Lista: músicos que tiveram mais de uma passagem nas mesmas bandas - Parte 1

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Mateus Ribeiro, Fonte: Mateus Ribeiro
Enviar correções  |  Ver Acessos

Qualquer pessoa que acompanha um pouco do rock and roll e heavy metal sabe que a troca de integrantes é algo um tanto quanto normal (ainda mais quando se trata de bandas como o Megadeth). Essas trocas e demissões acontecem desde que a música pesada nasceu, e nunca vão acabar. Afinal de contas, sempre existirão conflitos de opinião, divergências musicais, conflitos e tudo o mais que envolve a convivência com outros seres da mesma espécie.

Há 62 anos: nascia Paul Di'AnnoMalmsteen: Slash, Vai, Satriani e Wylde falam do guitarrista

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Ao longo da história, porém, vários músicos que foram demitidos (ou saíram por conta própria) voltaram para as bandas que um dia saíram. Alguns deles, mais que uma vez. Confira abaixo a seleta lista de músicos que saíram e voltaram para as mesmas bandas.

Observação: a lista traz músicos que gravaram trabalhos em suas passagens e não contabiliza participações em reuniões.

Bruce Dickinson - Iron Maiden: o vocalista substituiu Paul Di´Anno como vocalista do Iron Maiden em 1982 e foi um dos principais responsáveis em levar a banda ao topo da cena do metal nos anos 1980.

Em 1993, Bruce decidiu seguir carreira solo. Os fãs do Iron Maiden ficaram extremamente chateados com a decisão, ainda mais pelo fato de seu substituto (Blaze Bayley) ter se mostrado uma escolha precipitada.

Para a sorte dos fãs de Dickinson, em 1999 o vocalista retornou ao Iron Maiden, onde continua até hoje.

Adrian Smith - Iron Maiden: o guitarrista tem uma história parecida com a de Bruce Dickinson no Iron Maiden. Porém, Adrian Smith se tornou integrante da abanda um pouco antes (em 1981) e permaneceu até 1990.

A volta de Adrian aconteceu junto com o regresso de Bruce Dickinson e o guitarrista faz parte do trio das seis cordas até hoje, junto de Dave Murray e Janick Gers.

Joey Belladonna - Anthrax: apesar de não ser o primeiro vocalista, é considerado parte da formação clássica do Anthrax, banda que fez parte de 1985 até 1992, gravando clássicos como "Among The Living" e "Spreading The Disease".

Após uma breve reunião entre 2005 e 2007, Belladonna voltou definitivamente ao Anthrax em 2010, onde continua cantando muito bem.

David Ellefson - Megadeth: durante anos, Ellefson foi o baixista do Megadeth e fiel escudeiro do chefe Dave Mustaine. Porém, foi para a rua em 2002, quando o líder decidiu acabar com a banda.

Anos depois, o Megadeth voltou, sem a presença de Ellefson, que só retornaria ao seu posto em 2010, depois de inclusive perder um processo contra Mustaine.

Ronnie James Dio - Black Sabbath: coube ao eterno Dio a terrível missão de substituir Ozzy como vocalista da maior banda da história do metal. Apesar de ter feito grandes trabalhos em sua primeira passagem pelo Black Sabbath, brigas com Tony Iommi fizeram Dio dar linha na pipa em 1982.

Dez anos depois, o baixinho voltou para a banda e gravou o excelente "Dehumanizer", mas saiu no final da turnê de divulgação. Em 2007, voltou a se reunir com Tony Iommi, Geezer Butler e Vinny Appice, mas por questões legais, o grupo se apresentava como Heaven & Hell.

Marky Ramone - Ramones: o baterista entrou para a banda norte-americana no lugar de Tommy Ramone. Em pouco mais de meia década, gravou ótimos álbuns, mas saiu da banda em 1983, por conta de seus problemas com o alcoolismo.

Após se tratar, Marky voltou para o Ramones no final dos anos 1980 e permaneceu como baterista da banda até o último show, realizado em agosto de 1996.

Dave Lombardo - Slayer: considerado um dos maiores bateristas da história do thrash metal, Lombardo fez parte da primeira formação do Slayer e gravou os essenciais cinco primeiros da banda. Por questões familiares e conflitos de interesses com os demais integrantes, Dave deixou o Slayer em 1992.

No ano de 2002, Dave voltou para a banda e gravou mais dois discos, porém, em 2013, foi demitido e não participou da última turnê, que decretou o fim da banda.

Paul Bostaph - Slayer: outro excelente baterista, Paul Bostaph exerceu a função de reserva de luxo e substituiu Dave Lombardo nas duas vezes que o membro original saiu do Slayer. Vale ressaltar que a última formação da banda tinha Bostaph como o baterista.

Além de seu trabalho com o Slayer, Bostaph também já trabalhou com outros dinossauros do thrash, como Exodus, Forbidden e Testament.

