Resenha - Metal Opera Part II - Avantasia

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rafael Carnovale
Enviar Correções  

10


A primeira parte da ópera rock "Avantasia" foi sem dúvida um grande cd. Melodias metálicas misturadas com climas clássicos e uma história de altíssimo nível, com convidados de peso como Michael Kiske, David De Féis (Virgin Steele), André Mattos (Shaman) e Kai Hansen (Gamma Ray). O anúncio do lançamento da segunda parte causou em muitos fãs um sentimento de apreensão. Será que a continuação de uma obra tão bem sucedida conseguiria superar o sucesso e a qualidade da primeira?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

De início vamos ser sinceros: Avantasia II é inferior a Avantasia I. As musicas estão muito boas, os convidados como sempre dão show, Tobias é um grande vocalista e conseguiu escrever uma continuação soberba para a história contada na primeira parte, mas a síndrome de repetição paira a todo momento neste cd. Muitas músicas remetem ao primeiro Avantasia, criando uma idéia de que esta segunda parte poderia ser até uma cópia mais fraca da primeira. Mas o cd é muito bom, e ainda assim merece nota máxima.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O cd abre com a longa "Seven Angels", de cara a melhor do cd, alternando climas góticos no início, com momentos puramente heavy em seus 14 minutos, lembrando muito o clássico "Keeper of the Seven Keys" (Helloween). A mesma é seguida por uma faixa tipicamente speed, a potente "No Return", aonde Tobias, Michael Kiske e André Matos dividem vocais com muita habilidade. O cd é permeado por momentos mais cadenciados e pesados (aonde impera um clima bem soturno, ou a dita "Atmosfera Densa" que Tobias anunciou em entrevistas), como na faixa "The Looking Glass" e na mais rockeiras "Memory" e "The Final Sacrifice" (excelente riff de entrada), além da faixa final "Into the Unknown", que resgata o lado épico da opera, perdido entre muitas faixas speed e agressivas. Mas o cd é capitaneado por faixas mais speed metal, como as agressivas "Chalice of Agony" e "In Quest For". Todas são de altíssimo nível, porém fica faltando aquela conexão excelente que havia entre as faixas do primeiro Avantasia, além de faixas que realmente peguem no seu ouvido, como foi o caso da faixa título "Avantasia". Mas o cd é ruim? Não... longe disso.

Todos os convidados dão show em suas interpretações, com destaque para os notórios Michael Kiske, David De Feis e a bela Sharon den Adel, que interpreta Anna Held, que é seqüestrada no decorrer da história, ficando o pobre Gabriel a lutar pela sua salvação. O final é como diz o título da última música, direto para o desconhecido.

Um grande cd, que merece ser comprado, pela sua qualidade e pelo nível de suas músicas, mas que sofreu do mal da continuação de um cd de sucesso. Mas não pense que não vale a pena, pois vale, e muito.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Line Up Fixo:
Tobias Sammet – Vocais
Alex Holzwarth – Bateria
Markus – Grosskopf – Baixo
Henjo Richter – Guitarras

Convidados:
Michael Kiske – Lugaid Vandroly
Kai Hansen – Regrin
David De Feis – Jakob
Andre Matos – Elderane
Bob Catley – Tree of Knowledge
Oliver Hartmann – Pope Clemens VII
Sharon Den Adel – Anna Held
Robn Rock – Bishop
Ralf Zdiarstek – Falk Von Kronberg

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Lançado no Brasil pela Rock Brigade/Laser Company Records.


Outras resenhas de Metal Opera Part II - Avantasia

Resenha - Metal Opera Part II - Avantasia




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Andre Matos: 1º capítulo do livro oficial é disponibilizadoAndre Matos
1º capítulo do livro oficial é disponibilizado


Avantasia: gafes durante show na Alemanha em 2010Avantasia
Gafes durante show na Alemanha em 2010

Metal/Hard: Alguns dos maiores e melhores vocalistas atuaisMetal/Hard
Alguns dos maiores e melhores vocalistas atuais


Hetfield: egos, Mustaine, Load e homossexualidade no MetallicaHetfield
Egos, Mustaine, Load e homossexualidade no Metallica

Slash: Alucinações, sexo, dinheiro e armas de fogo no auge do vícioSlash
Alucinações, sexo, dinheiro e armas de fogo no auge do vício


Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale no Whiplash.Net.

Cli336 Cli336 CliHo Cli336 Cli336