Resenha - Caminhos - Trilha 70

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por André Toral
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 7


Formada por Luiz Tonus (vocal), Gilson Teixeira (guitarra), Fabiano Galdino (baixo) e Raphael Pellisson (bateria), o Trilha 70 vem se destacando nos shows que anda realizando por São Paulo. A banda toca um rock misturado ao hard rock, o que acaba por gerar uma mescla interessante, além de cantar em idioma português, que em nada afeta o conteúdo.

Black Sabbath: Tony Iommi explica diferença entre Dio e OzzyBlasfêmias?: Rockstars que atacaram a igreja, Jesus Cristo e Deus

"Caminhos" traz quatro músicas com um instrumental bem arranjado e uma produção na média. Como a banda ainda não lançou um álbum inteiro, por mais que já tenha material pronto, vale a pena realizar alguns comentários e críticas construtivas. O vocal acaba por ser a única coisa que falta para se ter uma banda com um resultado ainda mais satisfatório. Como se pode notar em "Caminhos - parte I", a voz acaba assumindo aquilo que denominamos como "agudos exagerados", em uma música que não pede tons altos, por mais bonita e melodiosa que seja. Após isso, temos "Caminhos - parte II", que se apresenta como um rock bem arranjado; o vocal está melhor, pois o tom de sua voz acompanha bem a estrutura da música. "Mudanças" traz um momento mais calmo e com muito conteúdo, no que diz respeito à letra. "Novo Amanhã" lembra momentos mais calmos a la Pink Floyd em seu início, além de soar num clima mais depressivo e, sem dúvida, ter uma letra bastante inteligente. Seria ainda mais destacada se, mais uma vez, no seu meio, simplesmente do nada, o vocal não exagerasse mais uma vez.

Enfim uma banda com grande potencial, que necessita dar alguns retoques para alcançar um estágio de excelência, o que, de maneira alguma, está longe de acontecer.

Para acessar o site da banda: www.trilha70.com.br
Para contactar a banda: trilha70@trilha70.com.br




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Trilha 70"


Black Sabbath: Tony Iommi explica diferença entre Dio e OzzyBlack Sabbath
Tony Iommi explica diferença entre Dio e Ozzy

Blasfêmias?: Rockstars que atacaram a igreja, Jesus Cristo e DeusBlasfêmias?
Rockstars que atacaram a igreja, Jesus Cristo e Deus

Mr Catra: Uma lista das suas maiores influências no rock (vídeo)Mr Catra
Uma lista das suas maiores influências no rock (vídeo)

Green Day: 10 coisas que você não sabe sobre a bandaGreen Day
10 coisas que você não sabe sobre a banda

Cradle Of Filth: Dani Filth explica seu conceito de religiãoCradle Of Filth
Dani Filth explica seu conceito de religião

David Bowie: O Camaleão inspirou um Pokemon?David Bowie
O Camaleão inspirou um Pokemon?

Nickelback: Chad Kroeger nunca se cansa de tocar How You Remind MeNickelback
Chad Kroeger nunca se cansa de tocar "How You Remind Me"


Sobre André Toral

Formado em Administração de Empresas. Curte Hard clássico dos anos 70 e início dos 80; Heavy Metal é sua religião.

Mais matérias de André Toral no Whiplash.Net.