Matérias Mais Lidas

imagemBill Hudson diz que tatuagem pode ter sido entrave para entrar no Megadeth

imagemMarcos Mion conta história de encontro (e manjada) com Bon Jovi no banheiro

imagemQuando Angus Young, do AC/DC, detonou o Led Zeppelin e os Rolling Stones

imagemO que mais impede Kiko Loureiro de voltar ao Angra? (Não tem nada a ver com o Megadeth)

imagemBeatles: Paul McCartney conta a história por trás de "Ob-La-Di, Ob-La-Da"

imagemEdgard Scandurra, do Ira!, explica atual sumiço do rock nas rádios brasileiras

imagemPhil Campbell conta como era fácil "comprar" Lemmy pra fazer qualquer coisa

imagemRage Against The Machine vem ao Brasil em dezembro, diz José Noberto Flesch

imagemApós viralizar com anúncio, Harppia revela identidade do novo baixista

imagemAutor de "God Save The Queen", Johnny Rotten diz que sente orgulho da Rainha Elizabeth

imagemA curiosa opinião de Ozzy sobre cover do Metallica para "Sabbra Cadabra"

imagemJimmy Page dá opinião sobre streaming e enaltece desconhecido herói dos músicos

imagemBruce Dickinson diz o que o surpreendeu quando retornou ao Iron Maiden

imagemKiko Loureiro explica por que acha uma merda seu solo de guitarra em "Rebirth"

imagemChad Smith chama matéria sobre Taylor Hawkins de "sensacionalista e enganosa"


PRB

Resenha - Epica - Kamelot

Por Rodrigo Vinhas
Em 18/04/03

Nota: 10

A banda norte-americana Kamelot, formada por Roy Khan (vocal), Tomas Thomas Youngblood (guitarra), Glenn Barry (baixo) e Casey Grilo (bateria) chega ao seu sexto álbum de estúdio, Epica. Após a entrada do vocalista norueguês Roy Khan (ex-conception) no álbum The Forth Legacy, a banda vem crescendo muito na cena, obtendo grandes vendagens e uma repercussão extremamente positiva em países do mundo todo.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

O álbum Epica é conceitual, baseado na obra literária Fausto, do grande escritor alemão Johann Wolfgang von Goethe. A história tem como principal foco a busca do personagem principal (Ariel) por sabedoria, e para isso ele chega até a fazer um pacto com o demônio (Mephistos) como é mostrado na faixa A Feast for the Vain.

A bela ilustração da capa foi concebida por Derek Gores e mostra o persongem principal Ariel buscando por liberdade. De um lado, vestida de branco, está a sua amada Helena e do outro, de vermelho, está o Demonio (Mephisto). No fundo aparece o castelo onde ocorre a festa que é retratada na faixa A Feast for the Vain.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

A produção do disco está impecável, mais um trabalho refinado do grande Sascha Paeth. O som é muito nítido e é possível perceber com clareza todas as notas e ouvir todos os instrumentos. Além de Sascha, outro destaque é Miro, responsável por todas as orquestrações e arranjos de teclado do disco. Além dos alemães já citados o brasileiro Philip Colodetti também participa do disco como engenheiro de som. Outras participações que dão um toque pra lá de especial são as narrativas do vocalista do Elegy, Ian Parry, as vozes femininas de Mai e o solo de Luca Turilli (Rhapsody) na faixa Descent of the Archangel

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

As músicas são muito boas, seguindo a linha do metal melódico tipicamente europeu (apesar da banda ser americana). Destaque para o Speed metal da faixa Center of the Universe, para a linda balada Wander, e para a versatilidade da faixa Ways to Epica, além de Lost & Damned, onde a banda usa um bandônion, um instrumento muito usado na música argentina. Enfim, se você gosta desse tipo de música não pode deixar de comprar esse ábum que sem dúvida é o maior lançamento do ano nesse estilo.


Outras resenhas de Epica - Kamelot

Resenha - Epica - Kamelot

Resenha - Epica - Kamelot

Resenha - Epica - Kamelot

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Kamelot: as dicas de malhação de Tommy Karevik para não prejudicar a vozKamelot: as dicas de malhação de Tommy Karevik para não prejudicar a voz

Fabio Lione revela como funciona pagamento de cachê nas bandas gringasFabio Lione revela como funciona pagamento de cachê nas bandas gringas

Kamelot: Suas 10 melhores músicas, pela Classic Rock HistoryKamelot: Suas 10 melhores músicas, pela Classic Rock History

Shows do Kamelot e Turilli-Lione Rhapsody no Brasil são adiados; veja as novas datasShows do Kamelot e Turilli-Lione Rhapsody no Brasil são adiados; veja as novas datas


Kamelot: Roy Khan homenageado por trabalho com jovens



Sobre Rodrigo Vinhas

Rodrigo Vinhas é guitarrista da banda Thalion, ex-aluno de Kiko Loureiro, Rafael Bittencourt, Hugo Mariutti e Kiko Moura. Vinhas dá aulas de guitarra na baixada santista. Telefone para contatos: (013) 3429-17-80. Em São Paulo: (11) 9890-0490.

Mais matérias de Rodrigo Vinhas.