Resenha - Stylish Nihilists - Christiansen

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Thiago Sarkis
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 8


O niilismo suscitado no título é bastante adequado ao que os músicos do Christiansen intentam. Dizem eles: "nós somos o que vocês sempre esperaram da música. Somos o passado, o presente, o futuro (...) Somos a ausência. Somos as cores combinadas. Queremos que vocês abram seus ouvidos".

Chester Bennington: a tocante carta que ele escreveu para Chris CornellChris Cornell: relatório policial descreve últimas horas e morte

É claro há uma distância utópica entre o que eles querem e a realidade. Próprio de alguns niilistas talvez. Porém, com tanta vontade e garra, o fato é que o quarteto consegue atingir vários dos objetivos anunciados, principalmente no que condiz à temporalidade.

O hardcore praticado pelo grupo vem recheado de boas melodias, harmonias surpreendentes e guitarras limpas. Lembra mesmo os que já foram e aqueles que aí estão, apontando para uma nova via daqui para a frente.

Brandon Christiansen, vocalista e guitarrista, é o maior responsável por este estilo que, às vezes, soa único realmente. Ele varia constantemente e parece simplesmente cantar o que seu coração manda. Falta técnica e o diabo mas, neste caso, raras vezes isto faz diferença.

O baixo bem conduzido por Brad Christiansen realiza todo o ultraje visado pelo conjunto, com levadas até dançantes. É o único integrante que sobressai-se como músico nas composições. Isto, todavia, e novamente, não importa tanto aqui.

As interfaces com o alternativo, a atitude e as tentativas de expandir o rock, até quando soam o mais natural e normais possíveis, dão créditos à banda. É inegável que algumas variações não funcionam, mas eles assumiram uma responsabilidade e deram forma a muitos de seus desejos declarados. Um trabalho atemporal, e, paradoxalmente, fruto da contemporaneidade. Jovem, turbulento... excessivo por vezes. Interessante de se ouvir e merecedor de uma chance por parte dos fãs de rock.

Site Oficial - http://www.christiansenonline.com

Brandon Christiansen (Vocais - Guitarra)
Robby Christiansen (Guitarra)
Brad Christiansen (Baixo)
Terry Christiansen (Bateria - Percussão)

Material cedido por:
Revelation Records - http://www.revelationrecords.com
P.O. BOX 5232
Huntington Beach, CA 92615-5232
U.S.A.
Phone: +1 (714) 375-4264
Fax: +1 (714) 375-4266



GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Christiansen"


Chester Bennington: a tocante carta que ele escreveu para Chris CornellChester Bennington
A tocante carta que ele escreveu para Chris Cornell

Chris Cornell: relatório policial descreve últimas horas e morteChris Cornell
Relatório policial descreve últimas horas e morte


Sobre Thiago Sarkis

Thiago Sarkis: Colaborador do Whiplash!, iniciou sua trajetória no Rock ainda novo, convivendo com a explosão da cena nacional. Partiu então para Van Halen, Metallica, Dire Straits, Megadeth. Começou a redigir no próprio Whiplash! e tornou-se, posteriormente, correspondente internacional das revistas RSJ (Índia - foto ao lado), Popular 1 (Espanha), Spark (República Tcheca), PainKiller (China), Rock Hard (Grécia), Rock Express (ex-Iugoslávia), entre outras. Teve seus textos veiculados em 35 países e, no Brasil, escreveu para Comando Rock, Disconnected, [] Zero, Roadie Crew, Valhalla.

Mais matérias de Thiago Sarkis no Whiplash.Net.