Resenha - Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band - Beatles

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Beto Guzzo
Enviar Correções  


Eles iniciaram como The Quarry Men. Eles tentaram como Johnny and the Moondogs. Eles se apresentaram como Silver Beetles. Mas Paul McCartney, Ringo Star, George Harrison e John Lennon foram reconhecidos mundialmente como The Beatles, o maior fenômeno musical do século.

publicidade

Já faziam quase 4 anos desde a histórica apresentação no Cavern Club e a banda já não era tão ingênua, nem suas canções eram tão "alegrinhas". Aliás, era o ano de 67 e tanto Londres quanto São Francisco viviam o auge da psicodelia e do amor livre. Foi neste contexto que os Beatles lançaram em 06/67, Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band.

publicidade

O álbum já começava diferente pela capa, uma montagem de fotos de personagens que iam de Aleister Crowley (mágico e místico, morava em um castelo onde hoje mora Jimmy Page) a Stuart Sutcliffe (tocou baixo com a banda no comecinho) a Bob Dylan (quem lhes ofereceu o primeiro baseado). Outro detalhe marcante do disco é a produção de George Martin, o quinto Beatle... o álbum todo tem a digital dele.

publicidade

Vários clássicos estão no álbum, como a faixa título (e sua reprise) e Lucy in the Sky with Diamonds. Também vale destacar Getting Better (rola uma regravação da música nos atuais comercias da Philips), a circense Being for the Benefit of Mr. Kite e a música cantada por Ringo, With a Little Help From my Friends. O trabalho é fechado com a balada A Day in the Life, também presente em qualquer coletânea que se preze.

publicidade

Nada pesado como Hendrix, mas retrata bem o período de amadurecimento da banda. Nota 10!

Curiosidades:

Durante a gravação de Sgt. Pepper nos estúdios Abbey Road, uma banda nova gravava seu primeiro álbum, fazendo um som bem experimentalista (maluco mesmo), característica da época... o play viria a se chamar Piper at the Gates of Dawn. O líder da banda, Syd Barret. E a banda, Pink Floyd.

publicidade

Dizem por aí que Brian Wilson (líder dos Beach Boys) ouviu Rubber Soul e ficou maluco com o som tirado pelos Beatles. Combinando o som dessa obra com a influência das produções do Phil Spector, Brian e banda se trancaram no estúdio e lançaram Pet Sounds. Aí, Paul McCartney ouviu Pet Sounds e ficou doidão. Entrou no estúdio com um tal de Lennon e mais dois (três, tinha o George Martin) e fizeram Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band. Em resumo: Rubber Soul "inspirou" Pet Sounds, que "inspirou" Sgt. Pepper's.

publicidade

O ambiente dentro da banda na época de gravação de Sgt. Pepper não era dos melhores... já não mais compunham juntos, apenas mostravam as canções feitas um para o outro no estúdio. É impressionante o estrago que a (argh) dublê de cantora e artista plástica frustrada Yoko Ono fez com a banda.

Long Live Rock’n’Roll

publicidade


Outras resenhas de Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band - Beatles

Resenha - Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band - Beatles


WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin