RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemA música de Raul Seixas que salvou a carreira de Chitãozinho e Xororó

imagemPor que Lemmy odiava tocar "Ace of Spades" nos shows do Motörhead

imagemPaul McCartney quase foi atropelado ao tentar recriar famosa cena de capa de disco

imagemOmelete diz que heavy metal pertence agora à nova geração e não ao tiozão headbanger

imagemA atitude punk da Legião Urbana que causou irritação e deu trabalho na gravação

imagemO Raul Seixas não era nada daquilo que ele falava, diz ex-parceiro musical

imagemO brasileiro com a voz parecida com a de Axl Rose que viralizou no TikTok

imagemO hit dos Beatles que talvez seja sobre drogas e que "Jesus" acompanhou gravação

imagemO conselho realista de John Petrucci para bandas que estão começando agora

imagemQuatro músicas de artistas brasileiros que citam Os Paralamas do Sucesso

imagemQual era a opinião de Tony Iommi sobre Ozzy Osbourne solo e Randy Rhoads em 1984?

imagem"Quem não gosta de Beatles bom sujeito não é", diz João Gordo

imagemO que faltou para o Overkill entrar no "Big Four" do thrash, segundo D. D. Verni

imagemAndi Deris tem problemas de saúde e shows do Helloween são adiados

imagemOs 10 maiores álbuns da história do grunge, em lista do Brave Words


Stamp

Angra: recuperando o carisma e voltando a ser grande

Resenha - Angra e Megahertz (Estaleiro, Teresina, 07/06/2015)

Por Igor Soares
Postado em 15 de junho de 2015

Para muitos, inclusive pra mim, o Angra parecia estar perto do fim quando Edu Falaschi deixou a banda em 2012. Eram tempos sombrios para a banda de Kiko Loureiro e Rafael Bittencourt, que após uma sequência de péssimas apresentações ao vivo e dois discos medianos, vivia certamente o seu pior momento.

Mas parece que o longo hiato para colocar a casa em ordem e a chegada do vocalista Fabio Lione e do sangue novo do jovem baterista Bruno Valverde, fizeram muito bem para a banda, que parece viver um novo renascimento, bem parecido com o de 2001.

A banda passou por Teresina com a Secret Garden World Tour, encerrando uma bem sucedida turnê pelo Norte e Nordeste, onde revisitou os melhores momentos de duas décadas de carreira e mostrou ao seu fiel público as músicas do novo disco Secret Garden, o primeiro com o Lione no vocal.

Os thrashers piauienses do Megahertz abriram o show e executaram o destruidor setlist de sempre, com os clássicos que fazem dessa banda uma das mais repeitadas do cenário nordestino. Músicas como "Technodeath" e "Metal Letal" levantaram o público, mesmo debaixo de uma forte chuva, provando mais uma vez que o bom e velho Mega continua firme e forte.

A chuva passou e na sequência veio o Angra, logo de cara era perceptível o quanto a banda está feliz no palco, extremamente à vontade, literalmente se divertindo durante o show e principalmente divertindo o público também, deixando claro que esse ótimo momento do grupo parece estar ajudando o Angra a recuperar algo que a banda havia perdido: o carisma.

A mudança mais perceptível é a do guitarrista Kiko Loureiro, o agora sempre sorridente e brincalhão membro do Megadeth, nem de longe lembra a figura carrancuda e de poucos amigos do passado. Se antes ele era o oposto do sempre divertido Rafael Bittencourt, parece agora, mais do que nunca, formar uma dupla perfeita com o seu velho companheiro de banda.

Mas quem roubou mesmo a noite foi Fabio Lione. Confesso que sempre vi com desconfiança a entrada do vocalista italiano na banda, mas como foi bom queimar a língua. Com uma apresentação irrepreensível, ele mostrou toda a versatilidade e poder de sua voz nas novas "Newborn Me", "Perfect Symmetry", "Storm of Emotions", "Final Light" e "Black Hearted Soul".

[an error occurred while processing this directive]

As músicas da fase Andre Matos e Edu Falaschi também se encaixaram perfeitamente na voz do italiano, com destaque para "Angels Cry", "Holy Land", "Waiting Silence", "Angels and Demons" e a rápida "Spread Your Fire" que finalmente ganhou com Lione uma digna versão ao vivo.

Entre os grandes momentos da noite, tivemos ainda Rafael Bittencourt executando a bela "Silent Call", as sempre precisas linhas de baixo de Felipe Androli, o baterista Bruno Valverde quebrando tudo em um sensacional solo de bateria, o coro uníssono do público em "Lisbon" e "Rebirth" e o sempre apoteótico final dos shows do Angra com o medley "Carry On/Nova Era".

[an error occurred while processing this directive]

Foi um grande show, digno da grande banda que o Angra voltou a ser.

SETLIST - ANGRA
TERESINA 07/05/2015

Newborn Me
Acid Rain
Spread Your Fire
Lisbon
Perfect Symmetry
Storm of Emotions
Angels Cry
Final Light
Holy Land

Drum Solo

Silent Call
Nothing to Say
Waiting Silence
Angels and Demons
Black Hearted Soul

Encore:
Rebirth
Unfinished Allegro
Carry On / Nova Era

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:
Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps



Ricardo Confessori lança novo método de bateria e destrincha sucessos de Angra e Shaman

Covers: quando bandas de Heavy e Power Metal prestam tributo


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Igor Soares

Brasiliense de nascimento e piauiense de coração, Igor é Geógrafo e Desenvolvedor Web. Acessa o Whiplash.Net desde os primórdios e o Iron Maiden, sua banda favorita, é uma das razões dele ter se tornado colaborador do site.
Mais matérias de Igor Soares.