Resenha - Rock - Sinhá Vitória

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Anderson Nascimento
Enviar correções  |  Ver Acessos


De uma coisa ninguém pode duvidar sobre os caras da banda Sinhá Vitória: abrir o seu disco de estréia com "Admirável Gado Novo" do mestre Zé Ramalho, não é para qualquer um, e é sinal de ousadia. E não fizeram por fazer, a versão do Sinhá Vitória está recheada de guitarras e com timbres um tanto quanto soturnos, o que consegue manter a característica marcante do Zé Ramalho. O vocal urgente nessa e nas outras músicas do álbum também é um grande destaque. Sendo sincero, levei um susto ao ouvir o disco e me deparar com a referida música logo de cara.

Rock In Rio: Freddie Mercury desdenhou dos artistas brasileiros em 1985Regis Tadeu: Los Hermanos fez um tremendo mal ao rock brasileiro

Com uma introdução realmente promissora, o disco segue sem fazer feio. Rocks bem elaborados, ora flertando com sons tipicamente nordestinos como na faixa título "Sinhá Vitória" (com clipe já rolando na MTV), ou em "Um barco estrangeiro", ora bem moderna, e até sessentista como na música "Aquelas ruas", situando-se entre o rock oitentista, ouça "Superman" e desta nova década "Se eu pudesse". Ainda que temperando todas estas referências em um calderão sonoro, as nove faixas do disco acabam definindo uma cara para a banda.

Mesmo em momentos mais lamurientos como em "A Cena", o Rock não deixa de comparecer, nesta faixa por exemplo, o solo é rasgado por uma guitarra superbem tocada, ou em "Dias", onde a música se traveste de balada e de um Rock pungente. Para se ter uma idéia, o instrumental lembra bastante a pegada do Barão Vermelho (não vale para a fase "Puro êxtase") no quesito cozinha.

O disco é sem dúvida uma excelente estréia e já, com certeza, abrirá na mídia o espaço tão sonhado pela banda como eles cantam na música "A Cena".

Integrantes: Nilton Paris (voz), Fábio Serpe (guitarra), David Kawamura (baixo) e Ricardo "Peu" Grassi (bateria),

Local: Paraná

Ano de Formação: 2000

Para quem gosta de: Barão Vermelho, Capital Inicial, Zé Ramalho, Rock anos 70 (leiam, menos progressivo)

Contato:
Site: http://www.sinhavitoria.com/
Email: sinhavitoria@terra.com.br
Tels: Nilton - (041) 286-0156
Fábio - (041) 362-9833/9906-7289
Ricardo - (041) 264-6482/9172-6482


Outras resenhas de Rock - Sinhá Vitória

Resenha - Rock - Sinhá Vitória




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Sinhá Vitória"


Rock In Rio: Freddie Mercury desdenhou dos artistas brasileiros em 1985Rock In Rio
Freddie Mercury desdenhou dos artistas brasileiros em 1985

Regis Tadeu: Los Hermanos fez um tremendo mal ao rock brasileiroRegis Tadeu
Los Hermanos fez um tremendo mal ao rock brasileiro

Lemmy: tatuagens, política, strippers e atrizes pornôLemmy
Tatuagens, política, strippers e atrizes pornô

Metallica: James Hetfield imitando Dave Mustaine na TVMetallica
James Hetfield imitando Dave Mustaine na TV

Suzi Quatro: a importância da linda baixista para o rockSuzi Quatro
A importância da linda baixista para o rock

Slash: citando as qualidades de Axl Rose em vídeoSlash
Citando as qualidades de Axl Rose em vídeo

Askmen.com: site elege as dez melhores músicas do NirvanaAskmen.com
Site elege as dez melhores músicas do Nirvana


Sobre Anderson Nascimento

Anderson Nascimento é Analista de Sistema e Professor Universitário de profissão, tendo cursado Pós-Graduação em Análise, Projeto e Gerência de Sistemas na PUC-RJ. Sua grande paixão é a música, começou a colecionar discos ainda na época do vinil, em 1986, com o álbum Abbey Road dos Beatles. Esse foi o primeiro passo para esse hobby que viria a se tornar tão importante em sua vida. Entre as várias atividades no meio musical, Anderson é compositor e integrou a banda de rock Projeto:Paradoxo entre 1996 e 2004. Anderson é um ávido colecionador de discos e também escreveu sobre música em vários veículos de comunicação.

Mais matérias de Anderson Nascimento no Whiplash.Net.