Resenha - On The Edge - Patrick Rondat

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Thiago Sarkis
Enviar Correções  

8

Site Oficial - http://www.gateway-to-rondat.ndirect.co.uk

Patrick Rondat (Violões e Guitarras)
Phil Woindrich (Piano e Teclados)
Patrice Guers (Baixo)
Tommy Aldridge (Bateria)

Em breve, Patrick Rondat, vai aparecer no hall dos guitarristas mais famosos do mundo. Não tenham dúvida disso. O investimento em cima deste jovem guitarrista é alto. A L.M.P e a Inside Out parecem ter total confiança no trabalho dele. E têm lá suas razões.

publicidade

Patrick é realmente um bom guitarrista e prova isso neste quarto álbum solo, que é, provavelmente, o melhor da carreira dele até o momento. O rapaz mostra muita criatividade com 'frases' bem interessantes e diferentes do que se ouve atualmente no rock instrumental. As composições são boas, bem variadas, mostrando desde influências de música clássica a influências de fusion e heavy metal.

publicidade

Em alguns momentos (raros) as músicas ficam um pouco 'vazias'. A impressão que dá é de que falta um 'algo mais'... talvez um vocal (???).

A técnica de Patrick é boa, mas nada de espantoso. Ele parece 'respeitar' suas limitações técnicas, não tentando tocar mais rápido do que consegue. Isso é um ponto a favor dele, pois atualmente, existem vários guitarristas tentando fazer mais do que podem, 'sujando' solos e estragando músicas.

publicidade

O vibrato de Rondat não é dos melhores. Poderia ser aprimorado para os próximos álbuns.

A produção é ótima. Nota dez. O francês é talentoso, compõe bem e tem um estilo bem semelhante ao de Satriani... ou seja, de certa forma, bem acessível. Está tendo todo o apoio de músicos, gravadoras e imprensa. Desta forma, acredito que a carreira de Patrick Rondat seja um vulcão prestes a entrar em erupção.

publicidade




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


LA Weekly: as 20 piores bandas de todos os temposLA Weekly
As 20 piores bandas de todos os tempos

Pink Floyd: The Wall é uma obra de arte conceitualPink Floyd
The Wall é uma obra de arte conceitual


Sobre Thiago Sarkis

Thiago Sarkis: Colaborador do Whiplash!, iniciou sua trajetória no Rock ainda novo, convivendo com a explosão da cena nacional. Partiu então para Van Halen, Metallica, Dire Straits, Megadeth. Começou a redigir no próprio Whiplash! e tornou-se, posteriormente, correspondente internacional das revistas RSJ (Índia - foto ao lado), Popular 1 (Espanha), Spark (República Tcheca), PainKiller (China), Rock Hard (Grécia), Rock Express (ex-Iugoslávia), entre outras. Teve seus textos veiculados em 35 países e, no Brasil, escreveu para Comando Rock, Disconnected, [] Zero, Roadie Crew, Valhalla.

Mais matérias de Thiago Sarkis no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin