Resenha - O Que Na Verdade Somos - Fruto Sagrado

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Maurício Gomes Angelo
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Eis que mais um dinossauro do rock cristão no Brasil lança álbum novo este ano. O Que Na Verdade Somos é o 5º trabalho de estúdio do Fruto Sagrado.
5000 acessosTotal Guitar: os melhores e piores covers da história5000 acessosReligião: os rockstars que se converteram

Diferente de outros companheiros seus da mesma época, que descambaram de vez para o pop/rock comercial, o Fruto Sagrado vem sempre procurando evoluir e agregar novos valores ao seu som, sempre mantendo o peso característico.

A dobradinha de abertura Desesperado/A Sanguessuga impressiona pelos riffs pesadíssimos e pelo vocal alucinado, agressivo e sarcástico de Marcão, que realmente transmite o que a música pede. Há que se destacar também as letras sempre inteligentes e diretas que a banda faz, como esse trecho de A Sanguessuga: “Assim é a natureza humana, quanto mais tem, mais quer, sempre insatisfeita, faminta, insaciável, quer por que quer, por que quer, um vazio incomoda a alma, nada satisfaz, a sanguessuga sempre quer mais poder, dinheiro, sexo e até rock n roll”.

O álbum segue sem causar efeitos colaterais, com boa fluência entre as músicas, sem exagerar nas baladas, desde a radiofônica “Não Quero Mais Acordar Assim”, até a belíssima faixa título, todo o instrumental está bem trabalhado e consciente, com destaque para a bateria de Sylas Jr, mostrando uma criatividade impressionante. O mesmo pode-se dizer das guitarras, tudo isso ajudado por uma produção cuidadosa e detalhista, bem acertada.

Outros destaques são “De Deus Não Se Zomba” (a mais longa, com muitas variações e efeitos bem colocados), a irônica “Uma Noite de Paz” (tratando magistralmente sobre o Natal) e o interessante uso de percussão nas faixas Involução 2003 e O Sonho do Profeta.

Uma forte característica deste novo Fruto Sagrado é a utilização de recursos eletrônicos, felizmente, com muita inteligência. Conseguiram colocá-los de forma que não soasse exagerado, maçante e desnecessário demais. Tudo isso é válido até a última faixa. “A Sanguessuga (heavymix)” é isso mesmo que você está pensando. afundaram a música no eletrônico de vez, e aqui sim erraram feio. Uma faixa sem nenhum propósito de existir, desnecessária e ultrajante.

Parece que mais uma vez quem consegue inovar com sabedoria, ao invés de serem as novas bandas, são as que estão na ativa há mais tempo, resultado da experiência adquirida, das virtudes e da segurança para mudar que vem com ela. Parabéns ao Fruto Sagrado, que não se deixou enganar pelas modinhas passageiras, acertou a mão, e produziu um álbum de muito bom gosto.

Formação:
Marcão (vocal)
Bene Maldonado (guitarra e violão)
Francisco Falcon (baixista convidado)
Bênlio Bussinger (teclado e vocal)
Sylas Jr. (bateria e percussão)

Track – List:
01 – Desesperado
02 – A Sanguessuga
03 – Não Quero Mais Acordar Assim
04 – De Deus Não Se Zomba
05 – Vício
06 – O Que Na Verdade Somos
07 – Uma Noite de Paz
08 – Ser Tão Sertão
09 – Involução 2003
10 – O Sonho Do Profeta
11 – Ninguém Me Encontrará Entre Os Fracos
12 – Diferente dos Anjos
13 – O Sangue de Abel
14 – A Sanguessuga (heavymix)

Tempo Total: 63:00 min.

Site Oficial: www.frutosagrado.org

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Rock CristãoRock Cristão
As principais bandas nacionais

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Fruto Sagrado"

Total GuitarTotal Guitar
Os melhores e piores covers da história

ReligiãoReligião
Os rockstars que se converteram

As I Lay DyingAs I Lay Dying
Banda cristã comenta proximidade com o Behemoth

5000 acessosMais Alto!: A diferença entre headbangers e humanos comuns5000 acessosFoo Fighters: Pelo Twitter, banda responde ao vídeo viral5000 acessosCapas de álbuns: as mais obscuras e marcantes da história5000 acessosMúsica ao Vivo: entenda como algumas casas estão a destruindo5000 acessosGene Simmons: Kiss, Bon Jovi, Maiden, e crianças africanas5000 acessosSlayer: fanático cristão chama "Repentless" de sujeira satânica

Sobre Maurício Gomes Angelo

Jornalista. Escreve sobre cultura pop (e não pop), política, economia, literatura e artigos em várias áreas desde 2003. Fundador da Revista Movin' Up (www.revistamovinup.com) e da revrbr (www.revrbr.com), agência de comunicação digital. Começou a escrever para o Whiplash! em 2004 e passou também pela revista Roadie Crew.

Mais matérias de Maurício Gomes Angelo no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online