Angra em Varginha: não foi o Roça, mas teve o clima do evento

Resenha - Angra, Tuatha de Danann e Aneurose (Status Eventos, Varginha, 02/06/2018)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Willba Dissidente
Enviar correções  |  Ver Acessos

Varginha Rock City é como a cidade do Sul de Minas Gerais é conhecida em todo Brasil. O porquê disso é o festival Roça in Roll que ocorreu ininterruptamente desde 1999. Em 2018, pela primeira vez, o Roça 'n' Roll não aconteceu. Porém, na data que haveria o evento, o sábado do feriado emendado de Corpus Christi, Varginha recebeu aquele que seria um dos headliners do Roça nesse ano; o Conjunto Angra, num evento que contou com aberta da consagrada banda da cidade TUATHA DE DANANN e do ANEUROSE, grupo também sul-mineiro que cada vez mais tem alcançando patamares elevados com seu Groove thrash metal.

Angra: vocal cover de "Make Believe" feito por Pedro CamposNo alto do castelo há uma linda princesa...

Sendo organizado pela mesma equipe do Roça'n'Roll que insistiu em divulgar que evento não era a vigésima edição do Roça, foi difícil convencer os mais de quatrocentos presentes na Status Eventos, vindo de toda Minas Gerais, interior de São Paulo, e até uma moça do Rio Grande do Norte, que naquela noite não estava acontecendo o Roça in Roll. Antes das dezoito horas já haviam "camisa pretas" em frente à casa de shows aguardando para entrar. O conjunto ANGRA, que viajou 14 horas de ônibus para fazer essa apresentação comeu o tempo da passagem de som, só terminando a regulagem de seu som (para então as outras bandas fazerem o mesmo) às 20:30 (sendo que abertura da casa seria uma hora antes). Resultado: as 21:30 quando os portões foram abertos já havia uma multidão esperando. Quinze minutos depois o ANEUROSE já estava no moendo no palco.

Com espaçoso espaço interno e área externa, banheiros limpos e bar a preço acessível, o Status evento de mostrou um local excelente para shows de Metal de grande porte. Esse evento, mais que outra data do conjunto ANGRA na tour do disco "Omni", foi um encontro de fãs de metal do Brasil todo em Varginha (como o Roça é), mas sem ser o Roça. Ainda que a barraca de espetinhos do Pernambuco estivesse lá e houvesse show do Tuatha, muitas estruturas marcantes do Roça faltavam como a Poesia de Varal, as caricaturas do desenhista Endersenhos, a exposição de quadros de Lucas Abreu (da associação de pintores que pintam com os pés e a boca) etc. Não obstante, esse evento na cidade teve o mesmo 'clima' daquele que ocorre na Fazenda Estrela. Ainda que não fosse o Roça in Roll, era como se fosse o Roça 'n'Roll com dez vezes menos público e 10 vezes menos bandas; mas nem por isso menos divertido.

Liderados pelo carismático fazedor de caretas Wallace "Wallba" Almeida, o ANEUROSE, para evitar mais atrasos, começou sua apresentação quinze minutos após a abertura dos portões. O grupo, que abandonou o uso de uniformes no palco, vem em ascensão com seu segundo disco "Juggernaut" e fez uma performance rápida e enérgica, quase sem pausas, para conseguir cumprir seu set-list no reduzido tempo que dispunham. Agitando muito no "pequeno palco (além da bateria do Angra ocupar muito espaço, haviam oito monitores e mais a bateria menor das bandas de abertura, logo, quase não havia espaço para caminhar)", o momento que o grupo comunicou com a platéia foi na canção em homenagem ao saudoso Lemmy (ex- baixista do HAWKWIND e de uma outra banda ai) pedindo mosh pitt. Foram prontamente atendidos. Final de apresentação com galera aplaudindo, pedindo mais e já adiantando o que estava por vir. Destaque para Raphael "Tchurchis" Wagner fazendo um trabalho exímio nas guitarras; em especial nos solos (que diferente da maioria dos grupos thrashers em que parece que o guitarrista faz escalas ao esmo, ele tem um excelente senso de melodia).

