King Biscuit Flower Hour: tradição rockeira dominical

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Vitor Bemvindo, Fonte: Mofodeu
Enviar correções  |  Comentários  | 

As noites de domingo são caracterizadas por um tédio e mau-humor de quem normalmente já está pensando na fatídica segunda-feira. Normalmente, tira-se esse momento peculiar da semana para relaxar, procurando-se algum programa de entretenimento nos meios de comunicação. O baixo nível desse tipo produção dominical, ao contrário, normalmente deixa o sujeito mais entediado e mal-humorado ainda. Mas, durante mais de vinte anos, os norte-americanos que apreciavam Rock and Roll de alta qualidade, tinham uma oportunidade de começar a semana de uma maneira mais agradável: era o “King Biscuit Flower Hour”.

714 acessosMick Jagger: divulgada a capa do novo single "Gotta Get A Grip"5000 acessosMetal: por que os metalheads vivem presos no passado?

(Publicado originalmente no MOFOBlog)

Inaugurado em 1973, o “King Biscuit Flower Hour” era um programa de rádio, transmitido para diversas partes da América do Norte, que reunia a nata do Rock and Roll mundial, em apresentações ao vivo exclusivas. O programa virou uma tradição norte-americana. Bruce Pilato, produtor e empresário, compara a tradição de ligar o rádio para ouvir o “Biscuit”, com o hábito das famílias se reunirem em frente a TV para assistir “I Love Lucy”, uma das mais populares séries televisivas da história.

Logotipos do "King Biscuit Flower Hour"
Logotipos do "King Biscuit Flower Hour"

O alcance do programa era enorme, já que o mesmo chegou a ser retransmitido, para todos os estados americanos, por cerca de 300 estações de rádio, chegando à casa de mais de três milhões de pessoas. A popularidade do programa era tamanha que ele se tornou referência até mesmo para as bandas, que sabiam que estar no “Biscuit” era estar divulgando sua arte de maneira amplamente massiva.

Mas, nem por isso, o “Biscuit” era focado somente em bandas consagradas e populares. Ao contrário, o programa foi responsável por lançar e disseminar o trabalho de diversos artistas que normalmente não tinham grande espaço na mídia. Exemplo disso foi o programa de estréia, que contou com os “woodstoquianos” do BLOOD, SWEET & TEARS, com o novato BRUCE SPRINGSTEEN e com os experimentais THE MAHAVISHNU ORCHESTRA.

O espectro de bandas era bastante amplo, conseguindo englobar um universo de mais de 450 artistas durante o tempo em que o programa esteve no ar. Estima-se que haja cerca de mil horas de shows gravados, de bandas que variam entre o BLACK SABBATH e o U2, de FRANK ZAPPA a THE POLICE ou mesmo, dos BEACH BOYS ao MOTÖRHEAD.

“Gimme Shelter”: Documentário sobre Altamont inspirou o “Biscuit”
“Gimme Shelter”: Documentário sobre Altamont inspirou o “Biscuit”

O curioso é que os idealizadores do projeto tiveram a inspiração para o programa após assistir o filme “Gimme Shelter”, que retrata o fracasso da organização do festival de Altamont, em 1969, que tinha a pretensão de ser o Woodstock do Oeste. Aquele evento, idealizado pelos ROLLING STONES, simbolizou a queda de um ideal de transformação política e cultural através da música e os produtores viram na possibilidade de criar um programa de rádio, um meio de resgatar a credibilidade do lema hippie “paz e amor”.

(Saiba mais sobre o “Altamont Free Concert”, ouvindo o MOFODEU #077 - http://www.mofodeu.com/?p=3)

O nome do programa foi inspirado em outro grande sucesso radiofônico surgido nos anos 1920, chamado “The King Biscuit Time”. O “Biscuit” original levava esse nome por ser patrocinado pela “King Biscuit Flour Company” e reunia grandes expoentes do blues como SONNY BOY WILLIASON. A idéia de trocar o “flour” (farinha) por “flower” (flor) serviu justamente para resgatar o ideais do “flower power”, ruídos pela tragédia de Altamont.

Ao contrário de diversos programas, tanto televisivos quanto radiofônicos, que recebiam os artistas para performances em auditórios ou estúdios, o “King Biscuit Flower Hour” ia atrás das bandas, durante as suas turnês, registrava as apresentações e depois as reproduzia. Isso conseguia trazer um ar mais autêntico para o programa, já que os artistas não estavam apenas se apresentado para a audiência de casa, mas também para uma platéia de pessoas que pagaram ingressos para assistir mais um show de determinada excursão daquele artista.

Esse formato, no entanto, não foi sempre assim. Nos primeiros programas, o “Biscuit” reunia um compilado de gravações ao vivo de diversos artistas. Aos poucos, a produtora responsável conseguiu montar uma estrutura móvel capaz de ir aos shows e executar gravações com qualidade, podendo reproduzir os shows praticamente na íntegra.

Alguns artistas eram habitué do “Biscuit”, entre eles os Rolling Stones, que por ironia havia inspirado a criação do programa. O grupo londrino registrou pelo menos três apresentações nos Estados Unidos para o programa, que compiladas circularam durante muito tempo no “mercado negro” como um objeto de desejo dos fãs.

Uma das capas do Bootleg do “Biscuit” do The Band
Uma das capas do Bootleg do “Biscuit” do The Band

O programa, por sinal, foi um dos responsáveis pela disseminação da cultura de bootlegs nos Estados Unidos. Os bootlegs são, geralmente, discos não-oficiais que são distribuídos, trocados e vendidos entre fãs e que acabaram criando um grande mercado. As gravações do “King Biscuit Flower Hour” giravam o mundo de forma clandestina, sendo distribuídas na base de troca ou através do mercado “informal”.

