RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemO hit da Legião Urbana que seria recado de Renato Russo para Bonfá e Villa-Lobos

imagemA única música da Legião Urbana que nenhum membro oficial participou da gravação

imagemEx-baixista do Metallica diz que Mustaine deixava outros membros comendo poeira

imagemO único hit da Legião Urbana que Russo não fez a letra e marca reencontro com baixista

imagemA música do Dream Theater mais difícil de tocar ao vivo, segundo o baixista John Myung

imagemFernanda Lira diz que se surpreendeu com comentário após descobrirem que ela é brasileira

imagemGeezer Butler faria que nem Bill Ward se recebesse aquela proposta do Black Sabbath

imagemO álbum do Pink Floyd que nunca envelhece, segundo Sammy Hagar

imagemQuem foi a primeira grande paixão de Cássia Eller?

imagemPaulo Ricardo presta justa homenagem ao melhor período do rock nacional em Curitiba

imagemBeatles: O "desinteressado" membro que faltava às sessões de "Sgt. Pepper's"

imagemA dura opinião de Dave Lombardo sobre hipotética reunião do Slayer

imagemNuno Bettencourt diz o que acha de ser considerado o herdeiro de Eddie Van Halen

imagemPhil Collen, do Def Leppard, relembra quando tocaram para quase ninguém no Rio de Janeiro

imagemJoão Gordo contou como é ser punk velho e lidar com as críticas dos jovens


Anunciar

Resenha - Consortium Project - Ian Parry

Por Rodrigo Simas
Postado em 16 de junho de 2002

Nota: 7

O conceituado vocalista Ian Parry juntou alguns amigos e músicos convidados, inclusive alguns integrantes do Elegy (banda de que faz parte) e montou esse Consortion Project. O estilo é heavy metal clássico, com toques de melódico e progressivo, com teclados sempre presentes, e a voz inconfundível de Parry, que assina todas as letras, composições e linhas vocais.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 1

Os músicos escolhidos pelo vocalista (nomes como Martin Helmantel e Dirk Bruinenberg, ambos do Elegy, Thom Youngblood do Kamelot e Arjen Lucassen, que ficou conhecido pelo seu projeto Ayreon) dão um toque especial ao projeto, mostrando muita competência e técnica nos seus respectivos instrumentos.

É difícil falar de faixas separadamente, mas podemos citar "Evilwork", "Garden Of Eden" e "A Miracle is All you Need" como algumas das melhores músicas deste "Consortium Project", com riffs e melodias bastante interessantes.

Um bom disco, que apesar de não mostrar nada de extraordinário, vale para os fãs do estilo e do vocalista Ian Parry que já marcou seu nome dentro do heavy metal.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 2

Line Up:

Ian Parry
Patriock Rondat
Thom Youngblood
Stephan Lill
Tamàs Szekeres
Dirk Bruinenberg
Martin Helmantel
Arjen Lucassen
Tommy Newton
Barend Courbois
Jan Vayne

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Stamp

LGBT: confira alguns músicos que não são heterossexuais


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Facchini Medeiros | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Rodrigo Simas

Designer, carioca e tricolor. Começou a ouvir música aos 11 anos, com Iron Maiden, Metallica e Rush. Tem como hobby quase profissional, a música. Além de produzir shows e eventos, trabalhou por 5 anos em loja especializada em Heavy Metal, e já escreveu para alguns sites e revistas de música. Hoje escuta de tudo um pouco, e cada vez mais descobre que existem apenas dois tipos de música: a boa e a ruim, independente do estilo. Bandas e artistas favoritos: Dave Matthews Band, Peter Gabriel, Rush, Iron Maiden, Led Zeppelin, Ben Harper, Radiohead, System of a Down... e a lista continua...
Mais matérias de Rodrigo Simas.