Resenha - Night of the Stormrider - Iced Earth

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Alexandre Freitas de Avelar
Enviar Correções  

A Century Media não se cansa de lançar os álbuns da discografia do Iced Earth (os CDs da banda devem estar vendendo bem por aqui), e finalmente chegaram ao mercado nacional, nos últimos meses, os três primeiros, remasterizados e com capas diferentes das originais.

Iced Earth: para Jon Schaffer, nenhum outro membro da banda foi insubstituível

Nirvana: "Kurt Cobain era meio pau no cu", diz produtor

Para ser sincero, as músicas deste "Night of the Stormrider" eu só conhecia através das regravações do "Days of Purgatory", e das versões ao vivo do "Alive in Athens".

Conforme eu já havia comentado em relação ao "Tribute to the Gods", não se pode negar que o Iced Earth seja uma das melhores bandas de Heavy Metal surgida nos últimos anos, tendo como líder um grande criador de riffs metálicos, o Jon Schaffer, que pode até ser considerado um legítimo sucessor do talento de Tony Iommi, Glenn Tipton e outros mestres.

No entanto, devido às constantes mudanças de formação, esta banda tem um certo problema de identidade, que, através deste "Night...", bem como pelo álbum homônimo de estréia, pode-se notar que foi agravado por faltar um vocalista com "aquela" voz inconfundível. Basta ver que somente no terceiro álbum o posto de vocalista estabilizou-se com a entrada do Matt Barlow, que, em compensação, não possui um timbre de voz característico, e acaba soando ora como Geoff Tate, ora como Paul Stanley, ora como alguém que você jura que já ouviu em algum lugar, mas não lembra onde nem quando. Para piorar, o peso absoluto que reinava nos três primeiros lançamentos do grupo deu lugar, após o conceitual "Dark Saga", a passagens melancólicas, instrumental cada vez mais técnico e sem personalidade, e variações excessivas de andamento nas músicas, que aproximaram o som do Iced Earth, por um lado, do prog metal, e por outro, do som do Nevermore (nada contra o Nevermore, mas cada um na sua), banda também americana e pertencente à mesma gravadora.

É claro que tudo é uma questão de gosto, mas ouvindo o álbum de estréia, e, principalmente, este excelente "Night of the Stormrider", fica parecendo que o Iced Earth poderia ter se tornado uma banda muito melhor do que é atualmente.

Só pra finalizar: apesar de contarem com vocalistas medianos, "Iced Earth" e "Night of the Stormrider" podem até não serem os melhores do Iced Earth, mas com certeza são os mais pesados. Quem gosta de Heavy Metal pesado, agressivo e vigoroso não pode deixar de conferir.


Outras resenhas de Night of the Stormrider - Iced Earth

Resenha - Night of the Stormrider - Iced Earth




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Iced Earth: para Jon Schaffer, nenhum outro membro da banda foi insubstituívelIced Earth
Para Jon Schaffer, nenhum outro membro da banda foi insubstituível

Iced Earth: Jon Schaffer diz que pandemia é guerra psicológicaIced Earth
Jon Schaffer diz que pandemia é guerra psicológica

Leandro Caçoilo: "Dark Saga" com Alexandre Grunheidt, Fábio Carito e Michel Oliveira

Iced Earth: Jon fala sobre CD com narrativas para novo livro e lança video de DraculaIced Earth
Jon fala sobre CD com narrativas para novo livro e lança video de "Dracula"


Kiss: as dez mais pesadas releituras de músicas da bandaKiss
As dez mais pesadas releituras de músicas da banda

Iced Earth: membros elegem os melhores álbuns de 2014Iced Earth
Membros elegem os melhores álbuns de 2014


Nirvana: Kurt Cobain era meio pau no cu, diz produtorNirvana
"Kurt Cobain era meio pau no cu", diz produtor

Iron Maiden: Rachel Sheherazade é uma grande fã da bandaIron Maiden
Rachel Sheherazade é uma grande fã da banda


Sobre Alexandre Freitas de Avelar

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, enviando sua descrição e link de uma foto.

adWhipDin adWhipDin adWhipDin