Resenha - Art Of Live - Queensryche

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Thiago Sarkis
Enviar Correções  

3


O release do álbum "The Art Of Live" nos faz a seguinte pergunta: "Depois de mais de vinte anos de carreira e mais de dez anos de trabalhos espetaculares, incluindo o inigualável ‘Operation: Mindcrime’, lançado no ano de 1988, o que se pode esperar de uma banda como o Queensryche?" Amigo, tudo, menos este ao vivo quase amador.

Incompreensível, frustrante, mal feito. Os fãs poderiam passar seus dias sem essa. Não há sentido num grupo desse porte lançar um disco de tão baixa qualidade sonora, retratando sua decadência numa terrível performance ao vivo, finalizada em estúdio com incompetência similar.

publicidade

Ouvir Geoff Tate se esgoelando em músicas como "Tribe", "Sign Of The Time" e "Rhythm Of Hope" para alcançar notas que antigamente chegavam num estalo de dados, é um convite ao pranto.

Obviamente é interessante escutar as composições mais recentes sendo executadas pelo conjunto em shows, ali, cara-a-cara com os admiradores, mas é insensato pensar que durante a turnê o Queensryche não tenha feito uma apresentação melhor que essa.

publicidade

O repertório já perdeu o poder de antigamente, todavia, há um bom material a ser trabalhado, o qual realmente merece ganhar CD ao vivo. "The Great Divide" é a prova disso, num dos poucos momentos razoáveis da gravação. O resto vem no set acústico, em que Tate pode perpassar adaptações que não requerem tanto de sua voz bastante comprometida.

publicidade

Não foi dessa vez que o Queensryche conseguiu dar bom contorno às novas músicas, tampouco promover "Tribe". Resta-nos torcer para que Chris DeGarmo dê a luz nos estúdios e que a saga de "Operation: Mindcrime" não seja manchada com uma segunda parte vexatória. Aliás, este último, é um ótimo termo para definir "The Art Of Live".

Site Oficial – http://www.queensryche.com

publicidade

Geoff Tate (Vocais)
Michael Wilton (Guitarra)
Mike Stone (Guitarra)
Eddie Jackson (Baixo)
Scott Rockenfield (Bateria)

Material cedido por:
Century Media Records – http://www.centurymedia.com.br
Caixa Postal 1240 São Paulo SP 01059-970 BRASIL
Telefone: (0xx11) 3097-8117 / +55-11-3097-8117
Fax: (0xx11) 3816-1195 / +55-11-3816-1195
Email: [email protected]

publicidade


Outras resenhas de Art Of Live - Queensryche

Resenha - Art of Live - Queensryche




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Geoff Tate: vocalista está trabalhando em misterioso álbum novoGeoff Tate
Vocalista está trabalhando em "misterioso" álbum novo


Três Tenores do Metal: Halford, Dickinson e Tate juntos"Três Tenores" do Metal
Halford, Dickinson e Tate juntos

Angra: Minha ideia era ser menos power metal e mais QueensrycheAngra
"Minha ideia era ser menos power metal e mais Queensryche"


Fotos de Infância: Steven Tyler, do AerosmithFotos de Infância
Steven Tyler, do Aerosmith

História do rock: Sexo bizarro, drogas, mortes e outros boatosHistória do rock
Sexo bizarro, drogas, mortes e outros boatos


Sobre Thiago Sarkis

Thiago Sarkis: Colaborador do Whiplash!, iniciou sua trajetória no Rock ainda novo, convivendo com a explosão da cena nacional. Partiu então para Van Halen, Metallica, Dire Straits, Megadeth. Começou a redigir no próprio Whiplash! e tornou-se, posteriormente, correspondente internacional das revistas RSJ (Índia - foto ao lado), Popular 1 (Espanha), Spark (República Tcheca), PainKiller (China), Rock Hard (Grécia), Rock Express (ex-Iugoslávia), entre outras. Teve seus textos veiculados em 35 países e, no Brasil, escreveu para Comando Rock, Disconnected, [] Zero, Roadie Crew, Valhalla.

Mais matérias de Thiago Sarkis no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin