Resenha - Smells Like A Tenda Spírita - Gangrena Gasosa

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por André Toral
Enviar Correções  

8


Saiu o segundo álbum da "macumbaria" metálica. O Gangrena Gasosa deu um salto em relação ao seu primeiro cd. Para começo, adquirindo o material, o fã tem diversão garantida, pois o encarte é lotado de histórias em quadrinhos apimentadíssimas e sacanas. Inclusive, tem uma carta psicografada por um tal de Pai William de Angola, com o sugestivo título: Terreiro Univer$al do Reino de Deus. Fora isso, as próprias letras das músicas são de tirar do sério qualquer um em idioma português. Porém, não pense que tudo é sacanagem, porque a banda é maduríssima; praticam um hardcore com pitadas thrash e batuques a lá macumba. As composições são muito boas e a produção excelente para o estilo proposto. Toda a banda está de parabéns! Algumas canções definitivas são: Surf Iemanjá, Pau De Fogo, Timbalada De Caveira (um clássico), Matou A Galinha E Foi Ao Cinema (esta é inspirada em um filme que tem o nome de Matou a Namorada e Foi ao Cinema; rolava bastante nos Maiden in Brasil da TV Bandeirantes) e Centro Do Picapau Amarelo (outro clássico imperdível!). Mas as maiores atrações são Bloodline Chupacabra, que tem uma parte de sua letra em idioma castelhano, e Benzer Até Morrer, que é uma versão adaptada para a música Beber Até Morrer, do Ratos de Porão; rolam tambores, guitarras pesadas e vocais urrados. Excelente! O ouvinte tem satisfação em dobro ao adquirir o cd de uma das melhores, senão a melhor, bandas do estilo no Brasil. O melhor de tudo é que o Gangrena Gasosa consegue atingir fãs de outros estilos dentro do rock, tal a magia que possui no seu som; seriam os poderes ocultos do terreiro? Como a própria banda se denomina, é tudo uma "toscaria explícita"! Vale a pena, cem mil vezes.

publicidade

Para acessar o site da banda: http://www.welcome.to/terreiro
Para escrever para a banda: [email protected] ou [email protected]

publicidade


WhiFin WhiFin