Assista ao mini-documentário sobre o evento:

Menos de 15 minutos de pausa e o jornalista Ivanei Salgado, da Roadie Crew, anunciou a trupe do Folk Metal TUATHA DE DANANN. O sexteto da terra do ET continua divulgando "Dawn of a new sun", seu disco de retorno, que foi muito bem recebido por crítica e fãs, além do relançamento de "The Delirium Has just Begin". Com novos membros, devidamente entrosados, no violino e na bateria, o grupo, infelizmente, fez um set menor para não atrasar o ANGRA, limando clássicos como "Bella Natura", "Us", "The Last Words", "Land of the Youth" do repertório. Aqui cabe um parenteses. Será que o ANGRA não poderia retirar sua introdução (que nem é composição deles e faz parte da trilha sonora do filme Blade Runner) para o grupo amigo tocar mais uma música? Será que se não fosse um SEPULTURA tocando antes deles , eles não o fariam? O TUATHA "foi curto e passou rápido", o que não impediu que o guitarrista, vocalista e flautista Bruno Maia apresentasse todas as músicas, inclusive frisando que a banda agora, além de sua própria marca de café, tem uma pinga personalizada. Como o bar da casa não aceitava cartão e o stand das bandas sim, inclusive, muita gente comprou e desfrutou dessa pinga durante o rolê. O fechamento foi com "Dance of Little Ones", o tema do clipe mais "tosco" que existe, que seria a abertura, demonstou que a banda goza de muita moral em casa, com a galera pedindo "mais alguns".

Meia hora para a regulagem de volumes e os falantes começam a tocar uma música do VANGELIS (?!) que foi seguida por "Nothing To Say"; o que surpreendeu os presente já que no disco "Holy Land", de 1996, e também no EP ao vivo, a introdução desse som é um coral chamado "Crossing". Já que se vai usar uma intro, por que não usar a mesma do "Holy Land"? O que se seguiu foi uma apresentação centrada os discos "Secret Garden" e "Omni". Os sons mais antigos tocados, inclusive, estão todas no cd bônus ao vivo que acompanha a edição japonesa do cd de 2014. Notou-se que o público de Varginha curtiu muito mais os sons das fases André Matos e Edu Falashi que as canções da dupla citado de discos. Ainda que essa seja a cidade do incidente ufológico mais famoso do mundo, a turma aqui não é de outro mundo e muito certamente o mesmo tem se repetido todos os lugares. Talvez então o ANGRA, para ter um show que agrade mais, poderia substituir algumas das músicas do Secret Garden e talvez uma ou outra do Omni pelo seus clássicos, pois ficou óbvio quando tocou "Lisbon", "Nova Era", "Time" que essas eram as músicas que 'todo mundo' veio assistir.

O Conjunto Angra, contudo, se mostrou mais animado e e contagiante nesse show que no de São Paulo realizado duas semanas antes. Além de ser um excelente vocalista, Fabio Lione (ex- RHAPSODY, ex- VISION DIVINE) fala português muito bem e se comunicou bastante com a platéia a estando as mãos com o microfone em pose semelhante a que está no cartaz do evento. As músicas novas, como "Upper Levels", "Black Widow's Web", que em estúdio foram gravadas com vocalistas convidadas em duetos com o italiano, tiveram o vocal divididos com o único membro original remanescente, o guitarrista Rafael Bittencourt. O músico ainda assumiu o papel de mestre de cerimônias apresentando seu conjunto no Bis e cantando solo em "Reaching Horizons". As línguas venenosas já dizem que num futuro próximo ele será sozinho o vocalista do ANGRA. Numa parte bem divertida ele referiu que contaram para ele do folclórico personagem "Mudinho de Varginha" e perguntou se talvez o ET de Varginha não seria resultado de terem se confundindo, arrancando muitas gargalhadas do público.

