Resenha - One With The Waves - From Thy Ashes

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Thiago Sarkis
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 3

One With The Waves (From Thy Ashes)
Site Oficial - http://www.hdm-stuttgart.de/~mt04
Daniel Wamsler (Vocais) --- Sebastian Schult (Guitarras & Percussão eletrônica) --- Boris Beier (Guitarras)
Jan Rademaker (Baixo) --- Johannes Schult (Bateria & Teclados)

Eles se dizem uma banda de "Dark Progressive Metal". Meu Deus, quanta imaginação. É impossível entender aonde foram arrumar tal rótulo para um grupo tão normal, que neste mini-CD apresenta três composições que variam entre hard rock e metal tradicional/melódico e na quarta música mostra um metal "progressivo" pouco trabalhado e já muito desgastado e manjado.
As músicas, normalmente, começam com alguns efeitos bem estranhos na guitarra ou no teclado e, talvez, seja daí que eles tirem a idéia do "Dark Progressive Metal". Porém, é só no começo mesmo. Quando entram as guitarras, os teclados, o vocal, etc, fica claro que não passam de uma banda mais do que tradicional de hard rock e metal melódico (principalmente). Os solos de guitarra deixam isso ainda mais óbvio. São típicos desses estilos. Em relação a grandes grupos de metal melódico, por exemplo, a única diferença é a qualidade do som, que é bem inferior. As notas saem mais 'mascadas' do que os chicletes de Michael Jordan. As idéias são boas, mas precisam ser trabalhadas pra não ficar com tanta 'sujeira', tanta nota 'mascada'.
O maior destaque da banda é o baixista, Jan Rademaker, que, pelo visto, é mais um seguidor da inteligente idéia de que baixo não tem só que acompanhar e segurar a onda de guitarra, bateria, etc. Jan compõe linhas muito legais e chama atenção tanto nas partes rápidas como nas lentas.
A última faixa, "Towards Desolate Oceans", é, de longe, a melhor e a que se aproxima mais do que eles DIZEM fazer.
"One With The Waves" não é o tipo do álbum que chama a atenção de gravadoras e fãs de metal/rock, mas, milagres acontecem. Quem sabe algum 'maluco' não ouve e resolve investir nisso, certo? É esperar pra ver.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "From Thy Ashes"


Nightwish: Participação de Dawkins em álbum irritou alguns fãsNightwish
Participação de Dawkins em álbum irritou alguns fãs

Ortografia: como deveriam realmente se chamar as bandas?Ortografia
Como deveriam realmente se chamar as bandas?

Cinema: As 10 melhores aparições de bandas em filmesCinema
As 10 melhores aparições de bandas em filmes

Bizarre Magazine: Quão bizarro é... Ronnie James DioBizarre Magazine
Quão bizarro é... Ronnie James Dio

Top 500: as melhores de todos os tempos segundo a Rolling StoneTop 500
As melhores de todos os tempos segundo a Rolling Stone

Ozzy Osbourne: quem manda no Black Sabbath é o Tony IommiOzzy Osbourne
Quem manda no Black Sabbath é o Tony Iommi

Iron Maiden: Ao invés de gastar com hi-res, compre os CDs de 1998Iron Maiden
Ao invés de gastar com hi-res, compre os CDs de 1998


Sobre Thiago Sarkis

Thiago Sarkis: Colaborador do Whiplash!, iniciou sua trajetória no Rock ainda novo, convivendo com a explosão da cena nacional. Partiu então para Van Halen, Metallica, Dire Straits, Megadeth. Começou a redigir no próprio Whiplash! e tornou-se, posteriormente, correspondente internacional das revistas RSJ (Índia - foto ao lado), Popular 1 (Espanha), Spark (República Tcheca), PainKiller (China), Rock Hard (Grécia), Rock Express (ex-Iugoslávia), entre outras. Teve seus textos veiculados em 35 países e, no Brasil, escreveu para Comando Rock, Disconnected, [] Zero, Roadie Crew, Valhalla.

Mais matérias de Thiago Sarkis no Whiplash.Net.