Outro bootleg que possui grande valor no mercado é a gravação de uma apresentação do THE BAND, registrada durante a última turnê do grupo canadense pelos Estados Unidos (The Band interrompeu sua carreira em 1976, mas depois se reuniu por diversas ocasiões). Esses bootlegs começaram a ser disseminados através de fitas cassetes e, com o advento do CD, ganharam impulso com a distribuição através de CD-Rs.

Alguns álbuns da primeira série da “King Biscuit Records”
Alguns álbuns da primeira série da “King Biscuit Records”

Notando esse mercado informal das gravações do “Biscuit”, os produtores do programa resolveram, nos anos 1990, fundar uma gravadora para lançar alguns dos shows gravados para rádio. A King Biscuit Flower Hour Records lançou entre meados e fim daquela década uma série de CDs oficiais com as gravações de diversos dos shows veiculados pelo programa. Entre os mais populares estiveram os lançamentos do URIAH HEEP, BACHMAN-TURNER OVERDRIVE, ROBIN TROWER, RICK WAKEMAN, DEEP PURPLE, MOTÖRHEAD, HUMBLE PIE, entre muitos outros. Por motivos de direitos autorais a “Biscuit Records” não conseguiu lançar os populares bootlegs do The Band e dos Rolling Stones.

No começo dos anos 2000, a mesma gravadora começou a lançar uma nova série de álbuns chamada “Greatest Hits Live”, formada de compilações de apresentações de vários artistas, entre eles o MOUNTAIN, HUMBLE PIE, DAVID CROSBY, MOLLY HATCHET, entre outros.

Álbuns da série “Greatest Hits Live” da “King Biscuit”
Álbuns da série “Greatest Hits Live” da “King Biscuit”

O programa deixou de ser produzido em 1993, mas até 2007 ele era reprisado por diversas rádios em todo os Estados Unidos. Hoje em dia, a produtora resposável pelo “Biscuit” se concentra nos lançamentos dos álbuns da gravações e na distribuição dos mesmo pela internet. Através do site WolfgangsVault.com é possível escutar praticamente todos os shows do “King Biscuit Flower Hour”, porém a qualidade sonora deixa a desejar (é transmitido em 96Kbps). Porém, alguns desses shows podem ser baixados (download pago), em uma qualidade melhor.

Para acessar o catalogo da “King Biscuit” no WolfgangsVault.com, vá a esse endereço:

http://www.wolfgangsvault.com/concerts/king-biscuit-catalog....

O MOFODEU produziu um programa inteiramente dedicado ao “King Biscuit Flower Hour”, somente com gravações originais do programa. Há tantos shows bons que vimos que um só programa não será capaz de reproduzir o quanto o “Biscuit” era importante. Portanto, em breve, faremos um segundo volume.

Para ouvir, acesse:

http://www.mofodeu.com

Para ler outros textos sobre rock dos anos 60 e 70, acesse o MOFOBlog:

http://www.mofodeu.com/mofoblog

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Rolling StonesRolling Stones
Livro, novo álbum e documentário em breve

714 acessosMick Jagger: divulgada a capa do novo single "Gotta Get A Grip"1479 acessosRock: gênero é um trintão decadente, segundo Spotify262 acessosAlta Fidelidade: os Stones percorrem a América Latina em doc154 acessosEm 05/07/1969: Stones tocavam para 500 mil pessoas no Hyde Park0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Rolling Stones"

Mick JaggerMick Jagger
Responsável apenas pelo primeiro gol da Alemanha?

Refrãos MarcantesRefrãos Marcantes
Blog elege o Top 10 do Rock

Ultraje a RigorUltraje a Rigor
Roger diz que foi tratado como lixo pela equipe dos Stones

0 acessosTodas as matérias da seção Matérias0 acessosTodas as matérias sobre "Rolling Stones"0 acessosTodas as matérias sobre "Band"0 acessosTodas as matérias sobre "Uriah Heep"0 acessosTodas as matérias sobre "Robin Trower"0 acessosTodas as matérias sobre "Deep Purple"0 acessosTodas as matérias sobre "Humble Pie"

MetalMetal
Por que os metalheads vivem presos no passado?

Músicas ruinsMúsicas ruins
As 100 piores segundo o Aol Radio Blog

Occult RockOccult Rock
Dez ótimas bandas fora o Ghost

5000 acessosRockstars que atacaram a igreja, Jesus Cristo e Deus5000 acessosThrash Metal: 20 bandas brasileiras de qualidade inquestionável5000 acessosMetallica: Hammett e Ulrich escolhem álbuns e músicas da década passada5000 acessosGuns N' Roses: 50 modelos convidadas para festa, mas nada de namorado4419 acessosDave Grohl: ele será fã incondicional do Metallica até o fim5000 acessosMetal Injection: os dez melhores gifs animados do Slayer

Sobre Vitor Bemvindo

Historiador de formação, tem verdadeira adoração pelo Rock and Roll desde sua infância. Seu instinto de pesquisador fez com que "se especializasse" em bandas velhas, especificamente as das décadas de 1960 e 1970. Produz e apresenta o MOFODEU (www.mofodeu.com), o Programa que tira o MOFO do ROCK, juntamente com seu parceiro Luiz Felipe Freitas (a Enciclopédia do Rock). O Programa está no ar desde 2007, tocando só bandas sessentista e setentistas sempre com muita informação e bom humor.

Mais matérias de Vitor Bemvindo no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online