No meio da apresentação houve um solo do baterista que tem a idade da banda, Bruno Valverde (de novo, se o tempo era problema, não poderia ser um solo menor para os outros grupos terem uma música a mais?), que encheu os olhos e ouvidos dos presentes. No que pese a técnica desse e também do guitarrista recém-chegado Marcelo Barbosa (que tocou guitarra até com o cabelo), o destaque do evento foi o baixista Felipe Andreoli, que está no ANGRA desde saiu do grupo de PAUL DI'ANNO, e nunca antes sua virtuose explícita teve tanto espaço na banda. No show em Varginha o ANGRA ainda tocou algumas músicas não tão presentes no repertório, como "Running Alone", sendo muito bem recebida. Dos sons novos, o que mais empolgou foi "Insania", mas a casa veio abaixo mesmo na dobradinha "Carry On" e "Nova Era" que encerrou o evento.

O show do conjunto ANGRA em Varginha aconteceu ainda no período de normalização da instabilidade gerada pela crise dos combustíveis (e posterior crise de abastecimento). O evento que aconteceu quando seria o Roça ainda teve o problema da mudança de line-up (que originalmente teria o NOTURNALL e o ATTRACTHA acompanhando o ANGRA), sendo que mais de 30 pessoas compraram ingresso on-line e não puderam comparecer por falta de combustível e ainda outras tantas não encontraram leite de caixinha no mercado para fazer a doação pedida pelos organizadores.

Só o fato de ter acontecido no pior cenário possível mostra a força do underground mineiro e quanto o povo de Minas Gerais se liga em Metal. Esse tipo de evento acontecer em Varginha, uma das maiores cidades do Sul do estado', sem ser em festival, é fundamental para os fãs de metal de diversas cidades do interior que não teriam como ir ver o ANGRA (ou um show desse porte) numa capital. Um comentário que muitos faziam durante o evento foi já aquela foi uma das semanas mais frias do ano que o lado bom do adiamento do Roça é que deveria estar nevando na Fazendo Estrela (onde o Roça acontece há mais de uma década). Ainda assim foi uma noite calor humano num mini-festival bem variado dentro do Metal (Thrash Metal, Folk Metal e Metal Melódico), que entrará para história do Rock pesado em Varginha.

ANEUROSE:

Wallace Almeida - Vocal
Sávio Chaves - Guitarra
Raphael "Tchurchis" Wagner - Guitarra
Sthefano Dias - Baixo
Kiko Ciociola - Bateria

01 . Intro / Closer to God.
02 . Butcher.
03 . Rapriest.
04 . To Lemmy.
05 . Drunk as Skunk.
06 . Deathly Cold Chill.
07 . Warrior.
08 . Enslaved.
09 . S.L.G.

TUATHA DE DANNAN:

Bruno Maia - Voz, Guitarra, Flauta, Mandolim, Banjo.
Júlio Andrade - Guitarra.
Giovanni Mendonça - Baixo.
Edgard Brito - Teclados.
Nathan Vianna - Violino.
Rafael Salobrenha - Bateria.

01 . We're Back.
02 . Believe it's true.
03 . Rhymes Aganist Mankind.
04 . Tan Pinga Ran Tan
05 . The Brave.
06 . Fingonforn
07 . Dance of the Little Ones

ANGRA:

Fabio Lione - Voz
Rafael Bittencourt - Guitarra.
Marcelo Barbosa - Guitarra.
Felipe Andreolli - Baixo.
Bruno Valverde - Bateria.

01 . Dr. Tyrrell's Death (introdução gravada, música do VANGELIS).
02 . Nothing to Say.
03 . Travelers of Time
04 . Angels and Demons.
05 . Newborn Me.
06 . Time.
07 . Light of Transcendence.
08 . Running Alone.
09 . Storm of Emotions
10 . Insania
11 . Solo de Bateria.
12 . Black Widow's Web.
13 . Upper Levels.
14 . Ego Painted Gray.
15 . OMNI - Silence Inside
16 . Lisbon.
17 . Magic Mirror.

BIS

18 . Reaching Horizons.
19 . Rebrith.
20 . Carry On / Nova Era.
21 . OMNI - Infinite Nothing (fechamento gravado).

Todas as fotos desta resenha foram feitas por Matherson Saint'Yves da UAICLICK.

Willba Dissidente agradece a Édipo Felipe Lima, de Campinas / São Paulo.

