base rítmica instigante e o vocal claro e melódico.

A faixa inicial, homônima ao álbum, é estruturada de forma cativante. Iniciada por um solo de baixo bem cadenciado, a música evolui progressivamente, sendo nela estabelecida uma relação densa entre o instrumental e o andamento melódico, ambos qualificados e consistentes.

A faixa seguinte, intitulada "The world that remains", deve ser conferido um destaque especial. Dotada de admirável beleza melódico-harmônica, esta música apresenta características singulares, como o dedilhado de violão que a inicia. O solo, dividido entre os dois guitarristas da banda, alia sentimento, precisão e agressividade.

A terceira e última faixa, "Still Uknow", é sólida e impetuosa, certamente mais pesada que as anteriores. Finaliza a demo com potência e impacto.

Enfim, fica claro que "Following the sign" é um trabalho promissor, que suscita perspectivas otimistas para o DYNASTY. Cristã, brasileira e sem respaldo comercial (não foram poucas as lutas para produzir a demo), a banda luta contra paradigmas, rótulos e circunstâncias e mostra-nos que esta não é uma luta perdida. Com uma crença, uma missão e um propósito, o DYNASTY tem prosseguido, mesmo andando no sentido contrário dos rumos impostos pela indústria fonográfica. "Following the sign" é a manifestação da entrega, perseverança e diligência da banda em seu ministério.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Dynasty"


Dynasty: Toda a versatilidade do álbum Motus Perpetuus

Motörhead: Amy Lee no colo de Lemmy KilmisterMotörhead
Amy Lee no colo de Lemmy Kilmister

Rock Progressivo: as 25 melhores músicas de todos os temposRock Progressivo
As 25 melhores músicas de todos os tempos

Dossiê Guns N' Roses: A versão de Slash para os fatosDossiê Guns N' Roses
A versão de Slash para os fatos

Lemmy Kilmister: A vida dele fazia Keith Richards parecer uma menininhaLemmy Kilmister
A vida dele fazia Keith Richards parecer uma menininha

Rolling Stone: as melhores músicas com mais de sete minutosRolling Stone
As melhores músicas com mais de sete minutos

Ozzy x Sharon: conheça a mulher que supostamente causou a separaçãoOzzy x Sharon
Conheça a mulher que supostamente causou a separação

Keith Richards: Guia para pais responsáveisKeith Richards
Guia para pais responsáveis


Sobre Felipe Aleixo

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.