Matérias Mais Lidas

Charlie Brown Jr: me chutaram 100% do projeto que criei, diz filho de ChorãoCharlie Brown Jr: "me chutaram 100% do projeto que criei", diz filho de Chorão

Humor: como seriam os nomes de alguns rockstars se eles fossem brasileirosHumor: como seriam os nomes de alguns rockstars se eles fossem brasileiros

Charlie Brown Jr: Marcão diz que filho de Chorão mente ao falar em dívida impagávelCharlie Brown Jr: Marcão diz que filho de Chorão mente ao falar em dívida impagável

Ian Gillan: Dio e Klaus Meine, dois baixinhos junto com o giganteIan Gillan: Dio e Klaus Meine, dois baixinhos junto com o gigante

Metallica: quando Tracii Guns encontrou James Hetfield bêbado num bar em Nova YorkMetallica: quando Tracii Guns encontrou James Hetfield bêbado num bar em Nova York

Zakk Wylde: o riff que ele queria ter criado - e a música que ele nunca conseguiu tocarZakk Wylde: o riff que ele queria ter criado - e a música que ele nunca conseguiu tocar

Metallica: por que James Hetfield não gosta do Guns N' Roses, com quem tocou em 1992Metallica: por que James Hetfield não gosta do Guns N' Roses, com quem tocou em 1992

Led Zeppelin: por que Robert Plant não gosta de cantar Stairway to Heaven?Led Zeppelin: por que Robert Plant não gosta de cantar "Stairway to Heaven"?

Exodus: acordei e estava fora da banda, isso quase acabou comigo, diz ex-guitarristaExodus: "acordei e estava fora da banda, isso quase acabou comigo", diz ex-guitarrista

Anthrax: Scott Ian parabeniza o aniversariante Charlie Benante com foto das antigasAnthrax: Scott Ian parabeniza o aniversariante Charlie Benante com foto das antigas

Revolver: veja os 25 melhores álbuns de 2021 escolhidos pela revista, e tem Iron MaidenRevolver: veja os 25 melhores álbuns de 2021 escolhidos pela revista, e tem Iron Maiden

Cavalera Conspiracy: palmeirenses, Iggor e Max celebram título da LibertadoresCavalera Conspiracy: palmeirenses, Iggor e Max celebram título da Libertadores

Clássicos: hits que foram lançados há mais de 30 anos e fazem sucesso até hoje - Parte 1Clássicos: hits que foram lançados há mais de 30 anos e fazem sucesso até hoje - Parte 1

Charlie Brown Jr: Xande toma atitudes com mentalidade escrota e egoísta, diz MarcãoCharlie Brown Jr: "Xande toma atitudes com mentalidade escrota e egoísta", diz Marcão

Linkin Park: Evanescence e Halestorm cantam cover em homenagem ao falecido vocalistaLinkin Park: Evanescence e Halestorm cantam cover em homenagem ao falecido vocalista


Garimpeiro
Stamp

Resenha - Seventh Key - Seventh Key

Por Ana Therezo
Em 04/09/01

Nota: 8

A banda Seventh Key e seu álbum homônimo são os novos projetos de Billy Greer (baixista do Kansas). O álbum é uma reunião de renomados artistas do gênero, incluindo: Steve Morse (ex-Purple) e Igor Len (Neal Schon); além de Phil Ehart, Rich Willians e Steve Walsh do Kansas. Sem contar a produção de Mike Slamer do Steelhouse Lane.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Nitidamente esse trabalho pode ser caracterizado como uma mixórdia dos trabalhos do Kansas, Streets e Steelhouse Lane dos anos 80, pelos numerosos aumentos graduais da intensidade dos sons e com as mudanças em tempo e andamento das composições. Porém, o destaque fica para as guitarras poderosíssimas em: "Everytime it Rains" e "No Man's Land" (Steve Morse/Rich Willians).

A apurada técnica dos guitarristas porém, não desmerece em nada Greer e sua excelente voz, por vezes ocultada no Kansas. Aliás, o ouvinte percebe isso logo na primeira faixa: "The Kid Could Play", onde a banda envereda pelo pop progressivo dos anos 70, bem arranjado e impregnado de teclados. Na sequência, "Only the brave" em sua introdução relativamente bombástica, impele velocidade e peso ao álbum.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Usando e abusando de baladas melódicas, seguem "Broken Home" - bela composição de Mark Spiro (Mr.Big, Heart, Cheap Trick, Julian Lennon, entre outros); "Missy" (por David Manion) e "When love is Dying". "Home" decepciona, mas a velhinha "Forsaken", seus 15 anos de existência e auxilio de letra e teclados de Steve Walsh, ofusca essa pequena "escorregada" da banda. Em momento de nostalgia, a introdução de "Prisioner of love" lembra, ou melhor, é exatamente uma combinação de harmônicos artificiais a 'la' Eddie Van Halen. Ou seja, o álbum tem ótimos motivos para entrar no "Top 10" dos admiradores do gênero. Vale a pena conferir!

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Tarmat
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Slayer: quando o católico pai de Tom Araya descobriu que a banda era satanistaSlayer
Quando o católico pai de Tom Araya descobriu que a banda era satanista

Guitarristas e vocalistas: os 10 melhores casamentosGuitarristas e vocalistas
Os 10 melhores "casamentos"


Sobre Ana Therezo

Engenheira, Escritora de Araque e, atualmente, moradora das planícies gélidas Canadenses. Fã de Rock em todas as suas vertentes, mas com tendências xiitas ao Heavy Metal, ganhou seu primeiro bolachão - No Rest for the Wicked, em 1988. Vinte e poucos anos depois e, contrariando aqueles que acreditam que o gosto musical muda com o passar do tempo, continua escutando Ozzy, AC/DC, Deep Purple e afins. Colaboradora e leitora do Whiplash! desde que o site tinha caveirinhas na página principal, e que a lista dos melhores guitarristas de todos os tempos era o assunto da vez.

Mais matérias de Ana Therezo.