Resenha - Terror Twilight - Pavement

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Fabrício Boppré
Enviar Correções  

9


Uma vez um amigo me disse o seguinte: "As músicas do Pavement são o maior barato!". Não sei porque cargas d’água, mas eu nunca esqueci essas palavras, e sempre que eu ouço uma música dessa banda americana, eu lembro delas imediatamente. Na verdade, eu até desconfio do porque dessa frase ter se fixado na minha memória de maneira tão marcante: simplesmente porque ela descreve de maneira singela e perfeita o Pavement e seus discos, ainda que seja curta e não diga muita coisa (tem apenas um único adjetivo nela!). Me convenço disso mais ainda ao constatar que da mesma maneira que a frase é simples, a música do Pavement o é na mesma proporção. Rock básico e livre de rótulos, na mesma medida que é muito bom de ouvir e cheio de qualidades. A banda nesse e nos discos anteriores se dá total liberdade de criação, usa aqui e ali alguma sonoridade diferenciada e/ou arranjo pouco convencional sem pretensão alguma, grava em clima de ensaio e não liga muito para produções cristalinas e milimétricas (ainda que dessa vez tenham trabalhado com um produtor de renome internacional, Nigel Godrich, que tem discos como "Mutation" do Beck e "Ok Computer" do Radiohead no currículo). O resultado disso tudo pode ser ouvido em qualquer disco dos caras, e em "Terror Twilight" não é diferente.

publicidade

Na verdade o disco anterior, "Brighten the Corners", não apresenta resultados tão inspirados quanto os três primeiros trabalhos da banda, ainda que esteja longe de ser ruim. Na época do seu lançamento, a primeira e natural reação de muitos foi dizer que a criatividade de Stephen Malkmus (que nos créditos tem apenas seu apelido impresso, "SM") e sua trupe tinha se esgotado. Mas, se com o passar do tempo o próprio "Brighten the Corners" não provou que eles estavam errados, então logo na primeira metade de "Terror Twilight" essa injustiça deve ter sido desfeita. Esse disco está mais inspirado que o anterior, com músicas mais criativas, guitarras mais bem colocadas e os vocais de Stephen cada vez melhores, com sua naturalidade e lirismo desconcertantes.

publicidade

Lançado em 8 de junho de 1999, "Terror Twilight" é o quinto disco do Pavement (sem contar a coletânea de singles "Westing (By Musket and Sextant)") e foi eleito por várias revistas especializadas como um dos melhores desse ano. Vale ressaltar também que foi bem sucedido comercialmente (guardada as devidas proporções), provando mais uma vez que uma banda vinda do undergorund não precisa mudar sua sonoridade e render-se ao mainstream para fazer sucesso.

publicidade

Os destaques individuais ficam por conta da bela faixa de abertura, "Spit on a Stranger" (que virou hit aqui no Brasil pois foi usada em uma propaganda); da descolada "Folk Jam"; de "Cream of Gold" com seu excelente refrão; da delicada "Major Leagues"; da genial "Platform Blues" (possivelmente uma das melhores músicas do Pavement) e da empolgante "Roll With the Wind" (uma das três faixas bônus que vieram nessa recente nova edição). Compre "Terror Twilight" e compreenda por si mesmo porque as músicas do Pavement são o maior barato!

publicidade

Material cedido pela Trama




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Trollagem: quando as bandas decidem zoar com o playbackTrollagem
Quando as bandas decidem zoar com o playback

Planet Rock: As músicas com os melhores solos de guitarraPlanet Rock
As músicas com os melhores solos de guitarra


Sobre Fabrício Boppré

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, enviando sua descrição e link de uma foto.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin