Khrophus

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Cláudio Pinheiro
Enviar Correções  

No ano de 1993 o embrião da Khrophus atendia pelo nome de Darkness e tinha como proposta executar o death. Inicialmente, a Darkness tinha em suas fileiras Ricardo (vocal), Adriano (guitarra), Júnior (baixo) e Pablo (bateria). Após alguns shows, Ricardo deixa a sua função devido a problemas particulares e a banda segue firme como um trio, com o baixista Júnior acumulando o posto de vocalista.

publicidade

Em 1994, o baterista Pablo sai alegando diferenças musicais. Mais tarde, quem assume as baquetas é Pierre, quando iniciam-se os shows com maior freqüência dentro e fora de seus domínios.

Não demorou muito para que Pierre também deixasse o posto que lhe fora confiado. Após alguns testes, a banda recruta Jean. Mesmo tendo participado de muitos shows, este também não fica em suas fileiras por muito tempo. Nesse ínterim, o então baixista/vocalista Júnior também decide abandonar o barco.

publicidade

Com um único integrante (o guitarrista Adriano), a banda encerra suas atividades por um certo período de tempo, sendo interrompido apenas para serem feitos testes com novos instrumentistas.

No ano de 1998, atendendo sob a alcunha de Khrophus (nome criado em 1993 e não usado em virtude de divergências internas na época), entram em ação os músicos que completam a melhor line-up já existente, que está junta até hoje: Guilherme Bridon, nos vocais; Adriano Ribeiro, na guitarra; Sandro Diefenbach, no baixo; e, Kennedy Ribeiro, na bateria. Nesse mesmo ano é lançado o primeiro trampo da banda, a demo-tape Tribulations, que contém quatro canções ("Message Of The Sin", "Trench", "Nailed to The Cross" e "Tribulations"). Até o momento já saíram mais de 1000 cópias, que resultaram em inúmeros shows em diversas cidades nos seguintes estados: Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo, e culminando com uma participação no "Arasuno Festival", em Assunção, no Paraguai.

publicidade

No ano de 2000, duas composições são reformuladas e regravadas para a coletânea Rock Soldiers Vol. 4. Estas são novas versões de "Message Of The Sin" e "Trench". Para o relançamento da Tribulations também foram regravadas "Tribulations" e "Nailed to The Cross". Em 2001, a banda cai na estrada na tour de pré- lançamento de seu primeiro CD, intitulado God From The Dead Images, dividindo o palco com bandas já consagradas, como, por exemplo, Incantation (EUA) e Requiem Aethernan (Uruguai). Logo após, a Khrophus apresentou-se na Argentina, no Paraguai e no Uruguai. Neste período, a banda ainda foi convidada a participar de uma coletânea na Lituânia, na Europa, que conterá duas músicas do quinteto josefense.

publicidade

Atualmente, está sendo agendado um pequeno giro, a "Dead Images Tour", em terras brazucas, e estuda-se a possibilidade de serem feitas algumas apresentações pela América do Sul. Está sendo discutida ainda uma passagem pela Europa, que deve contar com 20 ou 25 shows em países como Alemanha, Bélgica, Eslováquia, Polônia, Portugal, República Tcheca, entre outros países.)

publicidade




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Como batizar a criança: os nomes de bandas mais estúpidosComo batizar a criança
Os nomes de bandas mais estúpidos

Lemmy Kilmister: Esta coisa de Black Metal me faz rir!Lemmy Kilmister
"Esta coisa de Black Metal me faz rir!"


Sobre Cláudio Pinheiro

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, enviando sua descrição e link de uma foto.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin