RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemA música de Paul McCartney que flopou nos Beatles, mas bombou em carreira solo

imagemJéssica di Falchi é efetivada como guitarrista da banda Crypta

imagemEngenheiros do Hawaii não era uma banda amiga da galera, diz ex-baterista

imagemVídeo de vocalista brasileiro batendo cabeça em "Toxicity" atinge 1 milhão de views

imagemDream Theater já fala de novo álbum; Mike Portnoy cada vez mais próximo da banda

imagemNoel Gallagher detona o jazz: "Todo mundo tocando músicas diferentes ao mesmo tempo"

imagemO Sepultura honrou nossos ancestrais bem antes do pessoal da Noruega lembrar dos vikings

imagemGuns N' Roses posta teaser alucinante de "You Could Be Mine" no Ritz de 1991

imagemRob Halford revela quais são seus álbuns preferidos do Metallica

imagemO guitarrista que o Pink Floyd queria ao invés de David Gilmour

imagemProblemas vocais de Axl Rose surgiram em turnê com o Iron Maiden

imagemHétero decide aprender metal extremo na guitarra para impressionar héteros, diz estudo

imagemEmpresário rebate críticas ao Parkway Drive no Summer Breeze: "Dinossauros vão morrer"

imagemEx-guitarrista do Ghost diz que Tobias Forge é um gênio

imagemOs 5 fatores que fizeram preço do Summer Breeze Brasil ficar alto, segundo empresário


Stamp

Resenha - Lasting Power - Thy Majestie

Por Rafael Carnovale
Em 27/05/02

Nota: 8

Cada vez mais as bandas de heavy vêm investindo em elementos de música clássica em seus álbuns. Isto vem gerando grandes bandas, como Rhapsody, que estourou em vários pontos do mundo, e o Thy Majestie, que lançou em 2000 seu primeiro cd, "The Lasting Power". A banda é oriunda da Itália, e vem obtendo boa repercussão com seu primeiro cd, onde nitidamente vemos a influência do power metal oitentista de Helloween e Blind Guardian e os elementos medievais característicos da música clássica.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O cd abre com a power "Wings of Wind", que impressiona por sua boa mistura entre peso e melodia, com destaque para o excelente trabalho de guitarras. O vocal de Dario Grillo é competente, mas um tanto fraco para tons altos. Em certos momentos fica difícil entender o que ele canta. A próxima faixa, "Under Siege" (antes vem um instrumental bem medieval claramente influenciado por Blind Guardian, "March of the Dammed") é um exemplo de maestria. Em seus 8 minutos, vemos desde speed, power até symphonic metal, tudo bem colocado e fazendo sentido. A banda também investe bem em temas instrumentais, como na medieval "Name of Tragedy" e "Durnovaria", que abrem caminho para a excelente "Mystery of Forest", cujo começo deixaria Richie Blackmore e Candice Night orgulhosos, numa levada bem cadenciada, que ao vivo será excelente, se caracterizando como uma bela balada com climas medievais. Outros grandes destaques são as faixas "Sword of Justice", pesadíssima, de longe a melhor do disco, lembrando muito o Blind Guardian de "NightFall on Middle Earth" e a épica "Time to Battle", que encerra o cd, com um show à parte da banda, alternando climas totalmente sinfônicos com pancadaria power metal pura. O cd conta a história do cavaleiro Arter, e do reino de Hataria, um reino mágico assolado por uma maldição quando uma árvore sagrada é roubada. Os teclados estão muito bem colocados e dão o toque sinfônico ao cd, sem exagero, como deve ser. A banda é bem coesa e capaz, embora o vocalista ainda precise aprimorar seu estilo,mas sem comprometer o resultado final.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O segundo cd da banda deve estar saindo ainda esse ano, e vale uma conferida, pois o primeiro já mostrou a que veio.

Line Up:

Maurizio Malta – Guitarras
Dario Grillo – Vocais
Giovanni Santinni – Guitarras
Giuseppe Bondi – Teclados
Dario D’ Alessandro – Baixo
Claudio Diprima – Bateria

Material Cedido pela:

Scarlet Records
Vila Mattei 48, 20097 – S. Donato Mil.se – Milão – Itália
[email protected]

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

NFL Steve Harris


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

The Simpsons: 10 melhores aparições de roqueiros no desenho

Fotos de Infância: Red Hot Chili Peppers


Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale.