Matérias Mais Lidas

imagemSteven Tyler dá entrada em clínica de reabilitação após sofrer recaída

imagemVital, o ex-Paralamas que virou nome de música e depois foi pro Heavy Metal

imagemEncontro entre Paul Di'Anno e Steve Harris resultou em "algo que será discutido"

imagemA opinião de Arnaldo Antunes sobre a competição interna que havia nos Titãs

imagemMark Tremonti, do Alter Bridge, revela que é grande fã de lendária banda de metal

imagemO que Adrian Smith descobriu ao retornar ao Iron Maiden

imagemO dia que os membros do Black Sabbath foram amaldiçoados por uma seita satânica

imagemShavo Odadjian, baixista do System Of A Down, conta quais álbuns mudaram sua vida

imagemNick Mason relembra a época que o Pink Floyd desastrosamente tentou tocar reggae

imagemRegis Tadeu explica porque Ximbinha é um dos melhores guitarristas do Brasil

imagemNicko McBrain, do Iron Maiden, mostra o seu novo (e enorme) kit de bateria

imagemMarcello Pompeu agradece mobilização de fãs

imagemAs composições de Paul McCartney nos Beatles preferidas de John Lennon

imagem"Eu não tinha ideia de quão grande o Maiden iria ficar", diz Bruce Dickinson

imagemIntegrantes do Rush relembram a época que abriram shows para o Kiss, em 1975


Antidemon: Trio não deixa pedra sobre pedra no palco

Resenha - Antidemon (Manifesto Bar, São Paulo, 30/01/2016)

Por Vicente Reckziegel
Em 16/02/16

Texto e fotos creditados a Cesar Nemitz.

Dia 30 de janeiro de 2016

Manifesto Bar, São Paulo/SP

No sábado, fui convidado para comemorar 22 anos de trajetória da banda Antidemon, uma das mais conhecidas e bem sucedidas do cenário do white metal do Brasil, com alguns CDs gravados e shows até no exterior. Antes, tive a oportunidade de conversar um pouco sobre vários assuntos com o baixista e vocalista Batista, e ele me relatou algumas dificuldades que a banda atravessou durante todo esse período. Realmente, foram duras batalhas que, se não fossem a garra e fé, já teriam desistido.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Bem, o show estava marcado para começar cedo (19 horas e 30 minutos), e mesmo assim a casa recebeu um bom público, todos ávidos por som pesado. A banda (com Marcelo Soldado na guitarra e Juliana na bateria) fez um set que agradou a todos, principalmente por abranger todas as fases e pelo set ter sido montado em cima de pedidos via internet. Ou seja, o público pediu e ouviu.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

No palco, o trio não deixa pedra sobre pedra. Aqui eu gostaria de fazer um comentário. As músicas são pesadas e rápidas, nada de diferente de uma banda ´normal´ de metal. A única diferença realmente são as letras. O que pode incomodar algumas pessoas, mas que não deveria. Porque tem gente que curte bandas e que não tem a menor ideia do que está se falando nas letras, ou tem letras que não tem nem pé nem cabeça, e o pessoal aplaude por causa do som. Então, fica a dica: não julgue o livro pela capa. Ouça antes de criticar. Claro que ninguém é obrigado a gostar de tudo, mas respeito e conhecimento são sempre bons.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

No meio do set, a banda fez um sorteio de um quadro entre os 100 primeiros ingressos vendidos. Segundo Batista, essa arte do quadro já virou camiseta da banda etc. Então o sortudo levou um pouco da história do Antidemon para casa. Ao retornar, Batista perguntava o que eles queriam ouvir, e muitos gritavam "Massacre", demonstrando que essa é uma das preferidas. Também é de se destacar que estavam presentes pessoas de várias cidades do interior, litoral e até de outros estados. Parabéns ao grupo pelos 22 anos, e que venham mais. Amém!

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Set list
Introdução
INFERNAL
GUERRA AO INFERNO
NÃO TARDARÁ
HOLOCAUSTO
INSANOS CONDENADOS
VÍRUS
CAUSAS ALCOÓLICAS
O QUE ERA RUIM FICOU PIOR
USUÁRIO
CONFINAMENTO ETERNO
PROTESTO AxMxNx
CONTRA O INFERNO
APODRECIDA
EM QUEM VOU ACREDITAR?
SUICÍDIO
WELCOME TO DEATH
DEMONOCÍDIO
VIAGEM
MALDITO LUCIFER
MASSACRE
DOMINIO

Texto: Cesar Nemitz

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Antidemon: "Não queremos nunca encobrir que somos Cristãos"


Axl Rose: "ele é um fracassado", diz mulher de Slash


Sobre Vicente Reckziegel

Servidor público, escritor, mas principalmente um apaixonado pelo Rock e Metal há pelo menos duas décadas. Mantêm o Blog Witheverytearadream desde Dezembro de 2007. Natural e ainda morador de uma pequena cidade no interior do Rio Grande do Sul, chamada Estrela. Há muitos anos atrás tentou ser músico, mas notou que faltava algo simples: habilidade para tocar qualquer instrumento. Acredita na música feita no Brasil, e gosta de todos os gêneros, desde Rock clássico até Black Metal.

Mais matérias de Vicente Reckziegel.