Esse evento ocorreu com a ajuda e patrocínio de: Speed Life e Frutty - Studio Rock de Poços de Caldas - Pizza Rock - Via Conection Internet - Giggio Spaghetti - Elen Hanna Espaço de Danças - Programa Combate - Tribos S/A - Espaço Livre - Video Game Lojas - Rádio Clube de Varginha - Frigorífico São Francisco - Bem Saudável: culinária natural vegana e vegetariana - Blog do Madeira - W Outdoor - Tigres Bar - Filé do Guma - Braia Studios - Dom Caixote - RB Produções - Castelar Novo Hotel.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de ShowsTodas as matérias sobre "Angra"Todas as matérias sobre "Tuatha de Danann"Todas as matérias sobre "Aneurose"


Angra: vocal cover de "Make Believe" feito por Pedro CamposAngra: a coleção em CDs e detalhes sobre os discos na Collectors RoomFöxx Salema: Saiba quais são as principais influências da vocalista

Angra: Kiko Loureiro conta que ainda ajuda a tomar decisões da bandaAngra
Kiko Loureiro conta que ainda ajuda a tomar decisões da banda

Kiko em Kaza: Gastão Moreira bate um longo papo com Kiko LoureiroKiko em Kaza
Gastão Moreira bate um longo papo com Kiko Loureiro

Andre Matos: Theocracy faz homenagem ao vocalista no ProgPower USA; assistaAndre Matos
Theocracy faz homenagem ao vocalista no ProgPower USA; assista

Rodz Online: 25 Anos de Philips Monsters of Rock 1994 (vídeo)

Marcelo Barbosa: assista a Big Trouble, novo clipe solo do guitarrista do AngraMarcelo Barbosa
Assista a "Big Trouble", novo clipe solo do guitarrista do Angra

Luis Mariutti: os bastidores do reencontro com Edu Falaschi e Alex Holzwarth

Kiko Loureiro: trabalhando em novo disco soloKiko Loureiro
Trabalhando em novo disco solo

Rhapsody: Fabio Lione em entrevista exclusiva ao Brasil

Luis Mariutti: comentando a polêmica participação do Angra no Programa do JôLuis Mariutti
Comentando a polêmica participação do Angra no Programa do Jô

Rafael Bittencourt: novos planos do Angra e do Bittencourt ProjectRafael Bittencourt
Novos planos do Angra e do Bittencourt Project

Kiko Loureiro: História das Antigas #5 Macumba na CachoeiraKiko Loureiro
História das Antigas #5 Macumba na Cachoeira

Luis Mariutti: reagindo à participação do Angra no TV mulherLuis Mariutti
Reagindo à participação do Angra no TV mulher

Angra: Andre Matos havia dado sinal verde para reunião, diz Kiko LoureiroAngra
Andre Matos havia dado sinal verde para reunião, diz Kiko Loureiro

Angra: vídeo completo de participação no Donos da Bola.Angra
Vídeo completo de participação no "Donos da Bola".

Andre Matos: covers de Iron e Manowar com Dreadnox e Tribuzy em 1995Andre Matos
Covers de Iron e Manowar com Dreadnox e Tribuzy em 1995


No alto do castelo há uma linda princesa...No alto do castelo há uma linda princesa...

Capas de álbuns: 30 das piores artes da históriaCapas de álbuns
30 das piores artes da história

Courtney Love: Parei com drogas e transei como um coelhoCourtney Love
"Parei com drogas e transei como um coelho"

Iron Maiden: Video mostra erros da banda ao vivoIron Maiden
Video mostra "erros" da banda ao vivo

Metal: Gibson.com enumera 50 melhores músicas do gêneroMetal
Gibson.com enumera 50 melhores músicas do gênero

AC/DC: vovozinha não resiste ao som da banda e vídeo viralizaAC/DC
Vovozinha não resiste ao som da banda e vídeo viraliza

Falou!: 5 músicos que já foram embora de seus shows"Falou!"
5 músicos que já foram embora de seus shows


Sobre Willba Dissidente

Willba Dissidente é fã das bandas de hard rock dos anos 70 e 80 e de metal oitentista dos mais variados países. Quem quiser saber mais deve acessar seu canal no youtube. Obrigado! Stay Hard (True As Steel)!

Mais matérias de Willba Dissidente no Whiplash.Net.

adGoo336|adClio336