Matérias Mais Lidas

imagemPaul Di'Anno detona Regis Tadeu após vídeo em que critica seu encontro com Iron Maiden

imagem"A ingenuidade do fã do Iron Maiden é um negócio que beira o patético", diz Regis Tadeu

imagemBruno Valverde diz que preconceito contra ele veio mais da igreja do que dos metaleiros

imagemA dura crítica de Angus Young a Led Zeppelin, Jeff Beck e Rolling Stones em 1977

imagemFãs protestam contra Claustrofobia após banda fazer versão de música do Pantera

imagemStjepan Juras retruca comentário de Regis Tadeu sobre reencontro de Di'Anno e Harris

imagemIggor Cavalera manda ver em "Dead Embryonic Cells" ao vivo; confira drumcam

imagemDavid Coverdale diz que hit "Is This Love" seria gravada por Tina Turner

imagemMichael Anthony diz que "Van Halen III" foi "a coisa mais louca que a banda já fez"

imagemNovo álbum do Krisiun será lançado em julho; veja capa e tracklist

imagemA banda de forró que uniu Nenhum de Nós, Legião, Titãs e Paralamas na mesma música

imagemGeezer Butler, Heavy Metal e a clássica canção do Black Sabbath inspirada por Jesus

imagemComo era a problemática relação do Angra no "Aurora Consurgens", segundo produtor

imagemComo foram os últimos meses de Renato Russo e a causa da sua morte

imagemA apaixonada opinião de Elton John sobre "Nothing Else Matters", clássico do Metallica


Stamp

Resenha - Hero Nation; Chapter III - Metalium

Por Rafael Carnovale
Em 17/04/02

Nota: 9

Eis que o Metalium retorna com seu terceiro capítulo da saga do gigante Metalium. Desta vez nosso herói passa por vários fatos históricos e países, sendo parte da história mundial em várias ocasiões, e culminando com um clamor da eterna vitória da Hero Nation, a união de todos os Metalians. Um conceito interessante e bem elaborado no cd. Cada música é dedicada a um acontecimento específico de um país, e todo seu instrumental e letra são adaptados para entrar no clima da história.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Com certeza o mais ousado projeto de Lars Ratz e seus asseclas, ainda mais depois das baixas de Chris Caffery, Jack Frost (que foram para o Savatage, Frost recentemente "saído" da banda) e de Mark Cross (que foi para o Helloween substituir o super competente Uli Kusch). A guitarra ficou a cargo de Mathias Lange, e para a bateria veio Michael Ehre, que se mostra um batera de primeira, com viradas técnicas e muita habilidade.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

O cd começa com a intro Source of Souls, meio épica, lembrando Manowar, com as vozes de Stephan Schalbritz (como o Metal God) e Carolin Fortenbacher (Metal Goddess). E não há espaço para respirar, pois a intro já emenda na pancadaria speed metal de Revenge of Tizona, inspirada na guerra dos Burgos da Espanha. Os vocais de Herming Basse estão excelentes, dando um show nessa faixa. Desde a época do Brainstorm ele não cantava tanto.

Sem tempo para esperar vamos para a Itália, com a cadenciada In the Name of Blood, aonde Lars apresenta uma boa introdução de baixo para uma faixa muito power-metal, que lembra o Helloween dos bons tempos, aonde Basse fala da história de Roma.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

No mesmo pique power-metal temos a poderosa Rasputin, uma das melhores do Cd, falando da história do mago russo Rasputin. A criatividade impera em cada faixa, com histórias interessantes, aonde se mostra que os Metalians viajam pelo mundo ao som de que? Heavy Metal.

Os teclados convidados de Don Airey (Deep Purple) dão show na épica Odin’s Spell, que por falar de uma figura épica, mereceu uma levada quase Manowar, sendo emocionante.

O disco também nos brinda com faixas de puro heavy anos 80, como Accused to Be a Witch, Fate Conquered the Power (bem influenciada por Accept), e faixas mais próximas ao estilo power que o Metaliun já desenvolveu em seu cds anteriores, como a bela faixa título, Throney in the Sky e Odyssey. No geral o cd consegue ser bem superior a seus antecessores, pois injeta uma pegada mais power no speed metal que o Metalium vinha fazendo, dando mais espaço para os rítmos cadenciados e pesados.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Como bônus, a versão nacional traz duas faixas ao vivo, Dream of Doom e o cover para Smoke on the Water, com dois bumbos.

Com certeza o melhor cd da banda.

Line Up:

Henning Basse – Vocais
Lars Ratz – Baixo
Mathias Lange – Guitarras
Michael Ehre – Bateria

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp



Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale.