Whiplash.NetMenuBuscaReload

Pink Floyd: Rick Wright morre aos 65 anos de idade

 Compartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Marcus Vinicius Leite, Fonte: NME
Enviar correções  |  Comentários  | 

O músico e tecladista Richard Wright, um dos fundadores do grupo de rock progressivo Pink Floyd, morreu na segunda-feira, 15 de setembro de 2008. Wright estava com 65 anos e sofria de câncer.

Petrucci: Floyd é Progressivo, embora não fossem muito técnicosBon Jovi: o mistério de Tommy e Gina em "Livin' On A Prayer"

Imagem

Wright conheceu os também membros do Pink Floyd Roger Waters e Nick Mason na faculdade. Juntos eles formaram a banda Sigma 6, que viria a se tornar o Pink Floyd.

Richard, ou Rick, entrou para a escola particular Harberdashers, e aos 17 anos foi para a Escola de Arquitetura. Lá conheceu o baixista Roger Waters e o baterista Nick Mason. Fizeram um grupo(Sigma 6), na faculdade e escolheram seis meses depois Syd Barrett para a guitarra.

Wright sempre foi o terceiro compositor e vocalista do grupo, tal como como George Harrison nos Beatles, John Paul Jones no Led Zeppelin e John Entwistle no The Who.

Como compositor Wright contribuía com duas ou três músicas por álbum, ou colaborava na estruturação de obras coletivas como "Echoes" ou "Time". Dark Side (1973) representa seu ápice no Pink Floyd: os teclados se equiparam a guitarra de Gilmour e cinco das dez música são de sua autoria. Em Wish You Were Here (1975), onde seus teclados estão onipresentes, Wright trouxe grandes contribuições para o álbum, sobretudo na suíte "Shine on you crazy diamond".

A partir do disco Animals (1977) iniciou-se o processo de domínio do Pink Floyd por Roger Waters, apesar de neste disco Rick Wright ter realizado um competente trabalho no comando dos teclados da banda.

O sucesso começou a afetar as relações pessoais dentro do grupo. Trabalhos solo eram a única saída para os demais integrantes da banda e Wright realizou Wet Dream em 1978, acompanhado por Mel Collins (sax), Snowy Whithe (guitarra), Larry Steele (baixo) e Reg Isadore (bateria).

Quando os Floyd começaram a gravar The Wall em 1979 Roger Waters tinha assumido o total controle da banda. Rick Wright foi afastado do processo de criação e concepção, o que culminou com sua expulsão da banda durante as gravações de The Wall, apesar de mais tarde participar dos shows.

Depois do Pink Floyd, Wright juntou-se com Dave Harris no grupo chamado "Zee" e gravaram "Identity" em 1984.

O retorno de Wright ao Pink Floyd se deu em 1987, nas gravações de A Momentary Lapse Of Reason. Ele chegou no meio das gravações, ocasião em que não trouxe contribuição relevante para o álbum, mas participou da turnê mundial de promoção do disco.

Já em The Division Bell, Rick Wright voltou a participar ativamente do processo criativo, retomando-se a cooperação coletiva que se havia perdido nos anos 70. Wright é co-autor de "Wearing The Inside Out" com Anthony Moore e das músicas "Cluster One", "What Do You Want From Me", "Marooned", e "Keep Talking" com David Gilmour.

Em 1996 Rick Wright lançou seu terceiro álbum, Broken China, gravada no estúdio da sua casa na França. Ele mesmo produziu o disco, junto com Anthony Moore, que também escreveu as letras. Foi mixado por James Guthrie. Participam deste álbum os guitarristas Tim Renwick, Dominic Miller e Steve Bolton, o baterista Manu Katche e o baixista Pino Palladino. E mais, Sinead O'Connor canta em duas faixas - "Reaching for the Rail" e "Breakthrough".

Apesar do papel coadjuvante, é quase consenso entre antigos fãs que os teclados de Richard Wright apresentam-se como elemento fundamental para a constituição do som do Pink Floyd.

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

Pink Floyd: David Gilmour fala sobre Rick WrightPink Floyd: Roger Waters fala sobre Rick WrightPink Floyd: Gilmour toca canção rara em lembrança a WrightGafe: avisem o Galvão Bueno que Richard Wright já se foi!Pink Floyd: seis anos sem Richard Wright

Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

 Compartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

John Petrucci
Pink Floyd é Progressivo, embora os caras não fossem muito técnicos

Pink Floyd: box-set será lançado em volumes individuaisBruno Rocker: os melhores riffs de guitarra do Pink FloydRegis Tadeu: Pink Floyd mostra que raiva é energia com "Animals"Roger Waters: vídeo de "Pigs" em show para 200 mil pessoasAlta Fidelidade: "Tommy" do The Who vs "The Wall" do Pink FloydTodas as matérias e notícias sobre "Pink Floyd"

Ogro do Metal
Os álbuns mais importantes da história do Rock

Rate Your Music
Os melhores discos de todos os tempos

Pink Floyd
Nova espécie de libélula nomeada em homenagem à banda

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, nos links abaixo:

Post de 15 de setembro de 2012
Post de 15 de setembro de 2015

Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Pink Floyd"

Bon Jovi
O mistério de Tommy e Gina em "Livin' On A Prayer"

Metallica
Veja como fica seu nome com o formato do logo da banda

Rodolfo
100% arrependido das letras dos Raimundos

Bon Scott, o eterno Rocker...Musas: o calendário de beldades da Revolver MagazineKid Vinil - "Uns 10 mil vinis e mais uns 10 mil CDs!"Max Cavalera: ele gostaria de ter sido membro do RamonesEvanescence: estranha criatura em foto de Amy Lee com seu filhoAxl Rose e Freddie Mercury: vídeo compara os dois vocalistas

Sobre Marcus Vinicius Leite

Tentou ser guitarrista e baixista e viu que não era tão simples fazer acordes como o Malmsteen. Jornalista, trabalha em duas empresas ligadas à comunicação diária e se aventura na escrita e no trombone. Também escreve roteiros e assessora uma companhia de comédia.

Mais informações sobre Marcus Vinicius Leite

Mais matérias de Marcus Vinicius Leite no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em agosto: 1.237.477 visitantes, 2.825.604 visitas, 7.034.755 pageviews.

Usuários online