Resenha - Live From Mars - Ben Harper & The innocent Criminals

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rodrigo Simas
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 10


Gravado em diversas apresentações da turnê do álbum Burn to Shine, de 99, sem muito esforço, o novo disco de Ben Harper, um duplo ao vivo intitulado Live From Mars (já lançado no Brasil), é facilmente o melhor lançamento até agora no ano de 2001.

Surfing Rockers: várias bandas em documentário sobre surf para 2020Rolling Stone: as 10 melhores bandas de Heavy Metal

Não tenho muito que dizer a respeito de Ben Harper, visto que sua qualidade nos dias de hoje é praticamente insuperável. Quem conhece sua música sabe exatamente o que estou falando, mas o absurdo é ver que ao vivo suas músicas parecem ainda melhores, ganhando versões alternativas, jams, diferentes introduções e arranjos, sempre tendo como apoio sua banda, os Innocent Criminals, que por si só já vale o CD.

Outro ponto que deixará qualquer um boquiaberto é sua performance vocal: COMO ESSE CARA CANTA!!!! Impressionante... Quem acha que já viu muita gente com "feeling", ouça músicas como "Please Bleed" (linda!!!), "Woman In You" e "Waiting On An Angel", e seu conceito de "feeling" vai mudar radicalmente.

Suas influências vão desde Bob Marley, passando por Dylan, Led Zeppelin, country, soul, funk (logicamente não estou falando do funk das poposudas e afins), pop... ou seja, existe espaço para todos os tipos de música, proporcionando um repertório variado que o diferencia da maioria dos artistas de sua era, onde tudo é rotulado.

Em um só disco podemos encontrar rock, como na pesadíssima "Ground On Down", ou na excelente "Faded", que nesta versão ao vivo ainda emenda com a clássica "Whola Lotta Love" (Led Zeppelin); covers inspiradíssimas para hinos pop como "Sexual Healing"; canções visivelmente influenciadas por Bob Marley, como a maravilhosa "Burn One Down", onde só o nome já diz tudo, e músicas que servem como protestos, baseados em suas letras sempre inteligentes, como em "Excuse Me Mr." .

Absolutamente indispensável para qualquer pessoa que queira ouvir música boa acima de tudo e não se prender a nenhum gênero musical.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Ben Harper"


Surfing Rockers: várias bandas em documentário sobre surf para 2020

Rolling Stone: as 10 melhores bandas de Heavy MetalRolling Stone
As 10 melhores bandas de Heavy Metal

Humor: o que os fãs de rock pedem para beber em um bar?Humor
O que os fãs de rock pedem para beber em um bar?

Blasfêmias?: Rockstars que atacaram a igreja, Jesus Cristo e DeusBlasfêmias?
Rockstars que atacaram a igreja, Jesus Cristo e Deus

Raul Seixas: Perguntas e respostas e curiosidades diversasRaul Seixas
Perguntas e respostas e curiosidades diversas

Pink Floyd: The Wall é uma obra de arte conceitualPink Floyd
The Wall é uma obra de arte conceitual

Muse: o que faz do trio uma das maiores bandas da atualidade?Muse
O que faz do trio uma das maiores bandas da atualidade?

Metallica x Reverend: a oração que ambas bandas usaram em letraMetallica x Reverend
A oração que ambas bandas usaram em letra


Sobre Rodrigo Simas

Designer, carioca e tricolor. Começou a ouvir música aos 11 anos, com Iron Maiden, Metallica e Rush. Tem como hobby quase profissional, a música. Além de produzir shows e eventos, trabalhou por 5 anos em loja especializada em Heavy Metal, e já escreveu para alguns sites e revistas de música. Hoje escuta de tudo um pouco, e cada vez mais descobre que existem apenas dois tipos de música: a boa e a ruim, independente do estilo. Bandas e artistas favoritos: Dave Matthews Band, Peter Gabriel, Rush, Iron Maiden, Led Zeppelin, Ben Harper, Radiohead, System of a Down... e a lista continua...

Mais informações sobre Rodrigo Simas

Mais matérias de Rodrigo Simas no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336