Terno Elétrico

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Carlos Alberto, Fonte: Site da própria banda
Enviar correções  |  Comentários  | 


5000 acessosÔôôôôeeee: Sílvio Santos aprova montagem com Steve Harris5000 acessosDuff McKagan: Anestesias não funcionam mais no baixista

Desde seu surgimento em 1992, o Terno Elétrico dedica-se às suas próprias composições, cujo o som de raro toque inventivo, embriagado do mais puro rock and roll.

A banda começou tocando por pura diversão até se transformar aos poucos num referencial do gênero na cidade. Passou pela feira de música do Teatro Garagem (de onde surgiram bandas como Raimundos, Natiruts e Câmbio Negro).

Durante esses anos, a banda passou por várias formações, tendo participado de coletâneas como Doomsday II (RVC Music/1997) e o Volume I do Projeto Demolição promovido pelo Porão do Rock em 2001.

O Terno também produziu EP's: De Terno no Inferno (1995), Simbiose (2000) e Tá Ligado? (2001) e já tocou em diversos lugares, para públicos diferentes.

Em 2004, quando gravava seu primeiro álbum, o Terno Elétrico sofreu uma grande baixa. Jean Paice, seu baterista, faleceu e por um bom tempo, a produção do álbum foi paralisada.

A banda precisava finalizar seu disco e agora também seria uma homenagem póstuma ao grande Jean Paice, que antes de morrer, deixou toda a bateria gravada. O álbum ficou pronto em 2007 com toda alucinação possível do rock and roll, e foi lançado em 2009. Redondamente sonoro, é como o som do Terno Elétrico está depois de 17 anos de descarga elétrica.

Da antiga Feira de Música ao Arte por Toda Parte. Passando pelo Festival Palco do Rock de Salvador, Ferrock na Ceilândia, Roque Rock Rocha no Gama, festas de motociclistas, além do foyer da Sala Vila-lobos e a Concha Acústica.

Também rolou no Teatro da Praça, Botiquim Blues Club, Anfiteatro 09 da UNB, Festa dos Estados, Cine Brasília, Teatro Dulcina e recentemente participou do curta metragem, ROCK CEILANDIA – PERIFÉRICO E COLETIVO, de Gil Pedro, Renato Rhugas e Déi Vieira.

Formado João Frajola nos vocais, Célio de Moraes no baixo, Jeff Sena e Wendel Rocha nas guitarras, Oldair Vieira nos tecladose e Janarí Coelho na bateria, o Terno Elétrico investe em músicas próprias e está produzindo seu segundo CD.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Matérias0 acessosTodas as matérias sobre "Terno Elétrico"

Mah ÔôôôôeeeeMah Ôôôôôeeee
Sílvio Santos aprova montagem com Steve Harris

Duff McKaganDuff McKagan
Anestesias não funcionam mais no baixista

Iron MaidenIron Maiden
Veja a banda como você não gostaria de vê-la

5000 acessosEllen Jabour: Slayer, Metallica, Guns e Judas no seu Top105000 acessosMötley Crüe: a ousada tattoo de modelo paulista em tributo à banda5000 acessosAC/DC: os últimos dias do vocalista Bon Scott5000 acessosMetallica: como soaria "Hardwired" se tivesse sido gravada nos 80's?5000 acessosDire Straits: a história por trás da música "Money For Nothing"2998 acessosSteve Vai: a curiosa conexão com o hard rock fora da carreira solo

Sobre Carlos Alberto

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online