Alex Skolnick - Testament: um dos guitarristas mais talentosos e virtuosos do thrash metal mundial Alex Skolnick fez parte do Testament de 1983 até 1992, gravando clássicos absolutos do estilo, como "The Legacy" e "New Order".

Alex Skolnick voltou a fazer parte do Testament na década passada e continua mostrando seu talento até os dias atuais ao lado do subestimado Eric Peterson.

Peter Wichers - Soilwork: o guitarrista e membro fundador do Soilwork foi um dos principais compositores da banda entre 1995 e 2005. Após "Stabbing The Drama", porém, decidiu seguir outros rumos.

O guitarrista voltou para a banda em 2008, chegando a gravar "The Panic Broadcast", excelente álbum lançado em 2010. Porém, por conta das famigeradas "diferenças criativas", em 2012 deixou a banda definitivamente.

Jesse Leach - Killswitch Engage: primeiro vocalista da banda, Jesse deixou o posto em 2002 e foi substituído por Howard Jones.

A volta de Jesse ocorreu no início de 2012 e dura até os dias de hoje, incluindo um dueto com Howard Jones no último álbum.

Rob Halford - Judas Priest: o Metal God foi a voz do Judas Priest da década de 1970 até o início dos anos 1990 e gravou álbuns que são verdadeiros manuais de instrução para qualquer banda de metal até os dias de hoje.

Depois da turnê do excelente "Painkiller", Halford seguiu seu caminho e foi substituído por Tim "Ripper" Owens. Em 2003, voltou para o Judas Priest, onde continua esbanjando altas doses de talento, saúde e carisma.

Rob Barrett - Cannibal Corpse: o guitarrista tocou na banda norte-americana de 1993 até 1997, gravando os ótimos "The Bleeding" e "Vile".

Rob regressou para a banda em 2005 e de lá pra cá já gravou cinco álbuns, com destaque para "Kill".

Steve "Zetro" Souza - Exodus: após substituir o inesquecível Paul Baloff como vocalista do Exodus de 1987 até 1993, Steve Souza voltou para a banda em 2004, após a trágica morte de Paul.

Porém, no meio da turnê de divulgação do disco "Tempo Of The Damned", Steve abandona o barco. Dez anos depois, em 2014, ele voltou para a sua TERCEIRA passagem como vocalista do Exodus.

Peter Criss - Kiss: baterista original, teve três passagens pela banda, nas décadas de 1970, 1990 e uma pequena passagem no início dos anos 2000.

Ao longo de seu período como membro da banda, gravou álbuns de estúdio memoráveis, como "Love Gun", "Destroyer" e "Psycho Circus".

Em breve, a parte 2. Aguardem!




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção MatériasTodas as matérias sobre "Kiss"


Há 62 anos: nascia Paul Di'AnnoBruce Dickinson: Children of the Beast fará live tocando só músicas solo do cantorIron Maiden: "To Tame A Land" recriada pelo guitarrista do Judas PriestEluveitie: 5 riffs do Iron Maiden no hurdy gurdy (vídeo)

Iron Maiden: Run To The Hills tocada no ukulele? Acredite, ficou legal (vídeo)Iron Maiden
"Run To The Hills" tocada no ukulele? Acredite, ficou legal (vídeo)

Iron Maiden: As 10 piores músicas da banda de 2000 a 2015 (vídeo)Iron Maiden
As 10 piores músicas da banda de 2000 a 2015 (vídeo)

Iron Maiden: Baterista faz cronologia da banda em video de 5 minutosDeja Vu Do Rock: Edgar Allan Poe e o Heavy Metal (vídeo)

Em 11/05/1992: Iron Maiden lançava Fear Of The Dark e encerrava sua melhor faseEm 11/05/1992
Iron Maiden lançava Fear Of The Dark e encerrava sua melhor fase

The Best Maiden Tribute BR: Banda Tributo ao Iron Maiden divulga novo Eddie

Rock in Rio: Iron Maiden pediu água vulcânica no camarim, mas sem exigências bizarrasRock in Rio
Iron Maiden pediu água vulcânica no camarim, mas sem exigências bizarras

Iron Maiden: As guitarras de Adrian SmithIron Maiden
As guitarras de Adrian Smith


Malmsteen: Slash, Vai, Satriani e Wylde falam do guitarristaMalmsteen
Slash, Vai, Satriani e Wylde falam do guitarrista

Rafael Serrante: Ele invadiu o palco do Maiden no Rock In RioRafael Serrante
Ele invadiu o palco do Maiden no Rock In Rio


Sobre Mateus Ribeiro

Fanático por Ramones, In Flames e Soilwork. Limeirense com muito orgulho (e sotaque).

Mais matérias de Mateus Ribeiro no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor