Resenha - After the Fire - Pharaoh

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Paulo Finatto Jr.
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 8


Se Tim Aymar ficou mundialmente conhecido por trabalhar ao lado de Chuck Schuldiner (Death) na banda Control Denied, Mas poucos conheciam muito a fundo a carreira de vocalista do Sr. Aymar, tanto que era quase desconhecida esta sua outra banda, pelo qual o vocalista já estava presente desde 1998. O Pharaoh pouco se parece com o Control Denied, isso por seguir em uma linha mais extrema do metal, mas sim por encaminhar-se entre o heavy tradicional e o power metal americano oitentista.

Journey: o famoso erro geográfico em "Don't Stop Believin'"Bon Jovi: o mistério de Tommy e Gina em "Livin' On A Prayer"

"After the Fire" é o primeiro disco do Pharaoh, banda esta formada por Matt Johnsen (guitarra), Chris Kerps (baixo) e Chris Black, além de, é claro, Tim Aymar (vocal). Pode parecer que o tempo entre 1998 e 2003 seja um grande espaço para uma banda lançar o seu 'debut', mas devemos ressaltar que no caso do Pharaoh o disco estava pronto para sair em 2000, mas por problemas de sua antiga gravadora (a Icarus - da Argentina), o disco acabou saindo muito tempo depois pela estreante e italiana Cruz Del Sur Music, e aqui pelo Brasil, pela também estreante Zenor Recordz Brasil (www.zenorecordz.hpg.com.br). Falando propriamente do material, o disco acaba não se sobressaindo muito, infelizmente o estilo de cantar do Tim Aymar não é muito certeiro para um heavy que flerta o melódico como no caso do Pharaoh. Mas posso dizer que se o problema é o estilo de cantar do Tim Aymar em algumas músicas, o restante da banda manda realmente muito bem, com grande destaque ao baterista Chris Black e a dupla de guitarristas, que variam com perfeição melodias mais "soladas" e bases extremamente pesadas.

O disco abre com a música que deve mais agradar o ouvinte que conferir o disco, a faixa título "After the Fire". Nesta música, nota-se claramente que a melodia de voz de Tim Aymar está muito bem encaixada no instrumental mais pesado do Pharaoh, o que acaba se tornando o "estilo" em que a banda mais demonstra qualidades. Já "Forever Free" é uma música com maiores melodias, e mesmo não tendo um encaixe 100% entre instrumental e vocal, acaba de destacando como uma composição bem forte e magistralmente executada. Se o vocalista Tim Aymar seguisse o seu estilo de cantar como no começo de "Heart of the Enemy", certamente teríamos em mãos um dos melhores lançamentos de 2003! De certa forma "Solar Flight" segue numa linha parecida de "After the Fire", e também sendo por este motivo, um dos carros-chefe do disco. Fechando bem o material, "Never, Not Again" chama muito a atenção por ser uma música mais cadenciada e muito bem feita. Já a última, "Slaves", é novamente algo mais rápido e pesado, propriamente power metal - inclusive com coros no refrão. Outro bom momento musicalmente no CD.

Num balanço geral, fico achando que somente Tim Aymar é um ponto a melhorar dentro da banda. Se for para ele seguir em um estilo mais "agressivo" ao cantar, o interessante seria investir em músicas mais rápidas e pesadas. Já se em um próximo disco o seu vocal andar por um lado mais melodioso, as músicas devem ser melodiosas igualmente, para não haver nenhum deslize nesta carreira que está começando a ser formada pelo Pharaoh. Por último, parabéns à Zenor Recordz por trazer ao Brasil mais um bom lançamento nacional.

Line-up:
Tim Aymar (vocal);
Matt Johnsen (guitarra);
Chris Kerps (baixo);
Chris Black (bateria).

Track-list:
01. Unum (Intro)
02. After the Fire
03. Flash of the Dark
04. Forever Free
05. Heart of the Enemy
06. Solar Flight
07. Now Is the Time
08. Never, Not Again
09. Slaves




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Pharaoh"


Journey: o famoso erro geográfico em Don't Stop Believin'Journey
O famoso erro geográfico em "Don't Stop Believin'"

Bon Jovi: o mistério de Tommy e Gina em Livin' On A PrayerBon Jovi
O mistério de Tommy e Gina em "Livin' On A Prayer"


Sobre Paulo Finatto Jr.

Reside em Porto Alegre (RS). Nascido em 1985. Depois de três anos cursando Engenharia Química, seguiu a sua verdadeira vocação, e atualmente é aluno do curso de Jornalismo. Colorado de coração, curte heavy metal desde seus onze anos e colabora com o Whiplash! desde 2000, quando tinha apenas quinze anos. Fanático por bandas como Iron Maiden, Helloween e Nightwish, hoje tem uma visão mais eclética do mundo do rock. Foi o responsável pelo extinto site de metal brasileiro, o Brazil Metal Law, e já colaborou algumas vezes com a revista Rock Brigade.

Mais informações sobre Paulo Finatto Jr.

Mais matérias de Paulo Finatto Jr. no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336