Resenha - Evilized - Dream Evil

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rafael Carnovale
Enviar Correções  

9


Recentemente estava folheando um exemplar da revista japonesa BURNNN! e dei de cara com uma mega-entrevista com o Dream Evil, seguida do review de um show deles realizado na Europa (obs: só vi as figuras e o que estava escrito em inglês, pois não sei nada de japonês). Algo que surpreende é como esta banda alcançou um "status" tão valorizado, tanto na Europa como no Oriente. É claro que o mercado japonês é bem mais acessível a bandas de heavy metal, mas o mérito destes músicos é inegável. Seu primeiro cd "Dragonslayer" mostrou ao mundo uma banda influenciada pelo power metal oitentista e que abria mão de qualquer elemento a mais em sua música, fazendo o que podemos chamar de "True Metal". Menos de um ano após lançar "Dragonslayer", o Dream Evil retorna com este "Evilized", que muitos consideraram como um cd oportunista, aproveitando o sucesso já conquistado. Bem... cada um tem sua opinião... mas vamos ouvir um pouco para podermos analisar o que "Evilized" realmente é.

publicidade

"Break the Chains" e "By My Side" são músicas que poderiam muito bem figurar no primeiro cd. As guitarras poderosas de Fredrik Nordstom e Gus G. (dois multi-bandas) ditam o ritmo, para os vocais competentes de Niklas Isfeldt e a batera de Snowy Shaw (lembra do Mercyful Fate?). O mesmo acontece com "Fight You Till’ the End" (com belos solos e uma flertada de leve com o hardrock), a também hard noventista (leia-se Harem Scarem, Gotthard...) "Fear of the Night" e a faixa título "Evilized" (que tem belas melodias, uma das melhores).

publicidade

O Dream Evil de fato em nada inova neste cd, e nem parece interessado nisso: "Invisible" é puro heavy influenciado por Judas Priest, e "Children of the Night" tem uma pegada hard muito cativante, sendo junto com a perfeita "Bad Dreams" os maiores destaques do cd. Por sinal vale mesmo a pena ouvir petardos power como "Live a Lie" (que levada!) e a superpesada "Made of Metal" (que lembra muito o metal "Manowariano"). Para quem reclamaria de falta de melodia e levadas mais calmas, As baladas "Forevermore" e "The End" cumprem bem o papel.

publicidade

De fato o Dream Evil não traz nada de novo ao cenário heavy metal e se usa de muitos elementos já consagrados para compor suas músicas, mas se o faz, o faz com extrema competência, coisa de quem é fã mesmo de heavy metal. Altamente recomendável para fãs de heavy. Agora, se você curte os originais, também irá gostar deste, que não chega a soar como cópia! "Evilized" nitidamente irá pegar carona no sucesso de "Dragonslayer"(bem superior por sinal), mas é um cd de alto nível.

publicidade

Site oficial: http://www.dreamevil.nu

Line Up:
Fredrik Nordstom – Guitarras, Teclados
Gus. G – Guitarras
Niklas Isfeldt – Vocais
Peter Stalfors – Baixo
Snowy Shaw – Bateria

Material cedido por:
Century Media Records Brasil
Cx. Postal 1240 – São Paulo (SP) – Cep:01059970
http://www.centurymedia.com.br
Tel: 11-30978117

publicidade


Outras resenhas de Evilized - Dream Evil

Resenha - Evilized - Dream Evil

Resenha - Evilized - Dream Evil




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Motivação: 10 músicas de metal que melhorarão sua auto-estimaMotivação
10 músicas de metal que melhorarão sua auto-estima


AC/DC: as 10 melhores músicas da banda com Bon ScottAC/DC
As 10 melhores músicas da banda com Bon Scott

Ortografia: como deveriam realmente se chamar as bandas?Ortografia
Como deveriam realmente se chamar as bandas?


Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin