Resenha - Journey - Khallice

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Thiago Sarkis
Enviar Correções  

9


O metal progressivo brasileiro pode finalmente respirar aliviado. Durante os anos que se passaram e com o estilo em alta, o país sempre teve bons conjuntos, os quais mostravam a direção certa, como os casos de Karma, Sigma 5, Nocet, e outros. Porém, ainda não havia aquele álbum de arrepiar, quebrar barreiras, e alcançar o patamar dos estrangeiros.

Overkill: mandando recado ao Avenged Sevenfold

O Clube dos 27: 17 roqueiros que sucumbiram à idade fatídica

"The Journey" é a estréia do Khallice, uma banda com mais de nove anos de história, composta por músicos experientes e já tendo em seu caminho, como ex-vocalista principal, o renomado Mário Linhares (Dark Avenger).

O sucesso do debute acontece na surpresa, no inesperado de opostos correlatos. A referência ao Dream Theater é logo notada, contudo, não passam desapercebidos os toques sombrios do mais alto nível Alice In Chains, e também os teclados soberbos de Bruno Wambier, com sonoridades que nos remetem às vezes ao prog rock setentista, noutras ao Deep Purple, e ainda, em momentos, aos anos oitenta, do peso pesado ao suave das décadas mencionadas.

Um espetáculo de variações que recebem um suporte virtuose, especialmente com Marcelo Barbosa, trazendo solos e riffs de guitarra excepcionais, e César Zolhof, cuja acuidade técnica é de dar inveja a muito baterista famoso e premiado mundo afora.

Grande parte dos problemas checados em bandas desta linha ocorre nos vocais. Entretanto, por aqui, Alírio Netto é solução, e mais que perfeita. Um vocalista excepcional trabalhando nas extremidades, mas sem cair em exageros ou sair, em qualquer momento, do limiar pontuado por si próprio. Tecnicamente incrível, sustentando o peso com garra e levando todas as variantes incessantes e frenéticas do instrumental na maior tranqüilidade.

O baixista Michel Marciano é a principal vítima do único ponto que deixa um pouco a desejar, a produção, a única a manter-se no nível daquilo que já ouvimos dos conjuntos brasileiros deste estilo. O resto supera e vai bem além do que fora realizado. "The Journey" ocupa no Brasil, o papel representado por "Images & Words" no prog metal mundial.

Site Oficial – http://www.khallice.com.br

Email - [email protected]

Formação:
Alírio Netto (Vocais)
Marcelo Barbosa (Guitarras)
Bruno Wambier (Teclados)
Michel Marciano (Baixo)
César Zolhof (Bateria)


Outras resenhas de Journey - Khallice

Resenha - Journey - Khallice

Resenha - Journey - Khallice

Resenha - Journey - Khallice




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Edu Falaschi: os dez vocalistas brasileiros preferidos deleEdu Falaschi
Os dez vocalistas brasileiros preferidos dele


Overkill: mandando recado ao Avenged SevenfoldOverkill
Mandando recado ao Avenged Sevenfold

O Clube dos 27: 17 roqueiros que sucumbiram à idade fatídicaO Clube dos 27
17 roqueiros que sucumbiram à idade fatídica


Sobre Thiago Sarkis

Thiago Sarkis: Colaborador do Whiplash!, iniciou sua trajetória no Rock ainda novo, convivendo com a explosão da cena nacional. Partiu então para Van Halen, Metallica, Dire Straits, Megadeth. Começou a redigir no próprio Whiplash! e tornou-se, posteriormente, correspondente internacional das revistas RSJ (Índia - foto ao lado), Popular 1 (Espanha), Spark (República Tcheca), PainKiller (China), Rock Hard (Grécia), Rock Express (ex-Iugoslávia), entre outras. Teve seus textos veiculados em 35 países e, no Brasil, escreveu para Comando Rock, Disconnected, [] Zero, Roadie Crew, Valhalla.

Mais matérias de Thiago Sarkis no Whiplash.Net.

adWhipDin adWhipDin adWhipDin adWhipDin